Convidados

ANDRÉ LEMOS

Engenheiro mecânico, professor titular da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (UFBA). Mestre em Política de Ciência e Tecnologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), mestre e doutor em Sociologia pela Universidade de Paris 5 – René Descartes. Foi professor visitante nas universidades McGill, no Canadá, Aberta, em Portugal, e Nacional da Irlanda. É diretor do Lab404 – Laboratório de Pesquisa em Mídia Digital, Redes e Espaço da UFBA. Tem mais de 15 livros publicados, entre eles “A Comunicação das Coisas – Cibercultura e Teoria Ator-Rede.

ANIELLE GUEDES

Economista, empreendedora fundadora da Urban 3D, empresa startup cujo objetivo é construir prédios de quatro a cinco andares em poucas semanas, com um custo até 80% menor do que o cobrado pela indústria da construção. A empresa está desenvolvendo um produto químico que substituirá o concreto, tornando possível utilizar impressão 3D para criar em série módulos pré-formatados digitalmente, que vão virar pavimentos, vigas, paredes. Fez discurso nas Nações Unidas, na Suíça, e foi convidada do World Future Society Annual Meeting, nos Estados Unidos.

BETE FRANÇA

Arquiteta e urbanista, diretora do Studio 2E Ideias Urbanas, professora da Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) e do Núcleo USP Cidades. Atua como consultora de organizações internacionais como o Banco Mundial, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (Bid) e a ONU-Habitat. Foi co-curadora da exposição Favelas Upgrading, apresentada na 8ª Bienal de Arquitetura de Veneza. Atuou como superintendente e secretária-adjunta da Secretaria Municipal de Habitação de São Paulo. É autora e organizadora de mais de 20 publicações sobre Arquitetura e Urbanismo.

CÍCERO ALVAREZ

Arquiteto e urbanista, presidente da Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA) e secretário-executivo do Colegiado das Entidades Nacionais dos Arquitetos e Urbanistas (CEAU). Mestre em Arquitetura pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), foi conselheiro no Conselho das Cidades do Rio Grande do Sul e presidente do Sindicato dos Arquitetos no Estado. Atua na Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Porto Alegre. É coautor do livro “Um Palácio para a Justiça – As Sedes do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul”.

CRISTINA SERRA

Jornalista, repórter da Rede Globo, ex-correspondente da emissora em Nova York. Trabalhou nas redações do jornal O Globo, do Jornal do Brasil e da revista Veja. Participou do quadro As Meninas do Jô, do Programa do Jô, juntamente com outras jornalistas discutia com o apresentador os fatos políticos e econômicos mais relevantes da semana. Foi repórter em Brasília, e atua hoje no Rio de Janeiro, onde realiza grandes reportagens sobre temas como direitos humanos, racismo, agressão a mulher e corrupção para o Fantástico.

DEMETRE ANASTASSAKIS

Arquiteto e urbanista, ex-presidente nacional do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e ex-conselheiro do Conselho das Cidades. Foi associado da Cooperativa de Profissionais do Habitat do Rio de Janeiro, onde desenvolveu projetos como o do mutirão do São Francisco para habitação popular, em São Paulo, e o do Conjunto da Maré, no Rio de Janeiro, exposto na Bienal de Arquitetura de Veneza, em 2004. Em 2006, recebeu o prêmio Arquiteto do Ano em 2006, concedido pela Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA) como reconhecimento pelo conjunto de seu trabalho.

FERNANDO FUÃO

Arquiteto e urbanista, professor titular da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Doutor em Projetos de Arquitetura Texto e Contexto pela Escola Técnica Superior de Arquitetura de Barcelona, trabalha com catadores, recicladores e moradores de rua na prática de projeto, pesquisa e extensão. É autor dos livros “Derrida e Arquitetura”, “Manual Construir e Reformar um Galpão de Reciclagem”, “A collage como trajetória amorosa”, “Galpões de reciclagem e a Universidade”, “Canyons” e “Arquiteturas fantásticas”.

GILSON PARANHOS

Arquiteto e urbanista, presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab-DF) e diretor da Associação Brasileira de Codhabs e Agentes Públicos de Habitação (ABC). Foi presidente nacional do Instituto dos Arquitetos do Brasil (IAB), secretário-geral do Conselho Internacional de Arquitetos de Língua Portuguesa (CIALP) e chefe da Assessoria de Relações Institucionais e Parlamentares do CAU/BR. É coautor do projeto doo Aeroporto de Confins e do Terminal 3 do Aeroporto de Guarulhos. Atuou ainda em projetos e obras da Rede Sarah.

ÍNDIO DA COSTA

Arquiteto e urbanista, presidente da Índio da Costa Arquitetura, Urbanismo, Design e Transporte e ex-servidor da Prefeitura do Rio de Janeiro, onde atuou no Departamento de Parques e Jardins e na Secretaria Municipal de Urbanismo. É autor dos projetos do Instituto Nacional de Metrologia (INMETRO), Sesc Madureira, Colégio Veiga de Almeida, Rio-Cidade Leblon e da Revitalização do Pier Mauá, todos no Rio de Janeiro. Recebeu a Comenda Oscar Niemeyer do Conselho Superior do IAB, o Prêmio Roberto Cláudio dos Santos Aflalo e Prêmio Sergio Bernardes, concedidos pela Associação Brasileira de Escritórios de Arquitetura (AsBEA) pelo conjunto de sua obra.

JAIME LERNER

Arquiteto e urbanista, fundador do Instituto Jaime Lerner e da Jaime Lerner Arquitetos Associados, ex-presidente da União Internacional dos Arquitetos (UIA). Foi três vezes prefeito da Cidade de Curitiba, onde liderou a revolução urbana que fez da cidade referência nacional e internacional em planejamento urbano, principalmente em transporte, meio ambiente, programas sociais e projetos urbanísticos; duas vezes governador do Estado do Paraná; é detentor do Prêmio Máximo das Nações Unidas para o Meio Ambiente, do UNICEF Criança e Paz, do 2001 World Technology Award for Transportantion, do 2002 Sir Robert Mathew Prize for the Improvement of Quality of Human Settlements, pela União Internacional dos Arquitetos, do Volvo Environment Prize 2004 e do prêmio Liderança em Transporte da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico de 2011; em 2010, nominado pela revista Time um dos 25 pensadores mais Influentes do mundo.

JORGE LUIZ ABRAHÃO

Empresário, coordenador-geral da Rede Nossa São Paulo e do Programa Cidades Sustentáveis. É membro do membro do Conselho da Sociotec Engenharia, do Conselho do Global Compact da Organização das Nações Unidas (ONU), do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da República (CDES), do Conselho do Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social, do Instituto Akatu pelo Consumo Consciente e da ONG Atletas pelo Brasil. Foi coordenador-geral do Fórum Empresarial de Apoio à Cidade de São Paulo e membro da Comissão Nacional para a Rio+20.

JORGE MÁRIO JAUREGUI

Arquiteto e urbanista, autor da reurbanização da Rua do Catete, da urbanização de mais de 20 favelas, de mobiliário urbano para a Zona Sul e de projetos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para os Complexos do Alemão e de Manguinhos, todos no Rio de Janeiro. Recebeu o Grande Prêmio da 4ª Bienal de Arquitetura de São Paulo, o Sixth Veronica Rudge Green Prize em Desenho Urbano da Universidade de Harvard, o Primeiro Prêmio de Investigação da 2ª Bienal de Santiago do Chile, e o título de doutor honoris causa pela Universidade Nacional de Rosário, na Argentina.

JOSENITA DANTAS

Arquiteta e urbanista, mestre em Arquitetura e urbanismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e suplente de conselheira do CAU/BR pelo Rio Grande do Norte. Consultora técnica em planejamento urbano e meio ambiente, foi superintendente do Instituto de Desenvolvimento Urbano e Regional; Diretora Técnica do Instituto de Planejamento Urbano de Natal (IPLANAT); e Diretora Técnica e Administrativa do Instituto de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte.

JÚLIO MORENO

Jornalista, especializado em questões urbanas, chefe da Assessoria de Comunicação Integrada do CAU/BR. Trabalhou na Folha de São Paulo, no Jornal da Tarde e na TV Cultura. Ocupou cargos de direção na Agência Estado e no Grupo Estado. Colaborou com diversas publicações da área de Arquitetura e Urbanismo. Fez parte de equipes vencedoras de quatro Prêmios Esso de Jornalismo, premiação brasileira mais prestigiada da área, duas como coordenador. Participou da Habitat 1, em Vancouver, e da Habitat 3, em Quito.

LUIZ ALBERTO OLIVEIRA

Físico, curador do Museu do Amanhã, mestre e doutor em Cosmologia pelo Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), onde atua como pesquisador. Ex-professor convidado da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), da Escola de Artes Visuais do Parque Lage e da Sociedade Brasileira de Psicanálise do Rio de Janeiro. Foi ainda consultor do pavilhão brasileiro da Exposição Mundial de 2000; da exposição sobre o Barroco da Mostra do Redescobrimento – Brasil+500; da exposição Humanidades 2012, na Rio+20; do Canal Futura; e do programa Globo Ciência.

MARCO ANTÔNIO FRANCELINO

Estudante de Arquitetura e Urbanismo na Universidade Federal de Alagoas (UFAL), diretor de Relações Externas da Federação Nacional dos Estudantes de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (FeNEA) e representante da instituição no Colegiado das Entidades Nacionais dos Arquitetos e Urbanistas (CEAU). Atuou como pesquisador de iniciação científica no projeto “Avaliação da produção habitacional de interesse social em Alagoas”. Atualmente colabora com a revista Drops, um periódico mensal do portal Vitruvius.

MARGARETH PEREIRA

Arquiteta e urbanista, professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Foi professora convidada do Institut d’urbanisme de Paris, do Institut Français d’urbanisme, da École des hautes études en sciences sociales, da Universidad Nacional de Colombia e da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas). Foi coordenadora do curso de Especialização em História da Arte e da Arquitetura no Brasil na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) e vice-decana do Centro de Letras e Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

MARIA ELISA BAPTISTA

Arquiteta e urbanista, conselheira do CAU/BR por Minas Gerais e professora da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG), onde é chefe do Departamento de Arquitetura e Urbanismo. É mestre em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e doutora em Urbanismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). É membro do Conselho Superior do Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento de Minas Gerais (IAB/MG), entidade da qual foi presidente entre 1992 e 1995.

MARIANA BARROS

Jornalista, co-criadora do Esquina, plataforma sobre cidades que realiza encontros, cursos, passeios, vídeos e transmissões ao vivo sobre temas urbanos. É autora do portal Habite São Paulo, que aborda anseios, problemas e soluções de quem tem uma metrópole como endereço. Trabalhou na revista Veja, onde escreveu o blog “Cidades sem Fronteiras” e apresentou o programa em vídeo “Veja Entrevista”, na revista Veja São Paulo e no jornal Folha de São Paulo. Foi editora das revistas especializadas aU e Wish Casa.

MAURO CALLIARI

Administrador, é mestre em Urbanismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie e doutorando em História da Arquitetura e do Urbanismo pela Universidade de São Paulo (USP). Foi vice-presidente da Editora Abril, presidente da Abril Educação, professor visitante da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e da Universidade Presbiteriana Mackenzie. É autor do livro “Espaço Público e Urbanidade em São Paulo”, membro do Conselho Participativo Municipal de São Paulo, defensor da “cidade andável” e conduz o Blog “Caminhadas Urbanas”, no portal do jornal Estadão.

MIRNA CORTOPASSI LOBO

Arquiteta e urbanista, mestre em Sistemas de Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas) e doutora em Geografia pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Professora aposentada da instituição, fundou o Centro Integrado de Estudos de Geoprocessamento. Foi coordenadora técnica do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC) e assessora especial da Presidência do CAU/BR. É membro do Conselho Superior do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e diretora da empresa Tese Tecnologia.

MV BILL

Rapper, escritor e ator. Nascido na Cidade de Deus, em 1999 lançou seu primeiro disco, “Traficando Informação”. Gravou outros três álbuns, “Declaração de Guerra”, “Falcão, O Bagulho é Doido”, e “Causa e Efeito”. Criou com Celso Athayde a Central Única das Favelas (CUFA), ONG que visa promover cidadania, educação, esporte e cultura nas favelas brasileiras. É coautor do livro Cabeça de Porco, lançado em 2005, e do documentário “Falcão – Meninos do Tráfico”, que se tornou conhecido nacionalmente após exibição no programa Fantástico, da Rede Globo, deu origem a um livro de mesmo nome.

NIVALDO ANDRADE

Arquiteto e urbanista, professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA), recém-empossado presidente nacional do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e coordenador-geral do encontro internacional ArquiMemória 5. Foi secretário executivo da Federação Pan-Americana de Associações de Arquitetos (FPAA). É membro do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural de Salvador e do Comitê Brasileiro do Conselho Internacional de Monumentos e Sítios (ICOMOS).

PAULO MARKUN

Jornalista, escritor e documentarista. Produziu 52 documentários sobre Arquitetura, Urbanismo e maneiras de morar dos brasileiros.

PAULO MENDES DA ROCHA

Arquiteto e urbanista, apontado como a maior representação da Escola Paulista de Arquitetura. Professor emérito da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (USP), é autor do projeto do Pavilhão Oficial do Brasil na Expo 70, em Osaka; do Museu Brasileiro da Escultura (MUBE), em São Paulo, que lhe valeu a indicação para o I Prêmio Mies van der Rohe de Arquitetura Latino-Americana, em 1987; da reforma da Pinacoteca do Estado de São Paulo, em 1993; do Centro Cultural da FIESP, em 1996; do Museu da Língua Portuguesa, em 2006; das novas instalações do Museu Nacional dos Coches, em Lisboa; e, mais recentemente, do Sesc 24 de Maio, em São Paulo. Recebeu em 2006 o prêmio Pritzker, tornando-se o segundo brasileiro a receber a maior honraria da Arquitetura mundial. Em 2016, recebeu pelo conjunto de sua obra, o Leão de Ouro da Bienal de Veneza e o Imperiale Praemium no Japão; e, neste ano, a Medalha de Ouro do Instituto Real de Arquitetos Britânicos (RIBA).

PAULO TIMM

Administrador, pós-graduado em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), superintendente-geral do Instituto Brasileiro de Administração Municipal (IBAM). Especializado em gestão governamental e administração municipal, tem trajetória profissional na instituição desde 1987. Participou da coordenação e do desenvolvimento de projetos que versavam sobre os diferentes ramos das políticas públicas, abordando os processos de trabalho transversais que tem em comum, como planejamento, orçamento, controle, recursos humanos e logística.

PRISCILA CEOLIN

Arquiteta e urbanista, especialista em Direito Urbanístico e Ambiental pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-Minas). Atua como autônoma no grupo Palete Parque, que visa divulgar, fomentar, projetar e instalar pelas cidades novas formas de utilização do espaço público além do desenvolvimento de produtos na Marcenaria Bem Simples, utilizando como principal matéria prima madeiras de reaproveitamento. Busca formas inovadoras de aplicar tecnologias sociais e baixo impacto ambiental no design de objetos, arquitetura e urbanismo.

RAUL JUSTE LORES

Jornalista, colunista da Folha de São Paulo, onde já atuou como repórter em Pequim, Washington e Nova York e foi editor de Mercado. Também colabora com a Foreign Policy, de Washington, e a Gatopardo, da Cidade do México. Em 2011, recebeu o Troféu da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) na categoria Difusão por reportagem sobre a importância da Arquitetura na construção de cidades justas, belas e ecologicamente equilibradas. É autor do recém-lançado livro “São Paulo nas Alturas”, que reconstitui a história e projetos dos expoentes do modernismo na Arquitetura paulista.

Roberto Simon

Arquiteto e urbanista, é vice-presidente da União Internacional dos Arquitetos (UIA) para as Américas e ouvidor-geral do CAU/BR. Formou-se na Universidade Federal do Paraná e fez seu mestrado na Universidade Federal de Santa Catarina, Estado que elegeu para desenvolver sua carreira profissional, onde mantem seu escritório de projetos desde 1982  e uma empresa incorporadora desde 2012. Em paralelo, teve intensa participação em atividades associativas da categoria. Foi ex-presidente do IAB/SC, conselheiro federal do CAU/BR na gestão fundadora. Participou mais de uma vez do Conselho da UIA e de várias comissões da entidade internacional de arquitetos.

SANDERLAND RIBEIRO

Arquiteto e urbanista, servidor do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, professor do Instituto Camillo Filho, ex-presidente do CAU Piauí e atual conselheiro federal coordenador da Comissão de Política Profissional do CAU/BR.

SÉRGIO MAGALHÃES

Arquiteto e urbanista, professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e presidente da Comissão Organizadora do 27º Congresso da União Internacionais de Arquitetos – UIA 2020 Rio. Foi presidente nacional do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), titular do escritório MBPP Arquitetos Associados e da SMC Consultoria. Atou ainda como subsecretário de Urbanismo e secretário de Habitação da Prefeitura do Rio de Janeiro; e subsecretário de Desenvolvimento Urbano do Estado do Rio de Janeiro.