CATEGORIA

12. Análise de RRT pelo CAU

Acontecerá em apenas duas situações:

 

12.1. Análise de requerimento novo

Serão feitas análises apenas de RRT Derivado, RRT Extemporâneo e RRT de atividade técnica realizada no exterior, porque requerem uma verificação documental prévia.

 

12.2. Análise de baixa, cancelamento e nulidade de RRT

A baixa do RRT não precisará mais de aprovação do CAU e poderá ser feita pelo arquiteto e urbanista diretamente no SICCAU.

 

As exceções são as baixas motivadas: em caso de comprovada omissão do profissional; em caso de falecimento do profissional; ou quando o arquiteto e urbanista tiver seu registro suspenso ou cancelado. Os pedidos de cancelamento e nulidade de RRT serão obrigatoriamente analisados pelo CAU. Em médio prazo, será exigida a Certificação Digital do profissional para a baixa.

 

BAIXAR O GUIA DO RRT COMPLETO EM PDF

 

<- VOLTAR PARA O SUMÁRIO

MAIS SOBRE: CATEGORIA

0 resposta

  1. Parabéns pela iniciativa !
    O acervo do IAB-RS teria significativo complemento com o acervo da Comissão de Graduação do curso de Arquitetura e Urbanismo. Quando fui Coordenador de Graduação existiam documentos ( preservados ateh então pela Profa. Ana Busko) que descreviam a estrutura do curricular do inicio do curso de Arquitetura da UFRGS. Tanto quanto sei, não existe projeto para a preservação desta documentação no âmbito da Faculdade de Arquitetura

  2. Excelente notícia. O IAB/RS possui uma história rica na defesa da Arquitetura, do Urbanismo e do Direito à Cidade. Uma iniciativa muito importante para a preservação do legado de inúmeros Arquitetos e Arquitetas que fizeram a história do IAB. Parabéns.

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

ATENDIMENTO E SERVIÇOS

Central de Atendimento do CAU/BR não funcionará na Sexta-feira Santa

ACERVOS

Seminário TOPOS:  CAU/BR e FAU/UnB promovem debate sobre a importância de acervos e arquivos de urbanismo no país 

#MulherEspecialCAU

“Arquiteta, na solidão da sua profissão, seu nome pede valorização!”, defende Tainã Dorea

Assistência Técnica

Mais médicos/Mais arquitetos: mais saúde para o Brasil (artigo de Nadia Somekh no portal do Estadão)

Pular para o conteúdo