CATEGORIA

15 DE DEZEMBRO – Conselho quer valorizar patrimônio histórico

 

À margem direita do Rio Branco, onde a cidade de Boa Vista começou, está a “Casa de Petita Brasil”, patrimônio histórico cultural tombado pela Prefeitura de Boa Vista. Uma das pautas de 2015 foi a discussão em torno da conservação de edificações que representam a história do estado. Por isso, no dia 15 de dezembro – data em que se celebra o aniversário de Oscar Niemeyer (maior ícone da arquitetura do país) e instituída para lembrar profissionais do segmento – o Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Roraima (CAU/RR), começa uma campanha para valorizar a conservação do patrimônio histórico.

 

A casa foi construída em 1892, por Bento Ferreira Marques Brasil, avô de Petita Brasil e foi passada de geração a geração. A edificação é rústica a começar pelo baldrame (porão da casa) feito de pedra jacaré (natural de Roraima), os traços da fachada remetem ao princípio das construções do estado. Detalhes internos lembram as histórias do início da capital, inclusive com móveis antigos da época. Lugar adequado para começar as homenagens e valorização de outras edificações da cidade.

 

No mesmo lugar onde está a “Casa de Petita Brasil” há o monumento em homenagem aos pioneiros que chegaram para povoar a cidade. Nomes de famílias que constituem o povo de Roraima, como: Mota, Brasil, Magalhães, Dias, Cruz, Pinheiro, Souza Cruz, Vasconcelos, Cavalcante, Duarte, Terêncio Lima, Sampaio, Matos, Rodrigues, Melo, Queiroz, Souto Maior, Lago, Fraxe, Figueiredo, Abdala e a Xaud.

 

É neste momento, segundo o Conselho, que se começa a olhar a história urbana de Boa Vista – o que faz parte do papel do CAU/RR, além de valorizar a profissão, fiscalizar obras e criar políticas públicas junto às instituições do estado e dos municípios para conforto social e valorização da profissão.

 

“Nosso papel é fiscalizar obras e dar conforto à sociedade. E no gancho do conforto está o papel social do Conselho, da memória do nosso povo. Em todas as cidades do Brasil há a conservação de patrimônios históricos e sabemos que o Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico Nacional) faz bem seu papel, mas precisamos trabalhar juntos para preservar nossas memórias e conseguir resultados surpreendentes”, disse a presidente em exercício do CAU/RR, Perpétua Barbosa.

 

Manual do Arquiteto e Urbanista – Em meio às comemorações do Dia do Arquiteto e Urbanista, o CAU/Brasil lança no dia 15 de dezembro o Manual do Arquiteto e Urbanista, um guia para a vida profissional com informações claras sobre as normas e leis que orientam o exercício da Arquitetura e do Urbanismo. Tudo com ilustrações do cartunista Paulo Caruso, que é arquiteto e urbanista por formação. O que pode ser baixado no site do CAU/Brasil, www.caubr.gov.br.

 

A publicação traz, em 112 páginas, as principais informações que dizem respeito à prática legal da Arquitetura e do Urbanismo no Brasil desde o ensino, passando pela legislação trabalhista e até as normas que regem o bom exercício profissional, como o Registro de Responsabilidade Técnica (RRT), o Código de Ética e Disciplina dos Arquitetos e Urbanistas e as Tabelas de Honorários de Serviços de Arquitetura e Urbanismo.

 

Há ainda informações sobre Salário Mínimo Profissional, Normas da ABNT e legislações urbanas e ambientais. A primeira tiragem é de 2.000 exemplares, com distribuição gratuita a ser realizada pelos CAU/UF a partir de 2016.

 

 

PROGRAMAÇÃO
18 de dezembro
Baile dos Arquitetos

 

19h00 – Recepção de convidados ao som ambiente: Cantora Cláudia Lima e o músico Orlando Jr.

– I Exposição de Arquitetura e Urbanismo: alunos e arquitetos (UFRR) – 10 painéis: fotografias e projetos de obras executadas e não-executadas;

 

 

20h00 – Abertura

– Vídeo do Casarão de Petita Brasil (7 minutos);

– Homenagem ao primeiro arquiteto de Roraima, Pedro Fernandes;

– Apresentação Cantora Lourdinha Ferreira – Hino Cultural do Estado “Roraimeira”

– Apresentação Dança do Ventre, com Aziza Zayn – em homenagem às famílias de Roraima – Música: Hadak Leila

 

Publicado em 09/12. Fonte: CAU/RR

MAIS SOBRE: CATEGORIA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

ATENDIMENTO E SERVIÇOS

Central de Atendimento do CAU/BR não funcionará na Sexta-feira Santa

ACERVOS

Seminário TOPOS:  CAU/BR e FAU/UnB promovem debate sobre a importância de acervos e arquivos de urbanismo no país 

#MulherEspecialCAU

“Arquiteta, na solidão da sua profissão, seu nome pede valorização!”, defende Tainã Dorea

Assistência Técnica

Mais médicos/Mais arquitetos: mais saúde para o Brasil (artigo de Nadia Somekh no portal do Estadão)

Pular para o conteúdo