PATRIMÔNIO HISTÓRICO

9º FIPA aponta a responsabilidade dos arquitetos e urbanistas como construtores do patrimônio do futuro

 

A última mesa do 9º Fórum Internacional de Patrimônio Arquitetônico Brasil – Portugal oportunizou um panorama dos desafios das cidades e dos profissionais que atuam na proteção do patrimônio histórico. Mais do isso, evocou o compromisso dos profissionais da arquitetura e urbanismo com a preservação da história e a construção do futuro das cidades. A partir da palestra do Presidente da União Internacional de  Arquitetos –UIA, José Luis Cortes, autoridades e representantes de organizações da arquitetura e urbanismo nos países lusófonos em três continentes foram convidados a apresentar reflexões finais após três dias de intensos debates em São Luís do Maranhão. 

 

 

Diante de um público formado essencialmente por arquitetos e urbanistas que se dedicam a atuar na preservação do patrimônio e estudantes presentes no auditório da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Estadual do Maranhão, o presidente da UIA saudou o interesse do público jovem. “Este é um momento histórico de renovação e é muito bom ver tanta gente jovem, pois são a esperança do mundo”, afirmou.

 

Apontando paradigmas da arquitetura contemporânea, Cortes resgatou os temas urbanos recentemente colocados em cheque pela pandemia da covid-19 em todo o mundo. “Por falta de preparo, morreram seis milhões no mundo e isso muito tem a ver com a arquitetura”, afirmou. Destacando que a arquitetura sempre teve um lugar preponderante na história, o presidente apontou como desafio urgente e estratégico oferecer respostas às questões climáticas e ambientais. “A arquitetura neste momento precisa definir quais são seus paradigmas e um dos maiores é a relação do meio construído com o meio natural. Sem descarbonizar o mundo e entender como mitigar os danos ambientais, não podemos saber como será a arquitetura no futuro”, afirmou. 

 

José Luis Cortes: “Os países dilapidam seus recursos por que querem copiar modelos que não lhes corresponde”

 

Para comentar o discurso do presidente da UIA, a organização do 9º FIPA convidou a Coordenadora Geral FIPA–BR e professora da FAU/USP, Maria Rita Amoroso; a presidente CAU Brasil, Nadia Somekh; a coordenadora geral FIPA–PT/UA, Alice Tavares; o presidente do Conselho Internacional de Arquitetos Língua Portuguesa – CIALP, Rui Leão; o coordenador da União das Cidades Capitais Língua Portuguesa UCCLA, Rui Lourido; e o diretor geral do DGPC-PT, João Carlos Santos. A mesa contou com mediação do presidente do Congresso UIA RIO 2021 Sergio Magalhães, professor da UFRJ e do IAB.

 

Nadia Somekh: “O CAU vem defendendo a assistência técnica de interesse social para o patrimônio, para beneficiar a população mais pobre”

 

Diante dos desafios colocados por Cortês, a presidente Nadia Somekh procurou apontar caminhos para que a arquitetura e urbanismo façam frente aos desafios que colocam em risco o patrimônio e também o futuro das cidades. A presidente relatou as ações que vem sendo empreendidas pelo CAU e destacou o Projeto Amazônia 2040. “Este projeto traz a perspectiva de atender aos desafios que foram colocados aqui, apontando possibilidades concretas de sustentabilidade, repensando os materiais que podemos utilizar”, afirmou. O fomento à Assistência Técnica em Habitação de Interesse Social (ATHIS) é outra matriz de atuação do CAU, convergindo em soluções para a proteção do patrimônio e para enfrentar a baixa qualidade das moradias no país. A presidente também informou que a partir desta edição, o FIPA passou a integrar o calendário oficial do CAU Brasil.

 

Maria Rita Amoroso: “Nossas cidades já tem muitas construções. Estamos consumindo o planeja. Sustentabilidade é utilizar o que já temos, e o patrimônio traz essa questão do reuso”

 

Rui Leão: “Cada país precisa identificar a sua narrativa em relação ao século XX. Isso é importante por que há tipologias de arquitetura que não estão nos livros de história”

 

Alice Tavares: “Ser arquiteto é uma aprendizagem contínua, principalmente com todas as alterações que temos que lidar o tempo todo”

 

Rui Lourindo: “A arquitetura está a serviço das pessoas, mas de todas as pessoas, e não apenas das que tem dinheiro para comprar as casas”

 

João Carlos dos Santos: “Neste momento, nós estamos construindo o património do futuro. É necessário educar e formar equipes para trabalhar nesta área”

 

Sergio Magalhães: “Nossa responsabilidade como arquitetos não é algo trivial. (…) Até o final de 2030, o Brasil vai construir mais da metade do que já construiu até hoje em domicílios urbanos. Estes novos domicílios vão reforçar as condições de hoje ou o novo modelo de cidade que desejamos?”

 

A mesa teve transmissão ao vivo pelo canal da Fundação Municipal de Patrimônio Histórico de São Luís/MA (FUMPH) no Youtube.

 

ASSISTA!

 

O 9ª FIPA Brasil – Portugal aconteceu entre os dias 14 e 16 de junho na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Estadual do Maranhão, no centro histórico da capital maranhense. O evento contou com o apoio do CAU Brasil, CAU/MA, União Internacional dos Arquitetos (UIA),  Fundação Municipal de Patrimônio Histórico (FUMPH) e Prefeitura Municipal de São Luís/MA. A próxima edição acontece em Évora em junho de 2024.

 

LEIA TAMBÉM:

 

II SEMINÁRIO NACIONAL DE PATRIMÔNIO HISTÓRICO: ARQUITETOS E URBANISTAS HOMENAGEIAM DORA ALCÂNTARA NO SEU ANIVERSÁRIO DE 92 ANOS

 

FIPA BRASIL-PORTUGAL: DESAFIOS E CONQUISTAS NA PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO SÃO DEBATIDOS EM SÃO LUÍS (MA)

 

BOAS PRÁTICAS PARA A PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO NO PALCO DO 9º FIPA BRASIL – PORTUGAL, EM SÃO LUÍS

 

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

17 de agosto: Dia Nacional do Patrimônio Histórico serve como um alerta em prol de políticas de preservação cultural

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

CAU Brasil instala Câmara Temática de Patrimônio Histórico

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

Carta de São Luís é aprovada no 9º FIPA com foco na valorização do patrimônio e do bem-estar urbano

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

No Centro Histórico de São Luís, CAU Brasil cria Câmara Temática de Patrimônio

Pular para o conteúdo