CATEGORIA

Alexandre Chan, projetista da Ponte JK, é homenageado em Brasilia

 

Em solenidade realizada no dia 02/06/2015, a Câmara Legislativa do Distrito Federal entregou o título de Cidadão Honorário de Brasília ao arquiteto Alexandre Chan, autor do projeto da ponte JK. A solenidade será presidida pela vice-presidente, deputada Liliane Roriz (PRTB), autora do projeto da homenagem.

 

O projeto de Alexandre Chan foi o primeiro colocado em concurso público de projeto promovido pela Terracap, em 1998, organizado pelo IAB-DF, na época presidido por Haroldo Pinheiro, atual presidente do CAU/BR.

 

“Essa é uma homenagem espetacular, sou muito grato á cidade”, disse o arquiteto ao receber o título. Ele fez questão de lembrar aqueles que possibilitaram a existência da ponte, desde o IAB, “que enfrentou dificuldades burocráticas e políticas na defesa do resultado do concurso”, até o atual senador Cristovão Buarque (PDT), que administrava Brasília na época do certame, e o ex-governador Joaquim Roriz, responsável pela construção, inaugurada em 2002.

 

A estrutura, com extensão de 1200 metros, sobre o lago Paranoá, liga o Eixo Monumental à QL-26 do Lago Sul. No edital do concurso, referências como “monumentalidade e marco de articulação urbana”, exigiu do projeto uma maior presença estética e uma solução estrutural mais elaborada. Em 2003 o projeto da ponte, assim como o projeto de sua iluminação, também de autoria de Chan, ganharam a Medalha Gustav Lindenthal, outorgada pela Sociedade dos Engenheiros do Estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos, o que lhe rendeu a fama local de “a ponte mais bonita do mundo” pela população brasiliense. Hoje ela é uma das principais atrações turísticas da cidade.

 

EFICÁCIA DOS CONCURSOS – Para Haroldo Pinheiro,  a homenagem ao colega, além de merecida, é mais uma prova da correção do concurso de arquitetura como modalidade de licitação de obras públicas.

 

Na solenidade, ele lembrou que a homenagem é prestada por uma cidade que nasceu de um concurso de projetos, ganho por Lucio Costa, e que com menos de quarenta anos de existência foi tombada como patrimônio da humanidade. Lembrou também que próprio prédio da Camara Legislativa, da autoria do escritório Projeto Paulista, foi objeto de concurso.

 

“O concurso de arquitetura proporciona o desenvolvimento científico, tecnológico e social do país, ensejando a melhoria dos espaços públicos e seus entornos como ressalta a UNESCO nas cartas que o recomendam. Cartas, aliás,  assinadas pelo Brasil, cuja Lei de Licitações considera o concurso como a modalidade preferencial para projetos de arquitetura e urbanismo, o que infelizmente ainda é pouco empregado”, diz o presidente do CAU/BR.

 

“Além disso, o concurso democratiza o acesso ao trabalho, permitindo que jovens talentos concorram em igualdade de condições com profissionais já consagrados”.

 

Alexandre Chan

 

ALEXANDRE CHAN – Nascido no Rio de Janeiro, formou-se na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), onde entrou como primeiro colocado no vestibular. Foi um dos fundadores da Associação dos Arquitetos, no início da década de 1970, que deu origem ao Sindicatos dos Arquitetos do Rio.

 

Especializado em projetos de grandes volumes, Chan concebeu também o Complexo Rio Sul (shopping e torre de escritórios), o “piscinão de Ramos” e a Ponte do Saber,de 2012, que liga a ilha do Fundão ao continente, primeira ponte estaiada da cidade.

 

Segundo ele, seus projetos mais atuais buscam conciliar ambiente e contexto socioeconômico, associando-se a fundações, empresas, empreendedores ambientais, construtoras, órgãos governamentais e empresas de terceiro setor.

 

 

Publicado em 03/06/2015.

MAIS SOBRE: CATEGORIA

18 respostas

  1. Chan, vc é o orgulho da turma de 1965. Continue conquistando prêmios. Estaremos na torcida. Parabéns.

    1. Davi

      Nossas ações podem liderar ou participar de muitas equipes multidisciplinares. Prosseguimos vendendo isso.
      Obrigado.

      Abraços

    2. Monsanto,

      Valeu ! Obrigado pelo incentivo.
      Abraços
      (parece que sua resposta vai sair misturada com a do Davi)

  2. Muito importante uma homenagem dessas para mostrar para a sociedade, que os arquitetos tem uma atuação bem mais ampla
    do que simples projetos de habitações e interiores. Parabéns ao arquiteto Alexandre Chan pelo arrojo dos seus projetos e particularmente pela Ponte JK. HOMENAGEM MAIS QUE MERECIDA.

    1. Davi
      Nossas ações podem liderar ou participar de muitas equipes multidisciplinares. Prosseguimos vendendo isso.
      Obrigado.
      Abraços

  3. Parabéns colega.Sou da turma de 1966 da UFRJ na Cidade Universitária do RJ, onde estivemos próximos durante quatro anos e acompanhei posteriormente sua atuação no projeto e construção do empreendimento RIO SUL na cidade do Rio de Janeiro.

    1. Olavo,

      Sim e a caminhada continua. Espero revê-lo um dia. Obrigado pela atenção.

      Abraços

  4. A ponte é maravilhosa. Quando estive em Brasília a visitei durante o por do sol. Fantástico!
    Parabéns pela homenagem.

  5. Obrigado a CAU pela valorização dos concursos de arquitetura e pelo destaque a este membro.

    Alexandre Chan

    1. boa tarde ,sou estudante de arquitetura e urbanismo da universidade Unisuam em bonsucesso RJ,e nosso grupo teve o prazer de ser escolhido para fazer a maquete da ponte do saber,gostaria muito de ter seu contato para ter mais informações sobre a construção da ponte e seria muito bom que o senhor pudesse fazer uma palestra na Unisuam sobre a construção da ponte.teríamos um imenso prazer em recebe-lo,o coordenador do nosso curso é Marcelo Gomes,para contato [email protected],e parabéns pela mais uma grande obra,desde já agradeço essa oportunidade.

    2. Olá, sou Mônica Bernardes, Designer de joias de Brasília e queria fazer contato com Alexandre Chan. Busquei no Instagram e não consegui. Pode me ajudar?
      Meu Instagram para contato via direct @monicabernardesjoias

  6. É de uma beleza sinfônica essa sua ponte arquiteto Chan. Parabéns Brasília merece.

  7. Caríssimo Chan fomos contemporaneos da FNA, nossa turma é de 1968, acompanhamos seus belos trabalhos desde o Burlamaqui e o parabenizamos pela exponencial ponte de Brasilia…
    Parabéns e receba nosso melhor abraço

  8. Grande Chan, sua capacidade profissional e simplicidade como pessoa são os grandes diferenciais das suas obras. Aqueles que tiveram, tem ou terão oportunidade de conviver com essa mente brilhante são testemunhas das minhas palavras. Infelizmente não pude ir a solenidade o que muito me chateou. Queria poder abraça-lo, cumprimenta-lo, não como o homenageado, mas como o amigo.
    marquinhos

  9. Chan, aqui vai mais um abraço do colega de 1965, amigo e admirador de sempre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CATEGORIA

Dia Mundial da Arquitetura lança chamado internacional por comunidades resilientes

CATEGORIA

Comemorações dos 10 Anos do Código de Ética e Disciplina do CAU Brasil impulsionam debates sobre o futuro da Arquitetura e Urbanismo

Assistência Técnica

Mais médicos/Mais arquitetos: mais saúde para o Brasil (artigo de Nadia Somekh no portal do Estadão)

CATEGORIA

Sir David Alan Chipperfield vence o Prêmio Pritzker 2023

Skip to content