CAU/BR

Amapá recebe IV Seminário Nacional de Empreendedorismo em Arquitetura e Urbanismo

 

Realizado nos dias 4 e 5 de junho de 2018, o IV Seminário Nacional de Empreendedorismo em Arquitetura e Urbanismo, promovido pelo CAU/AP e pelo CAU/BR, objetivou o incentivo ao empreendedorismo e assistência técnica em habitação de interesse social (ATHIS) aos profissionais arquitetos e urbanistas e acadêmicos.

 

O evento foi iniciado pela composição da mesa diretora, contanto com a presença do presidente do CAU/AP César baleiro, o vice-presidente do CAU/BR, Guivaldo Baptista, João Henrique Pimentel, ex-prefeito e atual Secretário de Estado da SDC, e o subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Administrativos e Institucionais do Ministério Público do Amapá (MP-AP), Nicolau Crispino.

 

 

“Além de esclarecer dúvidas dos presentes e o aprimoramento técnico dos profissionais que atuam em construções voltadas para a população mais carente, como conjuntos habitacionais, este tipo de encontro é fundamental na evolução do setor. Estou feliz por participar deste seminário e parabenizo seus realizadores pela iniciativa. Podem contar com o apoio do Ministério Público do Amapá”, explicou Nicolau Crispino durante o seu pronunciamento.

 

“O Seminário estimulará os profissionais e acadêmicos a verem a habitação de interesse social com outro olhar e incentivá-los a trabalhar essa produção”, comentou Guivaldo Baptista evidenciando a importância do evento para o incentivo ao empreendedorismo na área de ATHIS em atuação dos arquitetos e urbanistas amapaenses.

 

Finalizando a representação da mesa Selene, o presidente do CAU/AP, César Balieiro comentou a relevância da colaboração de órgãos fiscalizadores, como o MP-AP, no trabalho conjunto objetivando a melhoria da área de atuação dos profissionais no Estado. “A gente vê muitas pessoas executando a Arquitetura de forma ilegal. Profissionais que não estão regulares com o Conselho, outros que não têm a formação e estão atuando no mercado. O CAU/AP procura tratar isso com cuidado e esse seminário é o primeiro passo da intensificação deste trabalho”.

 

Em destaque da programação, a palestrante Lailla Oliveira do SEBRAE/AP, demonstrou na Palestra “Empreendedorismo na Arquitetura”, os caminhos para inovar na implementação de pequenos negócios, como incentivo aos profissionais, dando exemplos de sucesso no empreendedorismo. Em especial apresentando sobre o programa SEBRAETEC que é o serviço especializado em inovação do SEBRAE, promovendo o acesso a informações e soluções inovadoras do programa. A arquiteta Laís Santos comentou que a palestra do SEBRAE focou na realidade dos profissionais e nas deficiências que pode ser suprido nesse mercado, tornando uma experiência enriquecedora.

 

Dando sequencia a programação do Seminário, a palestra “ATHIS e o Empreendedorismo” apresentada pelo empreendedor Fernando Assad, de São Paulo – SP, levou ao público o conhecimento acerca do Programa Vivenda, uma empresa focada em tornar acessível, inclusive para pagamento, todo o processo envolvendo reforma, elaboração do projeto, até a finalização da obra, possuindo o objetivo de oferecer o acesso a uma vida melhor, de forma rápida e sem burocracia. O foco do negócio são clientes que moram e bairros periféricos e favelas.

 

O administrador Fernando Assad, sócio do empreendimento, abordou as ideias inovadoras iniciais e perspectivas para o crescimento da empresa, as fases do processo construtivo do projeto, as dificuldades enfrentadas e as soluções encontradas que consolidaram a empresa, sendo referência atual de empreendedorismo na arquitetura social. Para conhecer mais sobre o Programa Vivenda acesse: http://programavivenda.com.br/.

 

“Fiquei fascinada pela proposta desse projeto, pois a arquitetura é uma área vista como algo muito elitizado e fora do alcance dos menos favorecidos e é exatamente isso que o Programa Vivenda traz a oportunidade de qualquer pessoa sonhar e realizar o sonho de viver em um lugar bonito, seguro e planejado, possibilitando ao morador visualizar como o projeto ficará na sua casa. Outro diferencial é o parcelamento, totalmente acessível a qualquer pessoa interessada”, demonstra a acadêmica de arquitetura e urbanismo Mary Gomes.

 

A realização desta palestra evidenciou a importância da valorização da ampla atuação dos profissionais arquitetos e urbanistas, dando orientação e mostrando exemplo de sucesso de empreendedorismo na área da arquitetura, trazendo a todos o incentivo da Assistência Técnica em Habitação de Interesse Social como suporte ao atendimento a famílias de baixa renda, com objetivo de propor maneiras possíveis e viáveis a partir de iniciativas na prestação de serviços empreendedores de atuação na área social.

 

Em seguida, Josemée Lima, coordenadora da Comissão de Política Profissional do CAU/BR, abordou sobre o papel do Conselho de Arquitetura e Urbanismo no estímulo da Arquitetura Social. Trazendo a relevância da Assistência Técnica, ressaltando o incentivo dentre os profissionais da área, na ampliação e na democratização do mercado de trabalho profissional de arquitetos e urbanistas como forma de atuação no interesse público.

 

 

Ainda tendo em vista o incentivo da Assistência Técnica, foi apresentado ao final do evento o Projeto de Extensão Assistência Técnica em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Amapá (ATAU-UNIFAP), que pretende mobilizar a Lei 11.888/2008 com o intuito de atender famílias de baixa renda moradoras de Macapá-AP.

 

O projeto apresentou como palestrante a Prof. Mª. Marcelle Vilar, representando a iniciativa que pretende atrelar ao projeto da MCMV, do Conjunto Habitacional Mestre Oscar, que foi entregue no ano de 2013, projetos de reformas com acompanhamento técnico, contando com o apoio acadêmico da UNIFAP na pesquisa relativa à doutrina multiplicadora da assistência técnica, sendo levada em consideração a metodologia aplicada em decorrência das etapas aplicadas ao conjunto.

 

O projeto foi iniciado no ano de 2016 e não apresentava uma definição específica da demanda, a metodologia partia do pressuposto de uma articulação com o poder público local para definição da mesma. Além dos projetos de reforma das casas, os espaços públicos são abrangidos pela proposta com o apoio dos moradores na elaboração de um centro comercial no bairro, além da qualificação de uma praça contemplando o espaço de lazer dos moradores. Para mais informações sobre o Projeto de Extensão, visite a página no portal da UNIFAP: http://www2.unifap.br/atau/

 

 

O encerramento do evento se deu por meio do debate na presença dos palestrantes e da mediação do presidente do CAU/AP, Cesar Balieiro, com a participação do público sobre os temas discutidos durante as palestra do evento, dirimindo dúvidas da plateia, dando espaço para a participação e na contribuição de todos.

 

O evento foi uma oportunidade de orientação e direcionamento para os novos profissionais que entrarão no mercado de trabalho. “Tinha muita dúvida antes sobre o empreendedorismo, e depois da palestra abriu os meus horizontes, hoje eu posso ver que o empreendedorismo dentro da arquitetura é algo que vem ser mais uma opção, um leque que se abre para nós” relatou o acadêmico Márcio Bastos.

 

Elevando o prestígio na realização do IV Seminário de Empreendedorismo, estiveram presentes os conselheiros do CAU/BR, Emerson do Nascimento, representante do CAU/MA; Ricardo Martins do CAU/SC; Josemée Lima, conselheira federal do CAU/AL; e Guivaldo Baptista do CAU/BA; assim como representantes do CAU/AP e as autoridades da Secretaria das Cidades e do Ministério Público.

 

 

“Esse evento é importante para estimular os profissionais da Arquitetura e Urbanismo e os acadêmicos a ver a habitação de interesse social no Brasil com outro olhar e tomar parte dessa produção. É uma fatia do mercado que está plenamente fraqueada ao profissional para que ele empreenda”, afirma Emerson do Nascimento, coordenador-adjunto da Comissão de Políticas Públicas do CAU/BR.

 

O IV Seminário Nacional de Empreendedorismo em Arquitetura e Urbanismo reuniu um público de aproximadamente 200 pessoas, entre profissionais arquitetos e urbanistas, acadêmicos de faculdades do estado e empresas. O evento representou um marco para o empreendedorismo na área de arquitetura do Estado do Amapá.

 

 

Em programação especial foi realizado no dia 04/06 (segunda-feira) no turno da manhã, a visita técnica com os conselheiros convidados do CAU/BR, juntamente com os conselheiros do CAU/BR, a Professora Marcelle Vilar e alguns alunos envolvidos no Projeto de Extensão, para conhecer a realidade existente no Conjunto Habitacional Mestre Oscar, que tem por objetivo prestar assessoria técnica para famílias de baixa renda na apresentação de projetos de reforma de casas, tendo o acompanhamento do morador Rafael Maia da durante toda a visita.

 

 

Fonte: CAU/AP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CAU/BR

CAU/BR aponta protagonismo feminino na arquitetura e urbanismo durante 98º ENIC

CAU/BR

Comissões do CAU/BR debatem temas de interesse dos arquitetos e urbanistas

EVENTOS

Patrícia Sarquis Herden é presença confirmada no 3º Fórum Mundial Niemeyer 

CAU/BR

CAU/BR celebra uma década dos primeiros empregados públicos efetivos

Pular para o conteúdo