CAU/BR

Haroldo Pinheiro é reeleito presidente do CAU/BR – mandato vai até 2017

 

 

 

O arquiteto e urbanista Haroldo Pinheiro foi reeleito hoje (08/01) presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (BR). O novo mandato compreende o triênio 2015-2017. Em seu primeiro pronunciamento após o pleito, ele declarou que “temos que trabalhar com mais força ainda para quem servimos: à sociedade e à profissão”.

 

A eleição ocorreu durante a 38ª. Plenária Ordinária do CAU/BR realizada em Brasília, conduzida pelo presidente interino Renato Nunes (conselheiro por SP, decano do colegiado). Como primeiro vice-presidente foi eleito Anderson Fioreti (ES), novo coordenador da Comissão Planejamento e Finanças, e como segundo vice-presidente Fernando Costa (RN), novo coordenador da Comissão de Ensino e Formação.

 

Ao centro, o presidente interino, Renato Nunes

 

Compareceram os 28 eleitores, sendo 27 representantes dos CAU/UF e um representante das Instituições de Ensino Superior. O resultado final da eleição para presidente foi de 15 votos para Haroldo Pinheiro (DF), 12 para Napoleão Ferreira da Silva Neto (CE) e um voto nulo.

 

Haroldo Pinheiro é arquiteto e urbanista formado pela Universidade de Brasília (1980). Entre seus principais trabalhos, é autor do projeto e membro da direção da obra de ‘retrofit’ do Palácio do Congresso Nacional, em Brasília, com supervisão de Oscar Niemeyer; coautor do anteprojeto de Arquitetura e Urbanismo para alteração no centro urbano de Brasília (Setor Habitacional Norte e Setor de Diversões Norte), com Lucio Costa; e atuou em inúmeros projetos e obras com o arquiteto João Filgueiras Lima (Lelé), fundando, em sociedade, o Instituto Habitat. Foi presidente nacional do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e membro do Conselho Superior da União Internacional dos Arquitetos (UIA). Foi o presidente da gestão fundadora do CAU/BR (2011/2014).

 

Ética

 

Após a eleição, Napoleão Ferreira foi o primeiro a se pronunciar. Ele, que anteriormente já dissera que essa seria uma eleição entre amigos, “que mesmo com disputa de ideias, mantem um elevado grau de civilidade”, complementou ao final que “tivemos aqui um debate interessante que inaugura a etapa do amadurecimento do Conselho”. Lembrou, em particular, a necessidade do cumprimento rigoroso do Código de Ética e Disciplina editado em 2013 após cerca de 18 meses de discussões em seminários regionais e nacional.

 

Napoleão Ferreira, ao defender sua candidatura

 

“Não podemos repetir o que as TVs estão mostrando nesses últimos dias com denúncias na área médica em que nenhuma vez se citou a existência ou se ouvir o conselho profissional da área”. Napoleão Ferreira  lembrou também iniciativas dissimuladas para a criação de uma agência reguladora para as profissões que pode levar à extinção dos conselhos. “Esse é mais um desafio que o presidente Haroldo terá que enfrentar e certamente contará com o apoio consensual dos conselheiros federais”.

 

Em seu primeiro pronunciamento na condição de presidente reeleito, Haroldo Pinheiro concordou o tema da ética é, de fato, um dos fundamentos da existência de um conselho profissional e que o CAU não pode relaxar a respeito, postergando a tramitação de processos e julgamentos de colegas.

 

“Temos que assumir a responsabilidade que a sociedade nos delegou”, lembrando que em recente viagem à Russia chegou a ser questionado sobre a demora no julgamento de um caso de desabamento de uma obra, em São Paulo, com a ocorrência de dez mortes, mesmo existindo réu confesso.

 

Diálogo

 

“Fico honrado por ter ter sido reeleito, missão que acolho com alegria e emoção”, continuou Haroldo Pinheiro.  Lembrando famosa frase do escritor espanhol Ortega y Gasset (“o homem é o homem e sua circunstância”), Haroldo Pinheiro lembrou que no primeiro ano “a nossa circunstância era dura e o CAU teve que tomar decisões de forma rápida, para não caminhar para o abismo no day-after do desligamento do sistema Confea/CREA”. Foram, ressaltou, “decisões importantes, mas em nenhum momento unilaterais, jamais por um ou dois votos de diferença, mas larga maioria e em sessões da plenária ampliada, que reúne os conselheiros federais e os presidentes estaduais”.

 

Haroldo Pinheiro em seu primeiro pronunciamento após a reeleição

 

 

“Isso não significa que não podemos evoluir, fazer correções de rumos agora que as circunstâncias são outras, pois já temos um Conselho estruturado em todo país, com funcionários concursados na maioria dos Estados, prestando serviços normalmente à sociedade e aos profissionais. Devemos continuar arriscando e inovando, por exemplo, com a discussão mais profunda e consequente das normas expedidas pelas resoluções do CAU/BR para serem operacionalizadas pelos CAU/UF”.

 

Nesse sentido, ele  lembrou que os meios de comunicação interativos do CAU/BR (site e redes sociais), coordenados pela Asssessoria de Comunicação Integrada,  têm sido importantes para canais de captação das opiniões dos profissionais. “A Assessoria tem sido orientada a cada nova resolução da Plenária entrevistar o coordenador da comissão e antes de mais nada perguntar o que aquela decisão interessa aos arquitetos e urbanistas. Em alguns casos, nossos site e a página no Facebook acumularam dezenas de comentários negativos, outras que foram repassadas às comissões, mas infelizmente não tivemos a colaboração para responder a todos”.

 

Nesse novo triênio, diz Haroldo Pinheiro, será preciso maior atenção a esse diálogo com os profissionais, usando ainda mais os meios de comunicação, trazendo a visão deles para dentro das comissões e da Plenária. A decisão é do plenário, mas temos que abrir esse diálogo com os profissionais. O consenso, sabemos, é muito difícil, mas podemos trabalhar buscando a convergência. Trabalhar com mais força ainda para quem servimos: a sociedade e à profissão”.

 

O papel do CAU

 

Em 2015 começou a segunda gestão do CAU/BR, criado pela Lei 12.378, de 31 de dezembro de 2010, juntamente com os CAU estaduais e do DF. Autarquia dotada de personalidade jurídica de direito público, com independência financeira e administrativa, o CAU possui a função de “orientar, disciplinar e fiscalizar o exercício da profissão de arquitetura e urbanismo, zelar pela fiel observância dos princípios de ética e disciplina da classe em todo o território nacional, bem como pugnar pelo aperfeiçoamento do exercício da arquitetura e urbanismo”.

 

O CAU/BR é a instância normativa e recursal do Conselho. Nele, os conselheiros, representantes de todas as unidades da federação, determinam as normas a serem cumpridas pelos CAU/UF. E os CAU/UF são as instâncias executivas do CAU, às quais cabem as ações de atendimento e orientação direta aos arquitetos, assim como as de fiscalização sobre a prática profissional da Arquitetura e Urbanismo.

 

Visão geral da 38a. Plenária do CAU/BR, a primeira da segunda gestão

 

 

 

Publicado em 08/01/2015.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

MAIS SOBRE: CAU/BR PLENÁRIAS

18 respostas

  1. Caro amigo Haroldo,
    Parabenizo pela recondução ao cargo de Presidente do CAU. Com certeza ira conduzir com a mesma lisura que tem marcado a sua trajetória de vida.
    Conte sempre com a minha admiração e apreço.
    Cordialmente,
    Francisco

  2. Prezado Haroldo,
    Parabenizo-o por sua reeleição para mais um mandato a frente do CAU/BR, com votos de sucesso para o novo mandato.
    Sua atuação a frente de nosso Conselho vem fortalecendo e engrandecendo o exercício de nossa profissão perante a nação e vem corroborando os ideais e os longos anos de luta de nossos colegas em torno da criação do CAU.
    Um grande abraço, extensivo a todos os Conselheiros.

  3. Parabéns, Haroldo! Que o desafio renovado alcance mais alguns degraus. Sucesso.

  4. Alegre por finalizarmos com sucesso este processo eleitoral do CAU. Alguns erros ocorreram, foram assimilados e não deverão ser repetidos.
    Não existem mais vitoriosos, perdedores. Somos agora um único time. O CAU.
    Sucesso a todos e cumprimentos aos presidentes que tive a honra de compartilhar os trabalhos da primeira gestão.
    Parabéns Presidente Haroldo pela competência que conseguiu levar o processo de implantação do CAU.
    Conduzir um time de representantes de arquitetos não é tarefa nada fácil!
    Abs. John Silveira (CAU-GO)

  5. Presidente HAROLDO PINHEIRO,
    PARABENS pela vitoria galgada no profissionalismo e na dedicaçao ao CONSELHO QUE E NOSSO!

    CONTINUE VIBRANTE E AUTUANTE!

    AO NOVO CICLO E AO TRABALHO!

  6. Estimado colega Haroldo Pinheiro,
    Me veio nesse momento a lembrança da Semana de Arquitetura de 2012 onde você se fez presente e me destes o prazer de conversamos.
    Naquele diálogo lembramos o CBA-Congresso Brasileiro de Arquitetos do Rio de Janeiro.
    E falamos sobre o CAU e seus desafios iniciais, não tínhamos dúvidas que as conquistas chegariam, hoje olhamos para trás e visualizamos muitos anos em apenas três.

    Muita saúde a você e todos os colegas desta gestão, que o foco seja mantido.
    E que o Planejamento Estratégico seja concretizado.
    Obrigada a todos os Conselheiros da 1a gestão e…Bom trabalho a todos desta nova empreitada.
    Força !

  7. Prezado Haroldo Pinheiro
    Você honra a profissão e o CAU com sua presidência e agora assumindo o segundo mandato. Esta sua dedicação é única.
    Só podemos dizer: Muito obrigado!
    Paulo Sophia

  8. Presidente Haroldo mais uma vez a competência assume o CAU parabéns e que tenhas uma ótima e vitoriosa gestão grande abraço.

  9. Prezado Pinheiro,

    Parabéns! mas ficou faltando uma visita sua a Comisassão eleitoral do RIO durante o pleito durante a sua passagem aqui.
    Preferiu o IAB?Porque?
    A submissão dos CEs ao CAU/BR é ridícula e favorece as manipulações e o empobrecimento da profissão!
    Ficou devendo.
    boa sorte para nós1

    Abraço e saudações!

    è a pura verdade senhores… saudações! P.Fonseca

    1. Prezado Fonseca,
      Agradeço pelo cumprimento.
      Não visitei Comissões Eleitorais Estaduais(CE-UF)durante o processo eleitoral de 2014. Nenhuma delas.
      Visitei apenas a Comissão Eleitoral Nacional (CEN), uma única vez, no dia da abertura de seus trabalhos.
      Não sei a que se refere sobre a suposta preferência ao IAB. Se é alguma acusação, explicite-a ou dirija-a à instância adequada, por gentileza.
      As CE-UF tratam dos assuntos eleitorais em primeira instância e a CEN em instância recursal. Não há submissão.
      Se tem alguma acusação sobre “manipulações”, também peço que dirija-a à instância adequada, por favor.
      Saudações,
      Haroldo Pinheiro.
      Em tempo: Agradeço pelos demais comentários aqui postados, os quais responderei em particular. Cordialmente, Haroldo.

  10. Prezado colega e amigo Haroldo,

    Parabéns, fiquei muito feliz com sua reeleição como nosso Presidente. Sei que esta posição que você continuará ocupando não é fácil, mas neste próximo triênio seguramente o caminho já vai estar delineado.Parabéns à todos colegas Conselheiros do CAU-BR, à você e à toda sua equipe. Desejo sucesso e sabedoria em todas as tomadas de decisão, pois o sucesso do CAU seguramente refletirá no sucesso de todos os arquitetos brasileiros.

  11. Solicito à moderação corrigir o campo UF de meu comentário:SP

  12. Prezado Haroldo

    Cumprimento-o pela merecida reeleição. Merecida porque reflete o excepcional trabalho à frente do CAU-BR – como já o fora à Frente do IAB e do Colégio de Arquitetos. Seus mandatos ficarão na História da nossa profissão como marcos da afirmação da independência, da ética e da transparência.

  13. Prezado Haroldo,

    Parabéns, e que a continuidade avance mais abrindo caminhos seguros para os arquitetos e a sociedade.

    Abraçi,

    Neilton

  14. Parabéns Haroldo!

    Sua reeleição é a confirmação da qualidade de todo o esforço para a implantação e consolidação do nosso Conselho. Registro aqui meus votos de que este novo período seja de muito trabalho e sucesso.

  15. Prezado Haroldo Pinheiro, parabéns pela sua reeleição e desejo um bom mandato com a preservação dos princípios que nortearam o mandato passado, só porém, com a vantagem de estar mais experiente para conduzir nosso conselho com toda a sabedoria que estou certo que não te faltará. Bom trabalho !

  16. Arquiteto Haroldo Pinheiro,
    Cumprimento-o pela reeleição.Principalmente para que haja continuidade nos trabalhos de implantação do CAUBR preservando principios éticos, e democraticos desenvolvidos na sua gestão.

Os comentários estão desabilitados.

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CAU/BR

NOTA DE ESCLARECIMENTO

CAU/BR

CAU/BR aponta protagonismo feminino na arquitetura e urbanismo durante 98º ENIC

CAU/BR

Comissões do CAU/BR debatem temas de interesse dos arquitetos e urbanistas

CAU/BR

CAU/BR celebra uma década dos primeiros empregados públicos efetivos

Pular para o conteúdo