CAU/BR

Eleições do CAU 2017: Confira conselheiros do CAU/BR e dos CAU/UF para 2018

 

Os arquitetos e urbanistas brasileiros escolheram os 28 conselheiros do CAU/BR e os 326 conselheiros dos CAU/UF, mais os respectivos suplentes. Participaram das Eleições do CAU 74.584 profissionais – o Colégio Eleitoral era composto por 104.911 profissionais.Os novos conselheiros vão assumir seus mandatos no dia 1º de janeiro de 2018, até 31 de dezembro de 2020. Nos CAU/UF, a divisão dos assentos de conselheiros segue a regra proporcional: cada chapa ocupa o número de vagas correspondente ao percentual de votos obtidos nas Eleições (veja na imagem acima o número de conselheiros titulares em cada Unidade da Federação). No CAU/BR, assumem os candidatos da chapa mais votada em cada estado, no Distrito Federal e entre as Instituições de Ensino Superior. 

 

Veja aqui a composição do CAU/BR e dos CAU/UF para o mandato 2018-2020

 

Veja na tabela abaixo o resultado da votação realizada no dia 31 de outubro. A apuração eletrônica do percentual de votos dedicado a cada chapa foi auditada pela empresa de auditoria externa Securitylabs Serviços de Desenvolvimento e Licenciamento de Programas, contratada pelo CAU por meio de licitação. Os resultados foram homologados pela Comissão Eleitoral Nacional do CAU/BR (CEN-CAU/BR) em evento transmitido via internet. 

 

 

AC

 
Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 2 111  39,36%   40,81%
 3 97  34,40%   35,66%
 1 64 22,70%   23,53%
 Em branco  0,71%  –
 Nulos 2,84%   –

 

AL

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 2 480  65,66%   72,51%
 1 182  24,90%   27,49%
 Em branco 15  2,05%   –
 Nulos 54  7,39%   –

 

AM

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 1 356  44,11%   47,15%
 2 219  27,14%   29,01%
 3 99  12,27%   13,11%
 4 81  10,04%   10,73%
 Em branco 15  1,86%   –
 Nulos 37  4,58%   –

 

AP

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 2 183  62,24%   65,36%
 4 37  12,59%   13,21%
 3 32  10,88%   11,43%
 1 28  9,52%   10,00%
 Em branco 0,68%   –
 Nulos 12  4,08%   –

 

BA

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 3 1.190  56,80%   64,25%
 1 662  31,60%   35,75%
 Em branco 80  3,82%   –
 Nulos 163  7,78%   –

 

CE

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 1 572  46,58%   50,40%
 2 563  45,85%   49,60%
 Em branco 37  3,01%   –
 Nulos 56  4,56%   –

 

DF

 

Resultados da Apuração da Votação

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 2 1.205  56,81%   64,78%
 1 655  30,88%   35,22%
 Em branco 92  4,34   –
 Nulos 169  7,97   –

 

ES

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 3 694  47,11%   52,74%
 1 622  42,23   47,26%
 Em branco 65  4,41%   –
 Nulos 92  6,25%   –

 

GO

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 1  700 43,18%   46,64%
 2 573  35,35%   38,17%
 3 228  14,07%   15,19%
 Em branco 38  2,34%   –
 Nulos 82  5,06%   –

 

MA

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 2 271  51,13%   56,11%
 1 212  40%   43,89%
 Em branco 11  2,08%   –
 Nulos 36  6,79%   –

 

MG

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 5 1.555  28,55%   34,06%
 2 1.522  27,95%   33,33%
 4 812  14,91%   17,78%
 7 677  12,43%   14,83%
 Em branco 306  5,62%   –
 Nulos 574  10,54%   –

 

MS

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 1  603 46,46%   49,55%
 4 321  24,73%   26,38%
 2 293  22,57%   24,08%
 Em branco 27  2,08%   –
 Nulos 54  4,16%   –

 

MT

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 1 409  35,60%   37,70%
 2 367  31,94%   33,82%
 3 309  26,89%   28,48%
 Em branco 24  2,09%   –
 Nulos 40  3,48%   –

 

PA

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 2 530  60,30%   67,09%
 1 260  29,58%   32,91%
 Em branco 21  2,39%   –
 Nulos 68  7,74%   –

 

PB

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 1  621 77,63%   100,00%
Em branco 54 6,75%  –
 Nulos 125  15,63%   –

 

PE

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 3 841  40,18%   43,62%
 4 637  30,43%   33,04%
 1 450  21,50%   23,34%
 Em branco 60  2,87%   –
 Nulos 105  5,02%   –

 

PI

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 2  246 50%   52,68%
 3 221  44,92%   47,32%
 Em branco 10  2,03%   –
 Nulos 15  3,05%   –

 

PR

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 1  2.435 49,16%   56,51%
 2 1.874  37,84%   43,49%
 Em branco 225  4,54%   –
 Nulos 419  8,46%   –

 

RJ

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 1  3.332 38,52%   45,58%
 2 2.109  24,38%   28,85%
 3 1.870  21,62%   25,58%
 Em branco 328  3,79%   –
 Nulos 1.010  11,68%   –

 

RN

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 1  710 74,27%   79,78%
 2 180  18,83%   20,22%
 Em branco  19 1,99%   –
 Nulos 47  4,92%   –

 

RO

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 1  249 63,85%   66,05%
 2 128  32,82%   33,95%
 Em branco 1,03%   –
 Nulos 2,31%   –

 

RR

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 1  72 61,02%   61,54%
 2 45  38,14%   38,46%
 Em branco  –
 Nulos 0,85%   –

 

RS

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 3 2.534  34,79%   37,91%
 4 1.830  25,12%   27,38%
 1 1.196  16,42%   17,89%
 2 1.124  15,43%   16,82%
 Em branco 240  3,29%   –
 Nulos 360  4,94%   –

 

SC

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 1 1.536  36,91%  40,43% 
 2 1.299  31,21%   34,19%
 3 964  23,16%   25,38%
 Em branco 135  3,24%   –
 Nulos 228  5,48%   –

 

SE

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 1  374 71.92%   100,00%
 Em branco 34  6,54%   –
 Nulos 112  21,54%   –

 

SP

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 7 6.309  26,53%   31,84%
 3 4.905  20,63%   24,76%
 4 4.215  17,72%   21,27%
 5 2.560  10,77%   12,92%
 8 1.823  7,67%   9,20%
 Em branco  1.165 4,90%   –
 Nulos 2.803  11,79%   –

 

TO

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 1  239 69,08%   72,42%
 2 91  26,30%   27,58%
 Em branco 1,45%   –
 Nulos 11  3,18%   –

 

IES

 

Resultados da Apuração da Votação 

CHAPA TOTAL DE VOTOS PERCENTUAL % VÁLIDOS
 1  70 80,46%   100,00%
 Em branco 5,75%   –
 Nulos 12  13,79%   –

 

 

49 respostas

  1. Para a informação ficar mais completa poderiam publicar a quantidade de conselheiro de cada UF, com o nome dos eleitos e sua respectiva chapa.

    1. E isto dai Juvenal de PE, existe uma mafia entre desenhistas e engenheiros caligrafos, isto é , somente assinam os projetos não vão em obras.O CAU tem que ter fiscalização no interior do estado de São Paulo e acabar de uma vez por todas com engenheiros assinando pelos projetos.Formado a 40 anos e não vejo mudanças drásticas que é necessária.E mais , cadê a democracia que quem não votar toma multa ? Está muito dificil.Como o Boriz Casoi diz…

  2. A insatisfação é clara, como demonstra o elevado número de profissionais que deixaram de votar e os votos brancos e nulos. Triste cenário.

  3. Muita coisa errada…Pior que anuidade cara é pagarmos por cada trabalho a realizar. Como se o Conselho fosse nosso sócio… Será que os médicos pagam ao seu Conselho por cada paciente que atendem? Que cada advogado paga à OAB por cada trabalho que presta a um cliente? Gostaria de saber qual o suporte teórico para a cobrança de RRT. Se um profissional recebe seu diploma e é registrado no Conselho, é oficialmente tido como apto a exercer sua profissão, e obviamente é responsável pelos trabalhos que executa. Para quê, então, pagar por cada um individualmente? Pagar para ter “sua responsabilidade registrada”… absurdo! Verdadeira extorsão!

    1. Perfeito Angela, você conseguiu sintetizar em meia dúzia de linhas o sentimento que uma boa parte dos colegas têm com relação ao CAU, este organismo cartorial e anacrônico. Parabéns!

  4. Impressionante como um órgão de classe novo conseguiu a antipatia da maioria dos profissionais. Enterrou os sonhos de quase todos. Aí etá a resposta. Muitos votos nulos e em branco. Sei que é difícil agradar a todos, mas, arrecadar e nao oferecer uma contra´partida é demais. Profissionais de outras áreas fazendo projeto de arquitetura ou leigos oferecendo os mesmos serviços que nós e não temos um órgão para nos defender é algo a se pensar. Será que recebemos a má influência daquele que assinou autorizando o inicio das atividades do CAU? Estou decepcionado com o CAU. Muitos colegas também. Não tenho a menor esperança de que isso vá mudar para melhor. Já era tempo e agora estamos em pior situação quando estávamos no CONFEA.

    1. Concordo com você. Um Conselho que surge na calada da noite com a benção do Apedeuta não é boa coisa.

    2. Sim Colega não vejo como o CAU colabora com os bons profissionais.
      Há fiscalização para punir os maus profissionais e nada mais efetivo.

    3. Esses casos conhecidos, você já os denunciou ao CAU? Denuncie! Acesse a página do CAU do seu estado e lá certamente terá um campo de denúncia.

  5. Seria interessante, aos eleitos, promoverem algum retorno em benefício dos profissionais que recolhem as referidas taxas, algum benefício para uma aposentadoria. Porque o valor recolhido não retorna nada ao profissional que faz todo o trabalho. Apenas pagamos, acredito que isso possa mudar em algo para o profissional, sem nós, não existe nada.

  6. Será que só eu me sinto enganado e traído por este conselho, que tanto defendi sua desvinculação do crea?
    CPI já para o cau.Está mais do que na hora!!!

  7. – É oportuno destacar que elegemos colegas arquitetos para dirigir o nosso Conselho (CAU) e estes tem por obrigação atuar para todos, respeitando é claro os limites da legislação em vigor, mas sabendo que há muito que transformar, sempre haverá esperança de tempos melhores. Vamos aguardar, e ficar vigilantes.

  8. Gostaria muito de ver o CAU pensando no Arquiteto e deixar o IAB pensar na Arquitetura. Pagamos muito por não ter retorno como profissionais empregados ou com oferta de serviços. Cansei de denunciar perseguição dos Engenheiros que CUIDAM DA APROVAÇÃO DE PROJETOS DE ARQUITETURA na cidade dos Palmares em Pernambuco contra os arquitetos, chegando a devolver projetos exigindo calculo estrutural de cas com apenas um pavimento, perdendo projetos e memorial descritivo, entre tantos outros abusos. O CAU deveria ter um trabalho serio com os municípios para que a função de aprovação de projetos fosse atribuição exclusiva de arquitetos. Mas o que mais vemos é o CAU preocupado com temas de arquitetura, participando de seminários, feiras congressos, etc, quando o que precisamos é de um conselho que pense 24 horas por dia em como conseguir que os profissionais ocupem seu espaço invadido por desenhistas e engenheiros.

  9. Angela Marin, RS, externou muito bem o que sinto. Acredito que o Conselho pode mudar essa imagem, empregando uma fiscalização mais atuante e ativa, além de transformar a norma da ABNT 16.280, que está valendo desde 2014, em LEI, pois sabemos que muitos irresponsáveis exercem a função de forma irregular e, estes devem responder civil e criminalmente, pelos atos.

  10. Angela Marin, RS, externou muito bem o que sinto. Acredito que o Conselho pode mudar essa imagem, empregando uma fiscalização mais atuante e ativa, além de transformar a norma da ABNT 16.280, que está valendo desde 2014, em LEI, pois sabemos que muitos irresponsáveis exercem a função de forma irregular e, estes devem responder civil e criminalmente, pelos atos.

  11. Também aguardo a lista com o nome de cada candidato eleito cada estado

  12. Eu acho uma vergonha que pessoas gozando de saúde possam se permitir de dar um voto EM BRANCO ou NULO, quando eu tenho dupla hemiparesia com predomínio à D, apresento déficits cognitivo e motor global; Só que eu voto!!!

  13. Parece que SP e MG tem uma visão de gestão completamente diferente do resto do país. O que será que está havendo?

    1. o normal..especialmente SP, alias não é exatamente gestão diferente..É GESTÃO mesmo… resto nbão tem gestão alguma… e se tem…

  14. O CAU tem na sua base a mesma formação do crea. Também entendo que a cobrança de RRT não tem muito fundamento.
    Imagina se cada cirurgia tivesse que ser registrada no conselho médico?
    Cada consulta com dentista tivesse um documento extra de responsabilidade.
    A responsabilidade está no próprio ato profissional a qual assinamos todas as vias.
    Há a necessidade de uma reformulação (simplificação) no sistema de funcionamento da profissão.
    Não basta assinar o projeto ou o laudo ou o memorial?
    Porque tem-se que assinar um RRT. Ou não precisa assinar o projeto ou o RRT é um exagero.

    1. e vão viver de que? como vão sustentar o bem bão?…rsrsrs Mas esta melhor, pelo menos agora são arquitetos – antes no CREA era mais caro e sustentávamos os engenheiros…

  15. Devo dizer que votei nulo, pois não vejo o CAU atuando nas cidades do interior dos Estados. O que se criou foi só mais um cabide de emprego e de poder. Sim, é isto que todos os candidatos buscam – O PODER e um cantinho só seu pra se encostar. O Brasil é o que há !!!

    1. Concordo plenamente com vc, tb sou de SC, e a unica coisa que vejo do CAU são burocracias e boletos.

  16. como ficará a situação de tantos que não conseguiram votar, mesmo que aptos, por terem seus CPFs não reconhecidos…?

    1. Ricardo, também tive o mesmo problema e recorri ao atendimento por email. O colégio eleitoral foi fechado dia 15 de outubro, portanto todos que negociaram, pagaram ou parcelaram a anuidade depois dessa data não tem o direito ao voto.

  17. Pior é não conseguir votar por que o sistema não me encontrava.
    “ELEITOR NÃO ENCONTRADO” (?)
    Até para fazer uma senha não era “encontrado”
    Espero que o novo pessoal que assumir o CAU contrate uma nova empresa, ou profissional” para rever e acertar o SICCAU. Tomara.
    Mas acho que no CAU, só vão mudar os nomes, o resto vai continuar a mesma coisa.

    1. Bom dia, isso aconteceu comigo, pois não estava em dia com o CAU, quem não estava em dia não tinha o direito de votar. e OS JUROS SÃO ABSURDOS!!!!

  18. Votar para nada mudar,esse é o CAU nesses 7 anos de existência pouco ou nada foi feito em prol do profissional com o CREA,bem ou mal havia as inspetorias,fiscais,estrutura…e agora o q o CAU faz é manter uma casta de maganos q se acastelam no poder,pronto disse!

  19. Concordo com a Angela chega de pagar RRT,temos que pagar somente a anuidade e não RRT de projeto e RRT de execução para arrecadar dobrado.
    Onde esta o CAU no interior????????????????????????
    Onde esta o acervo técnico , perdido no CREA, que nega acesso ao mesmo.

  20. Bravo ! e pensar que só eu tinha essa visão negative do CAU (CAOS) ! fico feliz de não ser o único. Vou acrescentar: Deixar a fiscalização de obras somente pelo CREA trás prejuizos enormes a nós ARQUITETOS, como se a fiscalização recomendasse apenas a regularização por engenheiros e nem mencionasse que os Arquitetos também existem, devem e podem faze-lo….POIS É NÉ !……e agora ???

  21. Eleições, chapas, promessas… e 6 anos se passaram, com muitos engenheiros assinando projetos arquitetônicos, ‘designers’ realizando projetos de reformas, lojas dando ‘projeto de interiores’…

  22. as percentagens de votos nulos e brancos equivalem às de qualquer eleição no brasil.
    o que importa mesmo é que o cau está apenas começando, esta é a 2ª eleição apenas, depois de uma luta de mais de 60 anos.
    logo, ele melhor funcionará se essas críticas forem levadas aos representantes, de modo organizado e coletivo, p/ que tenham validade, no sentido de serem resolvidas as questões.
    democracia no brasil é planta tênue e mal desenvolvida, muito atacada ao longo de nossa história, e por isso tudo, muito mal usada porque pouco conhecidos os seus meios de prática e realização.
    e apresentar as deficiencias percebidas ou sofridas de modo organizado e coletivamente é um meio muito mais eficaz p/ resolvê-las do que fazerem-nas de modo pessoal e isoladamente.

    1. Conversa, são tudo da mesma patota.
      Um conselho que declarou publicamente sua preferência política (não poderia seja qual fosse), e que não se permite ser avaliado por seus membros, merece uma CPI, e/ou uma petição pública para que seja fiscalizado.
      Só votava quem estivesse em dia com o conselho, o que demonstrou que para o mesmo, só vale quem paga.
      Ao meu ver, é pau mandado da fna e iab.
      Cpi já para o cau!!!

  23. Colegas, esses comentários críticos mostram bem o que sentem os profissionais que querem atuar com seriedade e profissionalismo. Estou há quase cinquenta anos em atividade e penso que nunca vamos achar a solução, e, não sou pessimista não! Desde o início discutimos tabela de honorários, ética profissional, recebimento da reserva técnica, que de técnica não tem nada, e não vejo solução. Uma nova postura depende depende de uma tomada de posição ética de todos os profissionais não aceitando o errado o que entendo impossível. A cupa não é só do CAU, existe o vício da picaretagem encrustado, e muitos não estão a fim de colaborar. A cúpula não pode se tornar órgão que abrigue colegas em defesa de seus próprios interesse. Hoje o CAU arrecada muito e deve ser uma entidade em defesa do interesse coletivo com fiscalização rígida e persistente.

  24. Olha, gente! Muito interessante o que a Angela Marin, RS, e o Juvenal, PE, disseram. É, no mínimo, para se pensar!
    Outra coisa que noto, além do CAU nos cobrar os RRT’s de projeto e execução separadamente, com relação à prefeitura de Porto Alegre, como pode um processo de aprovação demorar tanto a tramitar? (no dmae é muito ágil)!! O que faz o CAU em nossa defesa para que não fiquemos à mercê de trâmites burocráticos internos de uma prefeitura?

  25. E isto dai Juvenal de PE, existe uma mafia entre desenhistas e engenheiros caligrafos, isto é , somente assinam os projetos não vão em obras.O CAU tem que ter fiscalização no interior do estado de São Paulo e acabar de uma vez por todas com engenheiros assinando pelos projetos.Formado a 40 anos e não vejo mudanças drásticas que é necessária.E mais , cadê a democracia que quem não votar toma multa ? Está muito dificil.Como o Boriz Casoi diz…

  26. Pois é, um colega disse acima que a relação de votos nulos e brancos reflete o que acontece com eleições majoritárias no Brasil: verdade!
    Esses são os primeiros a reclamar. Prá mim são covardes!
    Só se muda algo quando se participa, não adianta blá blá blá. E no nosso, caso tenho quase certeza que essa gente (tipo siri de lata) expressão aqui do Rio de Janeiro (se não conhecem, pesquisem) contem a maioria dos profissionais que aceitam e pedem RESERVA TÉCNICA, atitude imoral antiética e permissiva.
    Veja a grita em relação a valores de RRT, Mensalidades etc sempre os mesmo. Não concordo com várias coisas por isso votei aqui numa chapa que tinha um programa abrangente e que me representa e muito. O interessante é que esse grupo bastante heterogêneo se comprometeu a participar ativamente.
    Concordo com outro colega que disse: nosso conselho é novo e querem que tudo ja estivessem resolvido em apenas dois mandatos, não meus “nobres colegas” como querem mudar se muitas chapas da situação foi reeleita?

  27. Gostaria de obter o resultado da eleição no RGS por número de eleitores e respectivas chapas, por cidades. Por exemplo Pelotas-RS.

  28. Gostaria que fossem publicados os nomes dos eleitos em cada estado, seria uma informação bem mais completa.

  29. “Desconfiai do mais trivial, na aparência singela. E examinai, sobretudo, o que parece habitual. Suplicamos expressamente: não aceiteis o que é de hábito como coisa natural, pois em tempo de desordem sangrenta, de confusão organizada, de arbitrariedade consciente, de humanidade desumanizada, nada deve parecer natural nada deve parecer impossível de mudar.”

    (Bertolt Brecht)

  30. Nossa !!!!! Cadê o Resultado da eleição???
    É sigiloso??
    Qual o motivo da não publicação?

    Para a informação ficar completa deveriam publicar a quantidade e o nome dos conselheiro eleitos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CAU/BR

Nota Oficial: SICCAU

CAU/BR

CAU/BR reforça laços com parlamentares federais para fortalecer pautas da categoria

CAU/UF

Conselho de Arquitetura e Urbanismo do RN anuncia concurso público para níveis médio e superior

CAU/BR

Concurso CAU Brasil: resultado final das provas objetivas e resultado provisório da prova discursiva

Pular para o conteúdo