ARQUITETOS EM DESTAQUE

ArchDaily elege os melhores Jovens Escritórios de Arquitetura de 2020

A primeira edição do Jovens Escritórios 2020, promovida pelo ArchDaily, selecionou 20 escritórios e profissionais, que mostram abordagens, propostas e soluções inovadoras para alguns dos maiores desafios da atualidade: crise climática, questões de raça e gênero, da evolução tecnológica à coesão social. Para o ArchDaily, site de Arquitetura, “estes desafios estão alterando o curso da Arquitetura, posicionando a disciplina no contexto de uma nova sociedade e economia”.

 

 

 

 

Os selecionados da edição 2020 foram escolhidos entre 350 inscritos de 73 países e 215 cidades de todas as regiões do mundo e refletem, segundo o ArchDaily, as mudanças pelas quais a Arquitetura tem passado nos últimos vinte anos, com o surgimento e consolidação de novas tecnologias, ferramentas, formatos, tópicos, escalas e abordagens interdisciplinares.

 

 

Dois escritórios do Brasil foram selecionados: Noelia Monteiro e sauermartins. Também foram escolhidos escritórios de Cuba, Chile, China, Hong Kong, Índia, Japão, Líbano, Paraguai, Portugal, Coreia do Sul, Turquia, Reino Unido, Estados Unidos e Vietnã, que, de acordo com os critérios da seleção, compreendem a magnitude de suas intervenções: questões comuns, desafios complexos, abordagens diversas.

 

Tin House/sauermartins. Foto: Cássio Sauer

 

 

Uma startup liderada por arquitetos também foi incluída entre os selecionados. Os escritórios escolhidos nesta primeira edição “mostram uma ampla gama de modos de fazer, entendendo a Arquitetura como uma caixa de ferramentas e uma metodologia – e não apenas um trabalho”, segundo o ArchDaily. “Da China ao Líbano, dos Estados Unidos ao Brasil, temos orgulho da diversidade entre os selecionados. No entanto, um dos nossos grandes desafios para a próxima edição é despertar ainda mais o interesse de profissionais da África”.

 

 

Reforma e ampliação Castanhas de Caju no Nova Vida, Maranhão / Noelia Monteiro, Christian Teshirogi. Foto: Cortesia de Noelia Monteiro

 

 

Para a edição de 2021, o ArchDaily espera receber mais inscrições de profissionais engajados na teoria, crítica, mídias e tecnologia.

 

 

 JOVENS ESCRITÓRIOS DE 2020 

 

Ad Urbis Arquitectos | Cuba
Atelier Mozh | China
Azócar Catrón | Chile
Carl Gerges Architects | Lebanon
CAUKIN Studio | United Kingdom
Corpo Atelier | Portugal
Form Found Design (FFD) | United States
Mínimo Común Arquitectura | Paraguay
MoKim | South Korea + Japan
New Office Works (NOW) | Hong Kong
Noelia Monteiro | Brasil
ODDO Architects | Vietnam
Office Off Course | China
Salon Alper Derinbogaz | Turkey
sauermartins | Brasil
studiolibani | Lebanon
Taller KEN | United States
The Urban Conga | United States
UMWELT | Chile
Wallmakers | India
*Honorable Mention: Monograph | United States

 

 

Sobre Noelia Monteiro:

 

“Mais da metade da população mundial vive em centros urbanos e o movimento migratório de áreas rurais para assentamentos urbanos precários e densamente povoados é constante —muitos localizados em áreas de risco de deslizamentos e inundações. Nesse contexto o foco de minha prática profissional e pesquisa acadêmica centra no desenvolvimento de projetos arquitetônicos socioambientais em áreas rurais para fortalecer as oportunidades na economia local e a geração de renda. Assim como o entendimento e fortalecimento dos sistemas urbanos de povoados de pequeno e médio portes, no estudo de território e geografia. Esse estudo e prática permeia as diferentes escalas de arquitetura e urbanismo com o objetivo de criar estruturas resilientes e modos de habitar conciliatórios com o meio ambiente no qual se inserem. O estudo de soluções construtivas foca em lugares remotos e de difícil acesso, em condições naturais por vezes adversas e de vulnerabilidade social, baseada em ações e investigações propositivas que espelham e mobilizam a realidade local, gerando insumos para políticas públicas desde uma perspectiva decolonial.”

 

 

Sobre sauermartins:

 

Equipe: Cássio Sauer, Elisa T. Martins, Tomás Culleton, Antonio Cornely

 

“A produção do escritório está associada a uma prática exploratória e investigativa que utiliza maquetes, desenhos, fotografias analógicas e a própria construção como ferramentas do processo de projeto. Nosso trabalho busca uma aproximação ao lugar e aos contextos culturais, sociais e econômicos, suas características e restrições —relacionadas muitas vezes ao território, aos materiais e mão de obra disponíveis— em um esforço para produzir arquiteturas que interajam positivamente com estes contextos. Os projetos investigam interações entre elementos industrializados e estratégias construtivas tradicionais, locais e experimentais, em um possível diálogo entre o artesanal e o industrial. A vinculação entre pesquisa e prática profissional procura compreender as aproximações entre arquitetura, memória, paisagem, cultura e identidade. Neste sentido, nos encontramos em uma permanente busca, através de nossos projetos, de entender o papel contemporâneo da disciplina”.

 

 

 

 

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CEAU

Arquitetura e Identidade: evento do CEAU-BR e Convenção Nacional AsBEA 2024 acontecem neste mês em Florianópolis

PRÊMIOS

“Novela Mexicana” ganha mais um prêmio em prol da valorização do arquiteto e urbanista

CAU/UF

CAU/RS mapeia situação dos profissionais de arquitetura e urbanismo do estado  

CAU/BR

Inegável a relação entre o turismo e a profissão de arquiteto e urbanista

Pular para o conteúdo