HOMENAGEM

Arquiteto alemão ganhador do Pritzker, com obras no Brasil, morre aos 101 anos

Gottfried Böhm, famoso arquiteto alemão, morreu nesta quarta-feira (9), aos 101 anos. Conhecido por obras que lembram montanhas de concreto recortadas, Böhm foi o único alemão vivo a ganhar o prestigioso Prêmio Pritkzer, apelidado de “Prêmio Nobel de Arquitetos’, em 1986.

 

Hartmut Reeh/dpa/picture alliance

 

Entre suas obras mais famosas estão a prefeitura de Bensberg, no oeste da Alemanha, que ele moldou de forma similar a uma fortaleza e a igreja de peregrinação em Neviges, perto de Düsseldorf, também na Alemanha. No Brasil, o arquiteto construiu a Igreja Matriz São Luiz Gonzaga, em Brusque e a Catedral São Paulo Apóstolo de Blumenau, ambas em Santa Catarina (SC).

 

 

Igreja Matriz São Luiz Gonzaga. Foto: Redes sociais/Paróquia São Luís Gonzaga – Brusque

 

 

Gottfried Böhm, nasceu em 23 de janeiro de 1920, na cidade de Offenbach, perto de Frankfurt, Alemanha. Era descendente de uma geração de arquitetos. Seu pai, Dominikus Böhm e seu avô Alois Böhm, assim como três de seus filhos, também compartilhavam a mesma profissão. Dominikus Böhm foi um renomado construtor de igrejas, trabalho que teve continuidade por meio de Gottfied.

 

A  primeira casa de culto construída por Gottfied Böhm foi a Capela Mariana, ou “Madonna nas ruínas”, na bombardeada Igreja St. Kolumba em 1947 em Colônia, Alemanha. O estilo de trabalho do arquiteto alemão é geralmente descrito como brutal e sua capacidade escultural foi um de seus maiores diferenciais.

 

 


		
MAIS SOBRE: HOMENAGEM

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

HOMENAGEM

Sede da Suframa, projeto de Severiano Porto, completa 50 anos nesta quarta-feira

HOMENAGEM

Falece arquiteto e urbanista argentino-brasileiro Ricardo Monti

HOMENAGEM

Falece José Celso Martinez Corrêa, diretor de teatro e defensor do patrimônio brasileiro

HOMENAGEM

O histórico encontro de Pelé, “o Oscar do futebol”, com Niemeyer , “o Pelé da Arquitetura”, em 2010

Pular para o conteúdo