CATEGORIA

Arquitetura hospitalar influencia na humanização de tratamentos

Um papel fundamental da Arquitetura é atender demandas da sociedade para garantir bem estar na utilização de espaços. Neste sentido, a arquitetura hospitalar é o segmento responsável por desenvolver projetos que assegurem comodidade a profissionais, pacientes e acompanhantes e contribuam no estímulo a reabilitação das pessoas em tratamento, assim como desempenha influência na agilidade das atividades dos profissionais da saúde.

 

A arquitetura hospitalar é um dos pontos que influenciam na humanização nas unidades hospitalares. Ventilação, iluminação, cores, espaços de convívio, entre outros elementos são fundamentais para tornar um ambiente mais acolhedor. E a arquitetura está presente em tudo isso.

 

Quem atua em arquitetura hospitalar também precisa se atentar aos cuidados necessários para o cumprimento de especificações, exigências e regulamentações por parte dos órgãos como Anvisa, Ministério da Saúde, entre outros.

 

No artigo “Arquitetura Hospitalar: fato determinante para a hospitalidade, Antônio Carlos Rodrigues, arquiteto e sócio-diretor da ACR Arquitetura e Planejamento, argumenta que  a arquitetura hospitalar garante uma sensação de hospitalidade. “Apesar do conceito de hospitalidade agregar aspectos intangíveis ao atendimento que o cliente não percebe, mas que criam uma maior sensação de bem-estar, a hotelaria em saúde se reflete também em aspectos bem tangíveis como a valorização do design de interiores, do conforto visual e acústico, a boa iluminação e o uso de alta tecnologia, que passa pelo conforto, praticidade e qualidade. Daí a hospitalidade só será completa quando se unir estas duas percepções e o investimento em espaços humanizados e hospitalidade, além de uma tendência, passa a ser um diferencial e pode representar a redução do desperdício, aumento da qualidade de serviços e consequente fidelização do cliente. Um centro diagnóstico ou hospital tem que ser bom e parecer bom para transmitir a sensação de segurança e bem-estar”.

 

Leia mais sobre o assunto:

 

Manual traz recomendações para controlar o contágio em residências 

 

Dia Mundial da Saúde propõe ações para nossas cidades sustentáveis 

 

Covid-19: orientações sobre ambiente residencial

 

Dia Mundial da Saúde – covid 19 – Espaços saudáveis

 

Arquitetura e Urbanismo pós-pandemia

 

Fonte: CAU/PI

MAIS SOBRE: CATEGORIA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

Assistência Técnica

Mais médicos/Mais arquitetos: mais saúde para o Brasil (artigo de Nadia Somekh no portal do Estadão)

CATEGORIA

Seminário de Urbanismo debate Planos Diretores para novos tempos

CATEGORIA

Políticas urbanas e ambientais nas cidades brasileiras em pauta na Trienal

CATEGORIA

Seminário da AsBEA debate recuperação de imóveis subutilizados

Pular para o conteúdo