CATEGORIA

BIM aplicado à Construção Civil: veja a 2ª palestra on-line da CBIM do CAU/PR

A Comissão Temporária de BIM do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Paraná lançou o segundo vídeo do Ciclo de Palestras On-line, que está sendo produzido com o objetivo de disseminar o conhecimento entre os arquitetos e urbanistas sobre o Building Information Modeling.

 

Constituída em novembro de 2019, a CBIM do CAU/PR promoveu duas palestras ainda em dezembro do ano passado. Os eventos foram presenciais e ocorreram em Londrina e em Ponta Grossa, respectivamente. A Comissão havia planejado retomar as palestras pelo estado a partir de março deste ano, mas devido à pandemia de Covid-19, a solução encontrada foi a de continuar o trabalho de forma virtual.

 

BIM aplicado à Construção Civil

 

Nesta segunda palestra gravada e disponível no Canal do Youtube do CAU/PR, o arquiteto e urbanista Fabrício Canuto Gama faz um resumo da sua experiência profissional utilizando o BIM. “Neste vídeo, revelo uma peculiaridade: o BIM não é novo. Muita gente acredita que o BIM veio de um programa chamado Revit, mas a história não é essa”, explica Fabrício, já convidando os arquitetos e urbanistas para assistirem à palestra.

 

Na apresentação, o integrante da CBIM do CAU/PR também mostra alguns dos seus trabalhos e explica como o BIM facilita a sua atuação na arquitetura.

 

A CBIM ainda é formada pelos arquitetos e urbanistas Juliano Coimbra do Nascimento, Kelly Trindade Macieski, Morgana Lorusso Voltoline e pelo conselheiro do CAU/PR, Amir Samad Shafa, que é o coordenador da Comissão. Todos têm experiência em BIM.

 

A CBIM do CAU/PR deve disponibilizar novos vídeos nas próximas semanas.

 

Assista à 2ª palestra!

 

 

 

Fonte: CAU/PR

 

MAIS SOBRE: CATEGORIA

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

ATENDIMENTO E SERVIÇOS

Central de Atendimento do CAU/BR não funcionará na Sexta-feira Santa

ACERVOS

Seminário TOPOS:  CAU/BR e FAU/UnB promovem debate sobre a importância de acervos e arquivos de urbanismo no país 

#MulherEspecialCAU

“Arquiteta, na solidão da sua profissão, seu nome pede valorização!”, defende Tainã Dorea

Assistência Técnica

Mais médicos/Mais arquitetos: mais saúde para o Brasil (artigo de Nadia Somekh no portal do Estadão)

Pular para o conteúdo