CAU/BR

CAU/BR participa de debate sobre exigência de capacitação em BIM

O BIM Fórum Brasil (BFB) realizou, em 23 de fevereiro, evento online com o tema “Como comprovar experiência e capacitação em BIM?”. A arquiteta e urbanista Clarice Debiagi, conselheira federal suplente pelo RS, participou do encontro representando o CAU/BR.

 

A conselheira manifestou a contrariedade do Conselho quanto à exigência da comprovação em BIM como condição para pontuação/classificação dos profissionais de Arquitetura e Urbanismo nas licitações, uma vez que a lei 12378/2010 não faz esta restrição. O CAU/BR entende que se o contratante desejar o produto em linguagem BIM, o edital deve possibilitar consórcios/parcerias com profissionais que tenham esta expertise.

 

 

“O CAU tem compromisso com a lei e o BIM é um caminho sem volta no sentido da evolução profissional”, declarou Clarice Debiagi. “No entanto, se a essência da Lei de Licitações é o equilíbrio entre oferta de serviços com qualidade versus preço, nós temos que ter cuidado para não criar tantas restrições e exigências a ponto de ninguém se apresentar para as licitações”.
 
Por reconhecer sua importância, o CAU comprometeu-se a fomentar o processo BIM em seus eventos e capacitações.
 
Além do CAU/BR, foram convidados o Tribunal de Contas da União (TCU), o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), a Secretaria Nacional de Aviação Civil (SAC), entre outros órgãos de representação nacional.
 
O BIM Fórum Brasil (BFB) é uma associação civil de âmbito nacional, sem fins lucrativos, que reúne diversos agentes da cadeia produtiva da construção. Foi concebido, em setembro de 2020, para unir os esforços que visam estimular a adoção do BIM no setor público e privado, otimizando as iniciativas, unindo as lideranças para que suas ações sejam democráticas, isonômicas e possuam a necessária representatividade de todos os interessados.
 
O objetivo do BFB é promover a disseminação do conceito e prática da Modelagem da Informação da Construção (BIM), coordenando esforços para ampliar sua difusão e adoção no país, contribuindo com a digitalização da indústria da construção civil, no intuito de aumentar a competitividade, qualidade e produtividade através da pesquisa, capacitação, suporte à padronização e desenvolvimento das melhores práticas em BIM.
 

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CAU/BR

NOTA DE ESCLARECIMENTO

CAU/BR

CAU/BR aponta protagonismo feminino na arquitetura e urbanismo durante 98º ENIC

CAU/BR

Comissões do CAU/BR debatem temas de interesse dos arquitetos e urbanistas

CAU/BR

CAU/BR celebra uma década dos primeiros empregados públicos efetivos

Pular para o conteúdo