PLANEJAMENTO E FINANÇAS

CAU Brasil aprova novas regras para o desenvolvimento de projetos especiais nos CAU/UF

 

Como parte do seu Plano de Desenvolvimento, o CAU Brasil anunciou alterações significativas na Resolução CAU/BR Nº 200, que trata de procedimentos orçamentários, contábeis e de prestação de contas do CAU Brasil e dos 27 CAU/UF. Mudança aprovada na 142ª Reunião Plenária Ordinária visa aprimorar a gestão do superávit orçamentário, especialmente em projetos estratégicos.

 

“Nosso objetivo é inaugurar novas categorias de uso e atrelar o investimento do superávit aos objetivos estratégicos do nosso planejamento”, afirmou a vice-presidente do  CAU Brasil e coordenadora da Comissão de Planejamento e Finanças, Daniela Sarmento. “Discutimos com os CAU/UF qual a melhor forma de utilizar o superávit uma vez que hoje a nossa regra é bem generalista e isso acarreta inúmeras interpretações”. 

 

Cada Projeto Estratégico, segundo as novas diretrizes, deve indicar no mínimo 2 e no máximo 5 resultados-chave, quantitativos e facilmente mensuráveis, de acordo com o Planejamento Estratégico. Esse enfoque em resultados tangíveis visa garantir uma gestão mais eficiente e avaliação objetiva do impacto das ações desenvolvidas.

 

Deverá ser elaborado ainda um Plano de Trabalho específico aprovado pelo Plenário do CAU/BR ou do CAU/UF, incluindo elementos como justificativa, objetivos gerais e específicos, definição clara de escopo e limites do projeto, partes interessadas, lista de recursos, atividades ou tarefas, cronograma, orçamento e mapa de riscos.

 

Esses projetos poderão ser financiados com o superávit financeiro acumulado até o exercício imediatamente anterior e devem ser de caráter não continuado. 

 

Objetivo é otimizar a gestão do superávit financeiro, direcionando-o de forma mais estratégica e alinhada aos objetivos prioritários. A ênfase em resultados mensuráveis, por sua vez, promove uma utilização mais eficiente dos recursos disponíveis.

 

“Como exemplo de projeto estratégico, hoje existem trê CAU/UF que estão discutindo a possibilidade de um consórcio entre para projeto-piloto de fiscalização que atue nas regiões que fazem fronteira entre esses estados”, afirmou Daniela. 

 

De acordo com a vice-presidente, futuramente será criado um Fundo de Desenvolvimento do CAU para atenuar as disparidades no acesso aos recursos dos CAU/UF, especialmente para os de menor porte, e também financiar esse tipo de ação.

 

Confira a Resolução CAU/BR Nº 200

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

PLANEJAMENTO E FINANÇAS

CAU Brasil e CAU/UF planejam mais de 800 ações para 2024, com foco na fiscalização 

PLANEJAMENTO E FINANÇAS

Novas Diretrizes Estratégicas do CAU direcionam mais investimentos para fiscalização, comunicação e tecnologia

PLANEJAMENTO E FINANÇAS

Seminário anual da CPFI discute resoluções que estruturam o plano de desenvolvimento do CAU

PLANEJAMENTO E FINANÇAS

Presidentes, Conselheiros e servidores debatem o futuro do CAU em Oficina de Planejamento Estratégico

Pular para o conteúdo