ARQUITETOS EM DESTAQUE

CAU Brasil defende criação de uma “Brasiliana da Arquitetura e Urbanismo”

MANIFESTAÇÃO DO CAU BRASIL EM DEFESA DE UMA “BRASILIANA DA ARQUITETURA E URBANISMO”

 

A recém anunciada transferência do acervo do arquiteto Lucio Costa, por iniciativa de sua família, para a Casa da Arquitectura, situada em Portugal, vem tendo uma repercussão idêntica à verificada por ocasião da doação do acervo do arquiteto Paulo Mendes da Rocha, por ele próprio, à mesma instituição, em 2020.

 

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil tem claro que os conjuntos de projetos e demais elementos dos escritórios dos grandes nomes da Arquitetura nacional, mas não exclusivamente deles, constituem significativo patrimônio cultural para o país e devem ser preservados e disponibilizados ao público.

 

Somos contra, porém, interferir unilateralmente na decisão sobre a destinação dos acervos particulares, o que cabe ao próprio profissional ou aos seus herdeiros, asseguradas tais premissas.

 

Desde 2020 o CAU Brasil perfila-se junto a outras entidades do setor reunidas pelo IABsp (mais universidades, instituições públicas e organizações privadas detentoras de acervos de Arquitetura) na defesa da criação de uma Rede de Acervos de Arquitetura e Urbanismo no Brasil.

 

O objetivo é viabilizar a implementação de uma plataforma virtual desses acervos – uma “Brasiliana da Arquitetura e Urbanismo” – para o compartilhamento com o público interessado.

 

Com o mesmo empenho, o CAU Brasil vem atuando junto à Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados na discussão do aperfeiçoamento da legislação de proteção ao patrimônio cultural tombado do país, objeto de projeto de autoria do deputado Gustavo Fruet. 

 

Em paralelo, o CAU São Paulo abriu este ano um edital de R$ 400.000,00 para seleção de experiências bem sucedidas de restauro e conservação do patrimônio arquitetônico.

 

Por fim, registramos nossa confiança de que a Casa da Arquitectura, respeitada internacionalmente pelo seu trabalho de conservação e valorização de coleções de Arquitetura, dirigida pelo arquiteto Nuno Sampaio,  cumprirá os compromissos assumidos com a família de Lucio Costa, como já vem ocorrendo com o acervo de Paulo Mendes da Rocha.  

Brasília, 20 de outubro de 2021

 


Ilustração em destaque na home: Lucio Costa por Paulo Caruso

 

VER TAMBÉM:

 

Casa da Arquitectura divulga filme com entrevistas e cenas do acervo de Lucio Costa

Uma resposta

  1. Prezados, penso que essa providência é muito necessária, não apenas em relação a acervos de nomes tão destacados quanto Paulo Mendes da Rocha e Lucio Costa, mas também quanto aos acervos de profissionais com atuação regional ou local significativa. E indo além de buscar a permanência dessa documentação no país, é fundamental pensar na preservação de acervos importantes e equacionar o acesso de pesquisadores a eles. Certamente, muitos acervos significativos já se perderam e outros estão em vias de serem perdidos. E muitos acervos existentes são praticamente inacessíveis. Que essa iniciativa prospere.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

ARQUITETOS EM DESTAQUE

Projeto brasiliense ganha destaque Internacional no Prêmio ArchDaily Edifício do Ano 2024

ARQUITETOS EM DESTAQUE

Arquiteto Washington Fajardo vai atuar na Divisão de Habitação e Desenvolvimento Urbano do BID

ARQUITETOS EM DESTAQUE

Arquitetura Modernista: New York Times indica Brasília como um dos melhores lugares para visitar 2024

ARQUITETOS EM DESTAQUE

Conheça os profissionais premiados pelo CAU Brasil no Dia do Arquiteto e Urbanista 2023

Pular para o conteúdo