PATRIMÔNIO HISTÓRICO

CAU Brasil instala Câmara Temática de Patrimônio Histórico

Reunião inaugural da CT, em São Paulo

 

O CAU Brasil realizou nesta quinta-feira, 10 de agosto, a primeira reunião da Câmara Temática de Patrimônio Histórico. A instalação do órgão técnico aconteceu em São Paulo, onde também ocorreu o III Encontro sobre Arquitetura, Urbanismo e Patrimônio Cultural do CAU/SP. Formado por especialistas da área, o coletivo tem a tarefa de reforçar a capacidade de atuação do CAU em defesa do Patrimônio Cultural no Brasil e deste campo de atuação para os profissionais da arquitetura e urbanismo. “Foi muito emocionante ouvir o relato das pessoas presentes sobre o seu envolvimento ativista pela defesa do patrimônio e a alegria de poder trabalhar para a memória coletiva do Brasil”, afirmou a presidente Nadia Somekh.

 

A estruturação da Câmara Temática foi uma das definições do 1º Seminário Nacional de Patrimônio – Caminhos para a valorização da arquitetura e urbanismo, realizado em abril de 2022. O evento envolveu cerca de 300 pessoas, entre autoridades, profissionais da arquitetura e urbanismo, representantes das principais entidades da área, equipe organizadora e estudantes em Ouro Preto/MG, presencialmente e à distância. Em junho deste ano, o plenário de conselheiros aprovou por unanimidade uma deliberação que formaliza a Câmara Temática de Patrimônio no âmbito do CAU Brasil.

 

O órgão é composto por representantes das comissões de Política Urbana e Ambiental (CPP) e de Política Profissional (CPP), que tem afinidade direta com o tema; do Colegiado de Entidades da Arquitetura e Urbanismo (CEAU); do Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio; e especialistas indicados pelos CAU nos estados e no DF. “A Câmara Temática tem um potencial incrível porque reúne representantes de todos os estados do Brasil e do Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio, que congrega 16 das principais entidades ligadas à preservação do patrimônio cultural brasileiro”, afirmou o coordenador da CPUA-CAU Brasil, Ricardo Mascarello, conselheiro pelo estado de Sergipe. Também prestigiaram a instalação da CT a conselheira Ana Cristina Barreiros (RO), Jeferson Navolar (PR) e o conselheiro suplente Márcio de Carvalho (CE).

 

A primeira reunião de trabalho teve formato híbrido, presencial e on-line, e resultou na estruturação do Plano de Trabalho e de cinco subcomissões para tratar dos eixos temáticos de Assistência Técnica, Acervos, Educação para o Patrimônio, Formação Contínua e de Residência e Articulação Política. “Terminamos a reunião com a metodologia de trabalho organizada e os próximos passos para o desenvolvimento das ações”, afirmou Mascarello.

 

A formação de Câmaras Temáticas está prevista no Regimento Geral do CAU Brasil desde outubro do ano passado com a função de ampliar a participação da sociedade e dos profissionais arquitetos e urbanistas nas discussões sobre o aperfeiçoamento e valorização do exercício da Arquitetura e Urbanismo. Assim como as Subcomissões e Comissões Temporárias, elas podem ser formadas para o desempenho de atividades e funções específicas dentro de uma Comissão Permanente, como órgãos consultivos, de acordo com os respectivos planos de ação e orçamento e Planejamento Estratégico do CAU. Além de membros do Conselho, as CTs também podem acolher representantes de órgãos públicos, de entidades profissionais e da sociedade civil e demais profissionais.

 

Assista ao III Encontro sobre Arquitetura, Urbanismo e Patrimônio Cultural do CAU/SP

 

 

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

17 de agosto: Dia Nacional do Patrimônio Histórico serve como um alerta em prol de políticas de preservação cultural

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

Carta de São Luís é aprovada no 9º FIPA com foco na valorização do patrimônio e do bem-estar urbano

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

9º FIPA aponta a responsabilidade dos arquitetos e urbanistas como construtores do patrimônio do futuro

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

No Centro Histórico de São Luís, CAU Brasil cria Câmara Temática de Patrimônio

Pular para o conteúdo