PARCERIAS

CAU Brasil lança Política de Benefícios para aquisição de softwares e outros bens e serviços

 

A 132ª. Plenária Ordinária do CAU Brasil, realizada nesta quarta-feira( 25/02),  aprovou a realização de chamamentos públicos para credenciamento de pessoas jurídicas de direito privado, para fornecimento de bens e serviços relacionados ao exercício profissional das atividades de Arquitetura e Urbanismo, em condições diferenciadas que incluam benefícios e outras vantagens. A iniciativa da deliberação é fruto de trabalho da Comissão de Política Profissional (CPP).

 

Os bens e benefícios foram divididos em três categorias, cujos editais serão lançados na seguinte sequência:

 

1-    Tecnologia (software, hardware incluindo treinamento para uso),
2-    Formação Continuada (Cursos em nível de graduação, aperfeiçoamento, especialização, pós graduação strictu e latu sensu)
3-    Outros benefícios que sejam relacionados às atividades finalísticas dos arquitetos e urbanistas.

 

O Edital relativo à aquisição de licenças e treinamento de uso de softwares será publicizado dia 31 de janeiro. Em 9 de fevereiro será lançado o edital da Educação Continuada. E em 16 de março o edital dos demais benefícios.

 

 

Nadia Somekh, presidente do CAU Brasil, ressalta que a iniciativa é mais uma ação da atual gestão com o objetivo de incentivar o aperfeiçoamento do exercício da Arquitetura e Urbanismo, “em benefício da comunidade de arquitetos e urbanistas e de toda a sociedade.

 

 

Além de softwares de projetos, como CAD e BIM, o chamamento abrangerá também outras ferramentas de uso frequente dos profissionais como o pacote Office.

 

Na Plenária, Daniela Sarmento, primeira vice-presidente, ressalta que o próximo passo será o fomento, em conjunto com os CAU/UFs e CEAU ao softwares livres, abrindo diálogo com o Ministério da Ciência e Tecnologia, com o Ministério da Economia e com universidades.

 

 A Deliberação Plenária sobre a Política ressalta que “a  facilitação de acesso de ferramentas de trabalho pelos profissionais compreende uma forma de se atingir a missão de “pugnar pelo aperfeiçoamento do exercício da Arquitetura e Urbanismo”, parte da função do Conselho prevista na Lei n° 12.378/2010”.

 

Além das três categorias, poderão ser realizados outros chamamentos públicos para a oferta de bens e serviços relacionados ao exercício da profissão de Arquitetura e Urbanismo a partir de manifestações de interesse por parte de arquitetos e urbanistas e/ou por empresas ofertantes dos respectivos bens e serviços.
MAIS SOBRE: PARCERIAS

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

PARCERIAS

CAU/BR e ABD planejam colaboração e cooperação entre as categorias

PARCERIAS

Programa Território da Cultura foi pauta na reunião do Colegiado das Entidades de Arquitetos e Urbanistas – CEAU-CAU/BR

PARCERIAS

CAU/BR aponta medidas para impulsionar a igualdade de gênero no setor da construção

PARCERIAS

CAU Brasil recebe visita de arquitetos de Conselho e organização da Espanha

Pular para o conteúdo