CAU/BR

CAU busca “boas práticas urbanas” com potencial para virar política pública

Você conhece alguma iniciativa que tem potencial para virar política pública e ser replicada em todo o país? O CAU Brasil e as entidades que compõem o CEAU querem mobilizar toda a sociedade para propor ideias para compor os programas de governo das candidaturas às eleições de 2022. Para isso, abrirá em meados em junho uma Chamada Pública de “Boas Práticas “ que solucionaram problemas coletivos nas cidades.

 

Os exemplos, que podem ser os mais diversos relacionados à boa atuação em arquitetura e urbanismo, comporão o acervo de boas práticas do hotsite da Carta Aberta aos (às) Candidatos (as) nas Eleições de 2022. Acesse aqui.

 

Com a iniciativa, a Comissão Relações Institucionais do CAU Brasil e as entidades do CEAU envolvidas na campanha da Carta aos Candidatos pretendem apresentar soluções palpáveis elaboradas por cidadãos e cidadãs, organizações e órgãos públicos já colocadas em práticas em nossas cidades e regiões. 

 

Poderão participar da chamada organizações da sociedade civil, cidadãos e cidadãs de todo o país. Os casos e projetos apresentados deverão se relacionar com um dos subtemas da carta disponível no hotsite. São eles:

 

A – Planejamento das cidades e de regiões

B-  Habitação, Saúde Pública e Meio Ambiente

C – Organização e Políticas de Estado

D – Valorização da Arquitetura e Urbanismo

E – Tributos e Trabalho

F – Educação

G – Relação com a Sociedade

 

Florianópolis Santa Catarina.Foto: Rodrigo Soldon/www.mdig.com.br. 

 

Se você está interessado (a) em participar, inicie de imediato a organização do material a ser enviado tão logo a chamada passe a vigorar.

 

Os cases deverão ser apresentados em textos de até 5.000 caracteres trazendo um resumo da contribuição, deverá ser indicado ainda o endereço do local da proposta (para aquelas que se apliquem a um território maior, bairro, cidade, basta indicar algum endereço central) e a ficha técnica de autores/responsáveis.

 

Junto poderão ser incluídas até 4 fotos/ilustrações (formato JPG, de até 10mb cada). Também será possível a inserção de links para a exibição de vídeos.

 

O hotsite da Carta Aberta aos Candidatos concentra as propostas dos arquitetos e urbanistas para embasar políticas públicas capazes de impactar questões estruturais no território brasileiro. Além disso, a partir de maio a plataforma incorporará as “boas práticas” e mais textos/vídeos de especialistas nos diversos eixos da Carta, com reflexões sobre os temas, bem como escritos de cidadãos e cidadãs que queiram se somar ao debate.

 

O documento é assinado pelas entidades que compõem o Colegiado das Entidades Nacionais de Arquitetos e Urbanistas (CEAU) do CAU Brasil: IAB (Instituto de Arquitetos do Brasil), FNA (Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas), ABEA (Associação Brasileira de Ensino de Arquitetura e Urbanismo), AsBEA (Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura), ABAP (Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas) e FeNEA (Federação Nacional dos Estudantes de Arquitetura e Urbanismo).

 

(Texto atualizado em 22/05/22)

MAIS SOBRE: CAU/BR CAU/UF

2 respostas

  1. Uma avenida expressa de alta velocidade, com uma calçada e ciclovia largas mas separadas do tecido urbano por 8 faixas de tráfego de alta velocidade, desenho urbano do modernismo de Le Corbusier, pode ser considerado atualmente uma “boa prática urbana”?
    Antes tivessem colocado o exemplo de Fortaleza/CE:
    https://thecityfix.com/blog/fortaleza-and-sao-paulo-experiment-with-street-transformations-bruno-felin/
    https://www.mobilize.org.br/galeria-fotos/458/um-jogo-de-amarelinha-gigante-em-fortaleza.html

  2. O desenvolvimento de moradia digna é em meu ponto de vista engloba todos os objetivos do desenvolvimento sustentável pela postulado pela ONU, algo que eu sempre persegui como profissional e como ser humano, os arquitetos tem a obrigação profissional e moral de zelar pela capacidade do indivíduo morar dignamente, não podemos permitir que isso se esvaia da classe profissional, esta capacidade técnica e competência cabe aos Arquitetos e Urbanistas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CAU/BR

CAU/BR aponta protagonismo feminino na arquitetura e urbanismo durante 98º ENIC

CAU/BR

Comissões do CAU/BR debatem temas de interesse dos arquitetos e urbanistas

CAU/BR

CAU/BR celebra uma década dos primeiros empregados públicos efetivos

CAU/BR

CAU/BR inaugura Galeria de Presidentes com a presença de três ex-presidentes

Pular para o conteúdo