ARQUITETOS EM DESTAQUE

CAU/BR na Mídia: Nadia Somekh defende popularização da Arquitetura e Urbanismo

 

Serviços de arquitetos e urbanistas precisam ser acessíveis à maioria da população brasileira. Essa posição tem sido defendida na mídia nacional pela presidente do CAU/BR, Nadia Somekh. Em diversas entrevistas à imprensa, Nadia reforça suas propostas para a nova gestão do conselho e esclarece a importância da Arquitetura e Urbanismo para melhorar as condições das moradias no país.

 

“Cerca de 1/3 das casas no Brasil são precárias. Precisamos de profissionais que melhorem a habitabilidade”, afirmou a presidente em entrevista ao jornal Gazeta do Povo, do Paraná. “É preciso enfrentar a vulnerabilidade da maioria da população brasileira com o desenvolvimento de programas de habitação de interesse social”. Veja aqui. 

 

Na entrevista, ela divulgou o programa “Mais Arquitetos”, que terá como objetivo ampliar o trabalho de arquitetura social no Brasil. Esse programa faz parte das propostas de gestão da presidente: sensibilização da importância do ofício do arquiteto e urbanista, com o desenvolvimento de ações de Assistência Técnica em Habitação de Interesse Social (Athis).

 

Veja aqui a íntegra da proposta de trabalho 

 

MAIS COMUNICAÇÃO
Falando ao jornal A Tarde, da Bahia, Nadia Somekh afirmou que o distanciamento entre o trabalho de arquitetos e classes se relaciona não só a questões financeiras, mas, sobretudo, à falta de compreensão sobre o que o profissional realmente faz. “Quem não conhece não valoriza”.

 

Um dos pontos-chave para a diminuição dessa distância, segundo a presidente do CAU/BR, é a comunicação. Nadia reforça que é fundamental que seja divulgado como o ofício proporciona qualidade de vida às pessoas. Leia aqui a matéria completa. 

 

A popularização da Arquitetura e Urbanismo também foi tema da entrevista concedida ao Anuário da Revista Projeto, uma das principais publicações especializadas do setor. Reportagem produzida pela editora Evelise Grunow será publicada na versão impressa do Anuário, no mês de março.

 

 

2 respostas

  1. Senhora Presidenta,
    Identifiquei no seu programa muitos pontos positivos. O CAU precisa atuar com desenvoltura na criação de empregos e aumento do mercado de trabalho. A política urbana e habitacional não esta na pauta governamental. Precisamos fazer propostas e torna-las públicas. A Assistência Técnica precisa virar uma realidade. Temos que fazer projetos pilotos e experiências concretas. Este ano fazem 20 Anos da Promulgação do Estatuto da Cidade. Precisamos promover uma reflexão e propor melhorias. Em janeiro próximo celebram-se 100 anos da Semana de Arte Moderna de 1922. A Arquitetura brasileira deve muito a esse movimento. Devemos celebrar. Estou a disposição para colaborar philippetorelly@gmail.com
    Boa sorte!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

ARQUITETURA SOCIAL

Representantes do CAU Brasil e do CEAU se reúnem com Secretário Nacional de Habitação

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

Presidente do IPHAN e diretor de Patrimônio Material visitam sede do CAU Brasil

CAU/BR

CAU Brasil lança política de benefícios para aquisição de softwares e outros bens e serviços

IAB

Projeto de Lelé, prédio do IAB/GO é alvo de demolição da Prefeitura em Goiânia

Skip to content