ARQUITETOS EM DESTAQUE

CAU/RJ lamenta a morte do arquiteto e urbanista Sabino Barroso

 

O arquiteto e urbanista Sabino Machado Barroso, parceiro de Niemeyer na construção de Brasília e ex-diretor do Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, faleceu aos 93 anos, no Rio de Janeiro. Ele estava internado desde o começo do mês no Hospital de Clínicas de Jacarepaguá.

 

Sabino foi estagiário de Oscar Niemeyer no início da década de 1950 e integrou a equipe responsável pela construção de Brasília, sendo o primeiro a se deslocar à futura capital federal. Com a chegada dos militares ao poder, Sabino abandonou a nova capital e começou a atuar no Iphan em 1965. Seus dois primeiros projetos a pedido de Rodrigo de Mello Franco e Lúcio Costa foram o estudo para uma pousada e restaurante junto às ruínas de São Miguel das Missões e o Museu de Sambaquis em Joinville. Ele também foi responsável pelas primeiras estações de metrô do Rio.

 

Amante do samba, Barroso fez o projeto da sede e da quadra da Mangueira, da qual foi diretor honorário, e fundou a Banda de Ipanema. Sabino Barroso era casado com a filósofa Marília Barroso, a Nininha, e deixa um filho e uma neta.

 

Fonte: CAU/RJ

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

ARQUITETOS EM DESTAQUE

Projeto brasiliense ganha destaque Internacional no Prêmio ArchDaily Edifício do Ano 2024

ARQUITETOS EM DESTAQUE

Arquiteto Washington Fajardo vai atuar na Divisão de Habitação e Desenvolvimento Urbano do BID

ARQUITETOS EM DESTAQUE

Arquitetura Modernista: New York Times indica Brasília como um dos melhores lugares para visitar 2024

ARQUITETOS EM DESTAQUE

Conheça os profissionais premiados pelo CAU Brasil no Dia do Arquiteto e Urbanista 2023

Pular para o conteúdo