CAU/BR

CAU e Governo de MT farão compartilhamento de dados georreferenciados

Francisco Gomes, conselheiro do CAU/MT; Eduardo Chiletto, secretário das Cidades de Mato Grosso; Haroldo Pinheiro, presidente do CAU/BR; e Ana de Cássia Bernardino, conselheira do CAU/BR por Mato Grosso

 

A Secretaria de Estado das Cidades de Mato Grosso e o CAU estão negociando uma parceria para compartilhamento dos bancos de informações georreferenciadas das duas entidades: o Sistema de Inteligência Geográfica do CAU (IGEO) e  Sistema de Informações Urbanas de Mato Grosso (GeoCidades).

 

O secretário das Cidades de Mato Grosso, Eduardo Chiletto, conselheiro licenciado do CAU/MT, fez hoje uma visita ao presidente do CAU/BR, Haroldo Pinheiro, e o assunto foi a principal pauta. Também participaram da reunião a conselheira federal por Mato Grosso, Ana de Cássia Bernardino, e o conselheiro estadual Francisco Gomes.

 

 

O IGEO do CAU faz o mapeamento detalhado de projetos e obras arquitetônicas em todo o território nacional, com o objetivo de orientar a fiscalização da Arquitetura e do Urbanismo.

 

 

Já o software do governo mato-grossense permite que as prefeituras façam o mapeamento de suas áreas urbanas e gerem dados que possam subsidiar, tanto o governo municipal quanto o estadual, a gestão do território, o planejamento urbano e a construção de infraestrutura pública – como praças, parques, escolas, hospitais e delegacias.

 

Os dados poderão ainda ser utilizados nos planos diretores municipais e nas políticas públicas desenvolvidas pela Secretaria das Cidades. A intenção de Chiletto é que até 2018 todos os 141 municípios do Estado utilizem o sistema, que começou a ser implantado neste ano.

 

TERMO DE COOPERAÇÃO – A parceria entre a Secretaria das Cidades de Mato Grosso, o CAU/MT e o CAU/BR deve ser oficializada por um termo de cooperação entre as duas instituições. “Nossa conversa com o presidente Haroldo foi bem favorável e funcionários do Conselho já vão começar a fazer os estudos e a redigir a minuta de um acordo de cooperação”, afirmou Eduardo Chiletto, que foi conselheiro da gestão fundadora do CAU/BR (2011-2014).

 

“Além da participação no sistema, viemos convidar o CAU a colaborar efetivamente em nossas políticas urbanas”, completou o secretário. Segundo Chiletto, a intenção do Governo do MT é fazer uma revisão das políticas habitacionais desenvolvidas no Estado, e a participação do CAU/BR será essencial para a correção de problemas e o apontamento de soluções tecnicamente coerentes e viáveis.

 

 

Publicado em 06/02/2015.

MAIS SOBRE: CAU/BR CAU/UF

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CAU/BR

NOTA DE ESCLARECIMENTO

CAU/BR

CAU/BR aponta protagonismo feminino na arquitetura e urbanismo durante 98º ENIC

CAU/BR

Comissões do CAU/BR debatem temas de interesse dos arquitetos e urbanistas

CAU/BR

CAU/BR celebra uma década dos primeiros empregados públicos efetivos

Pular para o conteúdo