CAU/BR

CAU/BR estreita relações com agência de serviços para projetos da ONU

 

O CAU/BR e o UNOPS (Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos) iniciaram diálogo para a assinatura de um termo de cooperação mútua na defesa de boas práticas nas contratações de obras públicas, entre elas a elaboração do projeto completo antes das licitações.

 

Para tratar do assunto, a gerente do Centro de Projetos no Brasil, Suelma Rosa dos Santos, visitou a sede da autarquia, em Brasília, e se reuniu com o presidente do Conselho, Haroldo Pinheiro.

 

Criado em 1974 como parte do PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), o UNOPS tornou-se uma organização independente em 1995. O Escritório presta serviços de gestão  de projetos, contratações públicas e infraestrutura física a diversos governos e serve como braço operacional da ONU em ações de ajuda humanitária e assistência técnica  a áreas sinistradas – um dos casos é o do Haiti, onde o sistema hospital destruído pelo terremoto de 2010 foi reconstruídos pelo Escritório.  Presente em 60 países, o UNOPS conta com mais de seis mil técnicos, que atualmente trabalham em cerca de mil projetos em todo o mundo, nos quais o organismo inclusive aporta recursos financeiros.

 

Sustentabilidade, foco e excelência são as linhas estratégicas do UNOPS, segundo a gerente brasileira. Um dos trabalhos em desenvolvimento no país é o apoio à Secretaria de Diretos Humanos na concepção de projetos arquitetônicos inovadores, inclusive com correlação com o urbanismo, para unidades de assistência a menores infratores. Com a Associação Brasileira de Gestão Hospitalar, discute-se o incremento de hospitais-escola. Outros temas já pautados são a igualdade de gênero – inclusive na construção civil -, e novas abordagens para a questão ambiental, com ênfase na resiliência, para redução de riscos em áreas sujeitas a desmoronamentos ou acampamentos improvisados.

 

Para Suelma Rosa dos Santos, a aproximação com o CAU/BR permitirá a participação de arquitetos e urbanistas em tais programas, além do desenvolvimento de novas ações do UNOPS e apoio mútuo em debates como a revisão da Lei de Licitações, a favor do projeto completo.

 

Segundo Haroldo Pinheiro, a parceria com o UNOPS ampliará a relação que o CAU/BR já mantém com outros organismos da ONU como o UN-Habitat, a UNESCO e o UNIDO (Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial). “No caso específico do UNOPS, o recorte técnico é importante, pois muitas vezes ele tem sido esquecido, impedindo que países como o Brasil usufruam plenamente do conhecimento dos profissionais da área, entre eles os arquitetos e urbanistas”.

 

 

Publicado em 12/02/2015.

MAIS SOBRE: CAU/BR

3 respostas

  1. Como e quando será esta cooperação?
    Grata e aguardo retorno.

  2. O assunto é do meu interesse,como posso fazer ,para ter maiores informações?
    Obrigado.

  3. Meu escritório Asau Arquitetura e Urbanismo ,tem experiência no assunto. E coloco a disposição.
    Obrigado pela atenção.

Os comentários estão desabilitados.

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CAU/BR

NOTA DE ESCLARECIMENTO

CAU/BR

CAU/BR aponta protagonismo feminino na arquitetura e urbanismo durante 98º ENIC

CAU/BR

Comissões do CAU/BR debatem temas de interesse dos arquitetos e urbanistas

CAU/BR

CAU/BR celebra uma década dos primeiros empregados públicos efetivos

Pular para o conteúdo