CAU/UF

CAU/MT ministra palestra em Primavera do Leste

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Mato Grosso realizou no dia 06 de março uma ação do CAUniversidade na UNIC – Primavera do Leste, buscando aproximar os estudantes da instituição. Essa ação se deu através de uma palestra ministrada pelo conselheiro Eduardo Chiletto, vice-presidente e Coordenador da Comissão de Ética e Disciplina. Estiveram presentes uma média 60 alunos, do 5º, 7º e 10º semestre do curso de arquitetura e urbanismo.

 

Palestra foi ministrada pelo conselheiro Eduardo Chiletto

 

Inicialmente o conselheiro realizou esclarecimentos sobre o CAU/MT, falando sobre seu processo de criação; o que significa o órgão ser uma autarquia; suas competências; atual estrutura; atribuições de cada comissão; visão, missão e valores.

 

Em seguida falou da arquitetura como uma questão social, abordando o conceito de moradia digna e tipologias habitacionais. Demonstrando que a habitação de interesse social se configura em oportunidades de mercado por ser um campo pouco explorado.

 

Destacou-se ainda o redirecionamento ações de fiscalização do CAU/MT para coibir construções e reformas sem um responsável técnico legal. Segundo pesquisa realizada em 2015 pelo CAU/BR e Instituto DataFolha, mais de 85% dos brasileiros realizam obras sem orientação de arquitetos e urbanistas ou engenheiros. A ação irá promover a valorização da profissão e ampliação do mercado de trabalho.

 

Os estudantes realizaram questionamentos ao conselheiro sobre o posicionamento do CAU em relação ao ensino a distância de arquitetura e urbanismo. O Conselho entende que esses cursos não atendem a legislação vigente do setor educacional, por não contemplarem a relação professor/aluno própria dos ateliês de projeto e outras disciplinas; as experimentações laboratoriais e a vivência para a construção coletiva do conhecimento.

 

Outro assunto levantado pelos alunos foi sobre reserva técnica, que o conselheiro disse não ser o principal ponto de discussão do código de ética profissional. Para ele a questão é mais ampla e deve ser levada em conta as obrigações do arquiteto com outros profissionais, com seus contratantes, com a sociedade e com o conselho.

 

Chiletto ainda falou que para ele cada professor, de cada disciplina seja ela qual for, deve tentar abordar essa questão da ética e disciplina profissional dentro das aulas do curso de arquitetura e urbanismo. Falou ainda que não será em apenas uma única palestra que os alunos irão conseguir assimilar esse ponto, e sim em uma prática diária ao longo de todos os semestres.

 

Sobre a palestra ministrada o vice-presidente Eduardo disse que o retorno por parte dos estudantes foi positivo. Tanto que o Conselho foi convidado a participar da semana acadêmica do curso que ocorrerá esse ano. Dessa forma, a ação do Conselho poderá alcançar os estudantes de todos os semestres, e não apenas aqueles que estão formando.

 

“O CAU por ser um conselho extremamente novo, precisa se aproximar mais dos profissionais como um todo e também da sociedade. É evidente que isso faz parte de um processo e acredito que esse processo comece com os alunos, os alunos são fundamentais dentro desse processo. O CAU tem que estar presente mostrando a eles a sua importância”, destacou o conselheiro.

 

Fonte: CAU/MT

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

EVENTOS

Patrícia Sarquis Herden é presença confirmada no 3º Fórum Mundial Niemeyer 

EVENTOS

Inscrições abertas para o Fórum Urbano Mundial

EVENTOS

World Architecture Festival (WAF) recebe inscrições com desconto até 28 de março

Ensino e Formação

UFMG recebe inscrições para pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo

Pular para o conteúdo