CAU/UF

CAU/PB inicia campanha pela valorização e ética profissional

 

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo da Paraíba (CAU/PB) realizou na última segunda-feira (26) uma reunião com os lojistas representantes dos grupos de decoração de João Pessoa. Estiveram presentes Roberto Honorato pelo Circuito AD, Juliana Queiroga pelo Galpão Club e Douglas Veloso pelo ArqDesign. Além dos representantes dos grupos, também participaram da reunião o presidente do CAU/PB, Cristiano Rolim, a coordenadora da comissão de Exercício Profissional, Ensino e Formação (CEPEF), Amélia Panet e o coordenador da comissão de Ética e Disciplina (CED), Silton Henrique, além do conselheiro federal Hélio Costa.

 

Esta foi a primeira reunião realizada por esta gestão do conselho, com os representantes lojistas, para apresentar e discutir o Código de Ética e Disciplina dos Arquitetos e Urbanistas assim como a campanha de valorização profissional divulgada recentemente pelo CAU/BR abordando a Reserva Técnica (RT).

 

Inicialmente o presidente Cristiano Rolim realizou uma explanação e contextualização da campanha nacional, enfatizando as prerrogativas do Código de Ética e Disciplina acerca da transgressão da prática da RT. Em seguida foi aberta a palavra aos lojistas representantes dos clubes da cidade, que têm abrangência em todo o Estado da Paraíba.

 

Para os lojistas, o pagamento de RT é justo pois eles reconhecem que os arquitetos e urbanistas, quando acompanham o processo de indicação e desenvolvimento, prestam serviço técnico eficiente. Eles reclamaram da eventualidade falta de projetos por parte de alguns arquitetos, que apenas recomendam a loja, sem o envolvimento direto no processo.

 

Os representante dos grupos acreditam que o trabalho de conscientização deve ser iniciado pelas escolas de Arquitetura e Urbanismo, pois atestam que quando recebem visitas de alunos, seja em loja ou beneficiadores, como marmorarias, por exemplo, os mesmos se antecipam na pergunta de qual o valor pago de RT pelo estabelecimento. Os lojistas entendem que a prática é disseminada nas faculdades e que os alunos esperam praticá-la.

 

Em relação aos prêmios de viagens, os lojistas afirmam que estes são vistos como auxílio técnico e cultural de seus participantes. Eles relataram preocupação com as atuações vindouras do CAU, sobretudo acerca das premiações, pois entendem que a criação dos clubes de premiações e parcerias foi importante para alavancar as vendas. Eles afirmaram ainda que a prática da RT é muito antiga e de conhecimento de grande parte dos cliente e acreditam que ela deve ficar clara.

 

Na reunião, os lojistas afirmaram que entendem que a coibição da prática aos arquitetos e urbanistas fará com que estes sejam substituídos por terceiros de forma camuflada, e que os designers e demais agentes especificadores continuarão com a prática, o que refletirá na insatisfação de grande parte dos arquitetos perante o CAU. Eles afirmaram ainda que 70% das vendas são realizadas por intermédio de especificadores e destes, algo em torno de 60% são arquitetos.

 

Os representantes dos grupos finalizaram afirmando que não existe diferença no preço de seus produtos e serviços quanto a ter ou não especificadores externos e entendem que os profissionais devem ser ouvidos sobre a condenação da prática pelo CAU.

 

“Esclarecemos aos lojistas que o CAU não se absterá de combater a prática da RT por entender que a mesma é danosa à relação profissional/cliente e é ponto pacífico respaldado no Código de Ética e Disciplina”, afirmou o coordenador da CEP do CAU/PB, Silton Henrique, destacando que o próximo passo será um diálogo com os profissionais do Estado da Paraíba para orientação e alerta da condenação da prática de cobrança de RT.

 

“Entendemos que é preciso se construir um diálogo com os profissionais enfatizando campanhas de valorização profissional, cursos programados da tabela de honorários e um comportamento ético do arquiteto e urbanista na condução do projeto e acompanhamento, além da ênfase ao contrato formal entre as partes”, destacou Silton Henrique.

 

CAUs de vários Estados vêm realizando reuniões com os profissionais e grupos de lojistas para discutir o Código de Ética e Disciplina e a questão da Reserva Técnica. Recentemente o presidente do CAU/PB, Cristiano Rolim e o assessor jurídico Welison Silveira, participaram de reunião realizada pelo CAU/RN com profissionais daquele Estado.

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

Fiscalização

Conferência valida diretrizes estratégicas da fiscalização da Arquitetura e Urbanismo

Fiscalização

CAU/BR realiza I Conferência Trienal de Fiscalização nos dias 27 e 28/03 

CAU/UF

Conselho de Arquitetura e Urbanismo do RN anuncia concurso público para níveis médio e superior

EXERCÍCIO PROFISSIONAL

FNDE vai contratar 21 arquitetos(as) e urbanistas para atuar em projetos educacionais

Pular para o conteúdo