CATEGORIA

CAU/RO: Fiscalização no interior

 

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Rondônia – CAU/RO , esteve na última semana iniciando o cronograma de fiscalização no interior, nesta primeira etapa foi fiscalizado o município de Ariquemes. O CAU/RO quer cumprir o cronograma de fiscalizar o interior até o final do ano, já foi elaborado um cronograma para uma extensiva atividade no interior.

 

O Conselho quer prestar boas práticas de fiscalização seja em trabalho em prol da arquitetura e sociedade, visto a problemas encarados nesta primeira etapa do ano, contudo nesse segundo semestre o CAU tem buscado ser mais efetivo com a fiscalização, principalmente no interior.

 

 

Essa primeira etapa em Ariquemes, teve resultados positivos para fiscalização, além de ser bem animador para os arquitetos locais que prestaram enorme satisfação em ver as atividades do conselho. Os recurso para cumprir a fiscalização extensiva e efetiva são poucos atualmente, mas a intenção é só prolongar neste final de ano para o ano que vem.

 

O CAU/RO alerta que nas próximas semanas, até mesmo em finais de semana para cumprir o cronograma elaborado o conselho estará presente em várias cidades do Interior, possivelmente o cronograma será publicado em breve. O Conselho pretende mostrar sua prestação de serviço efetiva em prol dos profissionais, da arquitetura e em defesa a sociedade.

 

Publicado em 26/10/2015. Fonte: CAU/RO

MAIS SOBRE: CATEGORIA

2 respostas

  1. Necessitamos da Fiscalização do CAU na cidade de Espigão do Oeste -RO.
    Pois temos necessidade em vários casos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

Assistência Técnica

Mais médicos/Mais arquitetos: mais saúde para o Brasil (artigo de Nadia Somekh no portal do Estadão)

CATEGORIA

Seminário de Urbanismo debate Planos Diretores para novos tempos

CATEGORIA

Políticas urbanas e ambientais nas cidades brasileiras em pauta na Trienal

CATEGORIA

Seminário da AsBEA debate recuperação de imóveis subutilizados

Pular para o conteúdo