CATEGORIA

CAU/SP faz encontro preparatório da 2ª Conferência em Campinas

 

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo de São Paulo (CAU/SP) realizou mais uma etapa de sua 2ª Conferência Estadual de Arquitetos e Urbanistas, no dia 6 de novembro, em Campinas, na Câmara Municipal da cidade. Os profissionais e o público presentes no evento, que tem como o tema “Arquiteto, o projeto e a qualidade do ambiente construído”, discutiram a respeito da Resolução Nº 51, que abriga as atribuições e deveres dos arquitetos; projeto executivo; reserva técnica e suas implicações; honorários profissionais e ensino e formação continuada.

 

Na ocasião, a Diretora de Ensino e Formação do Conselho, Debora Pinheiro Frazatto, ressaltou que, apesar do CAU ter apenas quatro anos de criação, o órgão é resultado do sonho de toda a categoria. “Antes de tudo, nos cabe o fortalecimento do significado da nossa profissão”, disse.

 

O vereador André Von Zuben (PPS) explicou que Campinas se prepara para um novo debate do Plano Diretor do Município. Para ele, os arquitetos têm importância nessa discussão. “É assim que vamos conseguir fazer as mudanças que a gente pretende”, disse.

 

O coordenador da 2ª Conferência do CAU/SP, conselheiro Ronaldo Taminotto, destacou a importância de vencer a batalha narrativa sobre a questão da reserva técnica. “Precisamos parar de chamar de reserva técnica. Eu tenho chamado de propina técnica”, afirmou.

 

 

O diretor técnico do CAU/SP, Altamir Fonseca, lembrou que 170 prefeituras do Estado de São Paulo ainda não contam com um arquiteto: “temos que pensar no que está errado nessa história. Nós temos que pensar como ocupar esse espaço”.

 

A coordenadora da Comissão de Ética e Disciplina do CAU/SP, conselheira Rosana Ferrari, lembrou que empresas ainda têm premiado os profissionais de arquitetura muito mais pelo que eles vendem do que pelo projeto que criam. Segundo ela, o Código de Ética da profissão tem papel essencial nessa relação: “Ele veio menos punitivo e mais educativo. Justamente para balizar nossas ações”.

 

Para os coordenadores regionais da 2ª Conferência em Campinas, os resultados do encontro foram muito positivos. “Os nossos representantes da região são profissionais ativos e atentos ao coletivo”, destacou Alan Cury. Já para Nancy Laranjeira, o debate mostrou o alinhamento entre a instituição e os profissionais: “As propostas são interessantes e vieram ao encontro com o que o CAU/SP vem fazendo”. “É importante ter os profissionais envolvidos, querendo participar”, ressaltou Luciana Rando de Macedo Bento.

 

Ao final do encontro foram eleitos três representantes, que levarão as propostas colhidas na ocasião para a 2ª Conferência Estadual do CAU/SP, que será realizada nos dias 25 e 26 de novembro. Os participantes escolheram os arquitetos Maurício Salvi, Marcos Xavier e Ralf Barroca Lemos de Oliveira. “Os encontros são importantes para somarmos nossos conhecimentos individuais em prol da sociedade e da categoria”, afirmou Oliveira. Para Xavier, a Conferência “tem função didática e multiplicadora”.

 

Publicado em 11/11/2015. Fonte: CAU/SP
MAIS SOBRE: CATEGORIA

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CATEGORIA

Fórum de Presidentes do CAU/BR cumpre extensa pauta em Belo Horizonte (MG)

ATENDIMENTO E SERVIÇOS

Central de Atendimento do CAU/BR não funcionará na Sexta-feira Santa

ACERVOS

Seminário TOPOS:  CAU/BR e FAU/UnB promovem debate sobre a importância de acervos e arquivos de urbanismo no país 

#MulherEspecialCAU

“Arquiteta, na solidão da sua profissão, seu nome pede valorização!”, defende Tainã Dorea

Pular para o conteúdo