ATENDIMENTO E SERVIÇOS

CAU/UF atualizam base de dados de endereços e ruas dos 5.570 municípios brasileiros

Exemplo de rota de fiscalização utilizada pelo IGEO

 

Desde a sua criação, o CAU/BR e os CAU/UF exploram as melhores ferramentas tecnológicas para prestar os melhores serviços aos arquitetos e urbanistas à toda a sociedade. Trata-se de um processo incessante de inovação e atualização. A última novidade é a nova base de arruamento do IGEO, o sistema de inteligência Geográfica do CAU.

 

A base de arruamento, também conhecida como base digital de sistema viário, contém informações de rodovias, arruamentos e dados de endereçamento de todos os 5.570 municípios brasileiros. Além de atributos como as referências de endereçamento do tipo e sentido da via, título, nome do logradouro, numeração inicial e final, CEP, bairros, pontos de interesse, atributos de elevação (no caso de pontes e viadutos) e limites de velocidade.

 

Trata-se de uma ferramenta essencial para o trabalho de fiscalização realizado pelos CAU/UF. Com as informações disponibilizadas pelo IGEO, os fiscais podem cruzar dados de RRTs com informações de emissão de alvarás e termos de habite-se (informações fornecidas pelas prefeituras), e estabelecer rotas de fiscalização, otimizando o tempo gasto nas ações de fiscalização. Essas rotas são enviadas aos tablets usados pelos fiscais. As informações de autuação e notificação são processadas por meio desse mesmo sistema, permitindo ao CAU/UF ter a referência geográfica exata de todas as suas ações. É a cidade na palma da mão. Com a nova base de arruamento, essas ações ganham em precisão e agilidade. 

 

Fiscalização do CAU/PI realizada por meio do IGEO

 

Diversos órgãos públicos reconhecem o pioneirismo da iniciativa, como o Governo do Mato Grosso (leia aqui) e o Governo do Distrito Federal (leia aqui). Recentemente, as tecnologias inovadoras do CAU/BR foram reconhecidas pela Federação Pan-Americana de Associações de Arquitetos (FPAA), que concedeu o Prêmio Arquiteto em Função Pública a Mirna Cortopassi Lobo, primeira gerente-geral do CAU/BR. Saiba mais aqui. 

 

Adicionalmente, os arquitetos e urbanistas contam também com o MobiArq Protagonista, aplicativo para celulares que permite aos profissionais que observarem indícios de irregularidades enviar fotos georreferenciadas ao sistema de fiscalização, permitindo aos CAU/UF integrar essas informações à sua rotina de trabalho. Saiba mais aqui. 

 

Caso queira denunciar prática ilegal, acesse o canal de denúncias do SICCAU:

 

 

Em 2016, os CAU/UF realizaram mais de 117.000 ações de fiscalização em todo o Brasil. Saiba mais aqui. 

 

Publicado em 14/03/2017

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CAU/BR

NOTA DE ESCLARECIMENTO

CAU/BR

CAU/BR aponta protagonismo feminino na arquitetura e urbanismo durante 98º ENIC

CAU/BR

Comissões do CAU/BR debatem temas de interesse dos arquitetos e urbanistas

CAU/BR

CAU/BR celebra uma década dos primeiros empregados públicos efetivos

Pular para o conteúdo