HONRA AO MÉRITO

CAU/BR homenageia Guivaldo D’Alexandria Baptista em inesquecível cerimônia

 

Referência de ser humano e de vida dedicada à arquitetura e ao urbanismo, Guivaldo D´Alexandria Baptista foi homenageado nesta quinta-feira (21), em Brasília, pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR), com a comenda de Honra ao Mérito da Arquitetura e Urbanismo João Filgueiras Lima – Lelé.

 

Difícil foi não se emocionar com as comoventes mensagens de carinho e reconhecimento dedicadas ao homenageado. A cerimônia reuniu de forma inédita os ex-presidentes Nadia Somekh (SP), Antonio Luciano de Lima Guimarães (CE) e Haroldo Pinheiro Villar de Queiroz (DF), além dos conselheiros federais do CAU/BR e colabores da entidade, durante a 146ª Reunião Plenária Ordinária do Conselho, transmitida ao vivo pelo canal oficial no YouTube.

 

A honraria é concedida a arquitetos e urbanistas que tenham prestado relevantes serviços à nação brasileira durante o exercício de suas atribuições profissionais e por suas contribuições para o engrandecimento da profissão da arquitetura e do urbanismo no país. Baptista é o terceiro homenageado pelo CAU/BR, antecedido por Sérgio Magalhães, em 2022, e Haroldo Pinheiro, em 2017.

 

Ao apresentar o extenso currículo do homenageado, que demonstra claramente sua dedicação à profissão e formação dos arquitetos e urbanistas, Neilton Dorea Rodrigues de Oliveira, conselheiro federal pela Bahia, destacou seu enorme carinho ao amigo da faculdade e do CAU.

 

Emocionado, Guivaldo mencionou que quando recebeu a notícia saltou de um momento de surpresa para um momento de profunda preocupação com sua saúde. Vou morrer? Perguntou ao filho, explicando que se recupera de uma sucessão de eventos dolorosos em sua trajetória: a vida da sua esposa, após 44 anos de casamento, levada por consequências da Covid-19, e um ano depois por uma cirurgia extremamente delicada para retirada de um câncer.

 

Ao final, no entanto, reconheceu que a homenagem é possível, sim, por ser testemunha da história do CAU e da arquitetura no Brasil. Ao reencontrar conselheiros no aeroporto, pensou: “estou voltando para uma casa, que nunca deixou de ser a minha casa”.

 

Vários conselheiros manifestaram seu reconhecimento à merecida comenda. Josemee Gomes de Lima, conselheira por Alagoas, ressaltou sua felicidade em fazer parte da homenagem. “Merece isso e muito mais”, disse.

 

“Você já se torna uma referência para mim, como ser humano, por tudo o que foi dito, por sua dedicação à arquitetura e ao urbanismo e por ser professor de Ética”, salientou Cadu, representando as entidades fundadoras do CAU/BR (IAB, ABEA, AsBEA, ABAP).

 

Também se manifestaram os conselheiros Tito Augusto Abreu de Carvalho (ES), Augusto Abreu de Carvalho (ES), Luiz Afonso Maciel de Melo (RR), Lucas Ribeiro Rozzoline Muniz (CE) e José Jefferson de Sousa (RN).

 

Extenso currículo e muito merecimento

Especialista em Construção Civil pela Escola de Engenharia da Universidade Católica de Salvador, Baptista foi presidente interino do CAU/BA, de 2020 a 2021, e conselheiro federal pela Bahia.

 

Graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Bahia, tem experiência na área de Arquitetura e Urbanismo, com ênfase em Construção Civil, atuando, principalmente, nos temas organização do trabalho, regulamentação, ética profissional e desenvolvimento solidário.

 

Professor adjunto da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Baptista é ex-presidente da gestão fundadora do CAU/BA. Foi conselheiro federal do CAU/BR na gestão 2018-2020 e reeleito para a gestão 2021-2023. Atuou como coordenador da Comissão de Ética e Disciplina, membro da Comissão de Política Profissional e integrante do Conselho Diretor do CAU/BR.

 

João Filgueiras Lima, o Lelé

A Honra ao Mérito da Arquitetura e Urbanismo leva o nome de um dos maiores arquitetos do país: João Filgueiras Lima, o Lelé. Falecido em maio de 2014, aos 82 anos, o arquiteto deixou um legado inestimável para a Arquitetura brasileira. Suas obras se destacam pelas técnicas inovadoras, pelo apuro estético e pelo seu grande alcance social. Em mais de 50 anos de atividade profissional, Lelé construiu escolas, hospitais, universidades e inúmeros prédios públicos.

 

Considerado por Lúcio Costa um dos três mais importantes nomes da Arquitetura Modernista Brasileira. Ele foi responsável por obras que transformaram a forma como o Brasil olhava sua Arquitetura. Desde o trabalho na construção de Brasília, passando pela criação da Fábrica de Escolas do Rio de Janeiro e do Centros Integrados de Educação Pública no Rio de Janeiro (ambos em parceria com Darcy Ribeiro), pela Fábrica de Equipamentos Comunitários em Salvador até o desenvolvimento do Centro de Tecnologia da Rede SARAH de Hospitais, ele soube como ninguém unir técnica e arte, função e sensibilidade.

MAIS SOBRE: HONRA AO MÉRITO

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

HONRA AO MÉRITO

CAU/BR concede Honra ao Mérito ao arquiteto Guivaldo D´Alexandria Baptista e inaugura Galeria de Presidentes

Pular para o conteúdo