CAU NA MÍDIA

CEF do CAU Brasil promove encontro preparatório para o Seminário Nacional

Conhecer alguns projetos e verificar possibilidades de replicações, ampliações e apoio foi um dos objetivos do primeiro dia do encontro da Comissão Ordinária de Ensino e Formação (CEF) do CAU Brasil. O encontro preparatório para o Seminário Nacional, previsto para  setembro, aconteceu nos dias 26 e 27 , em São Paulo,  durante a programação do “Maio da Arquitetura”.

 

A reunião do dia 26, no quinta-feira, dia 26, no Braston  Hotel, conduzida pelo coordenador da CEF do CAU Brasil, Valter Caldana,  contou com a presença da presidente do CAU SP, Catherine Otondo, além de coordenadores e representantes das Comissões de Ensino e Formação dos estados do Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Sergipe, Santa Catarina, Mato Grosso, Espírito Santo, Paraná, Rio de Janeiro, Bahia, Mato Grosso Do Sul, Distrito Federal, Rondônia, Piauí, Pará, Alagoas, Tocantins Pernambuco e Ceará,  que durante o evento fizeram suas contribuições.

 

Os cursos de Arquitetura e Urbanismo na modalidade de Ensino a Distância (EaD) foram um dos principais temas abordados no primeiro dia do evento. Os representantes dos CAU UF colocaram os desafios regionais que enfrentam em seus Estados e como cada comissão tem direcionado seus trabalhos e, ainda, experiências de destaque desenvolvidas nos últimos meses.

 

Comissão Ordinária de Ensino e Formação do CAU Brasil realiza encontro preparatório para o Seminário Nacional

 

“Provavelmente temos mais cursos no país do que a somatória de cursos no mundo. São aproximadamente 843 no Brasil. Isso é algo muito significativo a se pensar, mas não no sentido de ser um absurdo. É sim no sentido de que isso é a nossa realidade. Ou seja, temos que trabalhar com isso”, afirmou Caldana, coordenador da CEF do CAU Brasil. Ele ressaltou como a autarquia federal tem o cuidado de ver o país com suas diversidades, principalmente, no ensino, e a Comissão tem tentando encontrar um ponto de equilíbrio. “Estamos buscando construir uma agenda nacional e não local”.

 

Cristiane Benedetto, chefe de gabinete representando a presidente do CAU Brasil Nádia Somekh, saudou a todos e observou o desejo de construção de uma pauta conjunta e única em torno do tema de ensino e formação. Caldana aproveitou a oportunidade para mencionar como a Comissão trabalha em sintonia com a presidência do CAU Brasil para subsidiar ações e citou o recente Projeto Lelé, destinado a estudantes que farão seus trabalhos de graduação/TFG. SAIBA MAIS.

 

Valter Caldana, Catherine Otondo e Ana Lucia Ceravolo

 

Ana Lucia Ceravolo, coordenadora da CEF do CAU SP, participou da reunião e destacou a alegria em compartilhar na cidade que sedia o evento as experiências locais e ver como as questões são muito parecidas com de outros estados. “Em São Paulo tem um agravante que é determinado pela quantidade. Os problemas crescem por si só”. Ela mostrou os números do Estado e apontou que a comissão tenta intensificar o diálogo com os cursos e docentes.

 

Cláudia Sales, coordenadora-adjunta da CEF do CAU Brasil, lembrou ao final do primeiro dia do encontro a inquietação da Comissão e do Conselho com a valorização do ensino. “É preciso ter cuidado com o ensino e com a arquitetura. Nossa preocupação é com o estudante e o exercício profissional. É um momento oportuno para esses dias de discussão para amadurecer e construir um caminho mais sólido e de caminhar para a valorização do ensino”, afirmou.

 

Para Humberto Mauro, conselheiro do CAU Brasil, é necessário criar soluções e mecanismos para ajudar na formação de um bom profissional que atue em prol da sociedade.

 

O encontro do primeiro dia de reunião teve transmissão ao vivo pelo canal do CAU Brasil no Youtube. Confira a íntegra do evento no vídeo abaixo.

 

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=qkbWBqDNwb4[/embedyt]

 

SEGUNDO DIA

 

A Comissão Ordinária de Ensino e Formação começou suas atividades de discussões na manhã da  sexta, dia 27, no Centro Histórico e Cultural Mackenzie. Na ocasião, coordenadores de CEF debateram sobre ensino remoto e ensino à distância e suas perspectivas.

 

Comissão Ordinária de Ensino e Formação se reúne no Centro Histórico e Cultural Mackenzie

 

No turno da tarde, o grupo se reuniu novamente no Braston Hotel para discutir a programação do Encontro Nacional de Setembro.

 

O encontro começou com uma palestra de Mauro Calliari, administrador de empresas, doutor em urbanismo, professor e colunista da Folha de São Paulo. Especialista em Urbanidade em São Paulo, Mauro falou sobre os desafios para gestores e arquitetos de uma cidade brasileira como São Paulo, como uma grande cidade traz impactos diretos no cotidiano de sua população.

 

Segundo ele, os desafios são diversos do ponto de vista da gestão municipal, de instrumentos urbanísticos da desigualdade, do uso de tecnologia, da melhoria da qualidade de vida, da baixa tecnologia, de projetos urbanísticos, da participação da sociedade, de resolução de conflitos e por último e mais recente, os desafios que envolvem a pandemia.

 

“Vivemos um momento de ameaça a urbanidade. Quando se pensa na possibilidade dos encontros possíveis e existentes na cidade, naquilo que uma cidade oferece. Estamos em um momento de ameaças”, afirmou o especialista durante sua apresentação. Segundo ele, temas que envolvem urbanidade impactam legislação, ética e consensos.

 

O coordenador Valter Caldana agradeceu a presença de Mauro Calliari ressaltando que os exemplos mostrados são realidades de tantas outras cidades. “Todos enfrentamos de uma maneira ou de outra, nas escalas de suas cidades e regiões desafios semelhantes. É um olhar de uma pessoa que pensa a cidade, a estrutura, o espaço público, urbano e suas atividades. Temos que estar atentos. O CAU Brasil precisa se abrir para a sociedade. Temos que saber falar, mas temos que saber ouvir. Isso inclusive é mote do seminário de setembro que vamos tratar nesta tarde”, conclui.

 

Confira a íntegra do segundo dia de evento no vídeo abaixo.

 

[embedyt] https://www.youtube.com/watch?v=o-4SBorWviY[/embedyt]

 

SEMINÁRIO NACIONAL DE COORDENADORES DAS CEF

 

O Seminário Nacional de Coordenadores das CEF, que pretende tratar da relação entre a formação, atribuição e prática profissional, tem previsão para acontecer no mês de setembro. O evento deverá refletir sobre o papel do CAU na formação do arquiteto e sua contribuição para a qualificação dos egressos das faculdades de arquitetura e urbanismo por meio de mesas temáticas, painéis de apresentação de boas práticas, palestras e oficinas, o seminário deverá contemplar os eixos da formação continuada, pesquisa, extensão, ensino e práticas profissionais.

 

“É um seminário para construir a identidade do CAU nesta temática”, apontou Valter Caldana. Segundo o coordenador da CEF, a necessidade social da arquitetura e urbanismo e o papel do CAU estão na centralidade dos debates. “Sonhamos durante meio século ter um conselho para colocar a arquitetura no seio do Estado. Transformar a arquitetura numa carreira de Estado é nossa maior batalha, e isso se faz construindo a relação entre a formação, atribuição e prática profissional, que é o que debateremos neste seminário”, complementou.

 

 

LEIA MAIS: Coordenadores das Comissões de Ensino e Formação falam sobre projetos dos CAU/UF

 

 

SAIBA MAIS: Conheça projetos inovadores da CEF/CAU Brasil para o avanço da qualidade da formação

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CAU/BR

CAU/BR aponta protagonismo feminino na arquitetura e urbanismo durante 98º ENIC

CAU/BR

Comissões do CAU/BR debatem temas de interesse dos arquitetos e urbanistas

EVENTOS

Patrícia Sarquis Herden é presença confirmada no 3º Fórum Mundial Niemeyer 

CAU/BR

CAU/BR celebra uma década dos primeiros empregados públicos efetivos

Pular para o conteúdo