CAU/BR

Centro Universitário adota Manual do Arquiteto no currículo oficial

manual-do-arquiteto---3

 

O Manual do Arquiteto e Urbanista, lançado pelo CAU/BR em 2015, agora faz parte do currículo do curso de Arquitetura e Urbanismo da Unifieo, centro universitário de Osasco (SP). O livro é leitura obrigatória nas disciplinas Prática Profissional e Introdução à Arquitetura e Urbanismo, que fazem parte do primeiro semestre do curso. “O objetivo é mostrar ao aluno a realidade do CAU e como funciona um escritório no dia-a-dia”, afirma o professor Ângelo Melli, coordenador do curso. “É uma coisa que o alunos tem que começar a mexer desde já, não precisa se formar para ter acesso ao material”.

 

O livro traz as principais informações que dizem respeito à prática legal da Arquitetura e do Urbanismo no Brasil desde o ensino, passando pela legislação trabalhista e até as normas que regem o bom exercício profissional, como o Registro de Responsabilidade Técnica (RRT), o Código de Ética e Disciplina dos arquitetos e Urbanistas e as Tabelas de Honorários de Serviços de Arquitetura e Urbanismo. A produção do material foi coordenada pelo Colegiado Permanente das Entidades Nacionais dos Arquitetos e Urbanistas (CEAU), composto pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), a Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA), a Associação Brasileira de Escritórios de Arquitetura (AsBEA), a Associação Brasileira de Ensino de Arquitetura e Urbanismo (ABEA) e a Associação Brasileira de Arquitetos Paisagistas (ABAP), com a colaboração da Federação Nacional de Estudantes de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (FeNEA). Baixe aqui a versão em PDF do Manual do Arquiteto e Urbanista.

 

“É um material que orienta sobre é que a atividade e o que é Arquitetura, inclusive destacamos uma definição do Lucio Costa sobre Arquitetura que faz parte do Manual”, diz o professor. “Me parece um instrumento fundamental para os alunos, bem elaborado e didático”.

 

O curso de Arquitetura e Urbanismo da Unifieo acabou de ser lançado, começou sua primeira turma em 2016, com 56 alunos no período noturno. Segundo o professor Ângelo Melli, o curso atraiu interesse de vários municípios vizinhos à capital, boa parte deles vindos de escolas públicas.

 

Publicado em 15/06/2016

MAIS SOBRE: CAU/BR

0 resposta

  1. Poderíamos melhorar a capa, meu ponto de vista não condiz com a responsabilidade que temos perante a sociedade, sem tirar o mérito da qualidade das gravuras a sensação que me da que Brasília não foi pensada e calculada e sim feito de brincadeira, para mim a capa não condiz com uma identidade visual que buscamos para os arquitetos.

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CAU/BR

NOTA DE ESCLARECIMENTO

CAU/BR

CAU/BR aponta protagonismo feminino na arquitetura e urbanismo durante 98º ENIC

CAU/BR

Comissões do CAU/BR debatem temas de interesse dos arquitetos e urbanistas

CAU/BR

CAU/BR celebra uma década dos primeiros empregados públicos efetivos

Pular para o conteúdo