Assistência Técnica

Comissão de Política Profissional incentivará empreendedorismo de arquitetos e urbanistas

Em sua primeira reunião de 2017, a 50a. Ordinária, realizada nos dia 2 e 3 de fevereiro, a Comissão Especial de Política Profissional do CAU/BR, definiu como uma das prioridades do ano o apoio ao empreendedorismo dos arquitetos e urbanistas.

 

“Deveremos atuar em duas frentes. Uma voltada para as novas tecnologias, como o BIM, que chegaram para ficar e não podem ser ignoradas no dia-a-dia da profissão. Precisamos entender melhor essas ferramentas e entender como tirar o melhor proveito delas”, afirma o coordenador Sanderland Coelho Ribeiro, conselheiro federal pelo Piauí.

 

“Iremos tratar também do empreendedorismo social que tem levado um crescente número de arquitetos e urbanistas, em especial das novas gerações, a realizarem trabalhos de projetos e gerenciamento de reformas ou obras para populações carentes. É uma continuidade do trabalho que a Comissão já vem realizando pela implementação da Lei de Assistência Técnica Gratuita no campo da Habitação de Interesse Social, cujos primeiros resultados começam a surgir em algumas cidades”.

 

CPP: Manoel de Oliveira Filho (PR), Roseana de Almeida Vasconcelos (RO, Sanderland Coelho Ribeiro (coordenador, PI), Wellington de Souza Veloso (coordenador-adjunto, PA) e Heitor Antonio Maia das Dores (AL), 

 

Os assuntos serão desdobrados em nova reunião marcada para o início de março em São Paulo, onde deverá ser definida a pauta de um seminário a se realizar ainda no primeiro semestre.

 

Outro tema tratado na reunião foi a inclusão de projetos arquitetônicos e gerenciamento de obras por arquitetos e urbanistas na linha de crédito Construcard da Caixa Econômica Federal. Hoje o financiamento é restrito à compra de material de construção em lojas credenciadas pela CEF.

 

A arquiteta Mara Luísa Alvim Motta, gerente executiva de Sustentabilidade e Responsabilidade Socioambiental da Caixa Econômica Federal, esteve presente ao encontro e manifestou o interesse da Caixa em atender ao pleito. Ela também falou sobre o Selo Azul da Sustentabilidade Ambiental, incentivo para o uso racional de recursos naturais na construção de habitações, reduzindo o custo de manutenção dos edifícios e as despesas mensais de seus usuários, além de promover a conscientização dos construtores e cidadãos em geral sobre as vantagens das construções sustentáveis.

 

“Nossa preocupação tem sido a valorização da Arquitetura e Urbanismo que é refletida na qualidade de trabalho dos profissionais, atendendo a demanda da sociedade pela melhoria de nosso habitat”, conclui o coordenador.

 

Publicado em 07/02/2017

4 respostas

  1. …..Esperando o dia que o CAU vai atuar frente as prefeituras do interior para fazer valer a lei de exclusividades em projetos de Arquitetura. os Engenheiros reinam soberanos nas cidades de interior, onde ainda divulgam de forma absurdas que só Engenheiros legalizam imoves. Em Palmares a prefeitura exige calculo estrutural para imoveis de apenas primeiro andar, sendo o Engenheiro o profissional que pode fazer este serviço, na visão deles. Já denunciei no CAU-PE em 2015 e até hoje, mesmo mudando a prefeitura a rotina é a mesma.

  2. Também poderiam ser debatidos assuntos ligados à administração de escritórios de arquitetura, legislação, tributação, desafios e oportunidades. Considerando que a grande maioria dos Arquitetos são empresários, donos de seus escritórios, liberais ou autônomos e que não há nos cursos de graduação nenhuma preparação para esta realidade administrativa, mas que faz parte do negócio e do dia a dia do profissional.

    1. Achei super válida sua colocação e assino embaixo.

Os comentários estão desabilitados.

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CAU/BR

NOTA DE ESCLARECIMENTO

CIDADES

Conferência das Cidades: espaço para discutir a implementação da política urbana para todo o país

CAU/BR

CAU/BR aponta protagonismo feminino na arquitetura e urbanismo durante 98º ENIC

CAU/BR

Comissões do CAU/BR debatem temas de interesse dos arquitetos e urbanistas

Pular para o conteúdo