CAU/UF

Concurso de Arquitetura para Memorial às Vítimas da Kiss abre inscrições

A Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM), no Rio Grande do Sul, lançou no último sábado (27/01) o Concurso Público Nacional de Arquitetura para o Memorial às Vítimas da Kiss. A data marca dos cinco anos do incêndio, que matou 242 pessoas e deixou outras 636 feridas. As inscrições vão até 19 de março. Acesse aqui o edital, o cronograma e as bases do concurso.

 

A pedido das famílias, prédio onde funcionava a boate Kiss deverá ser demolido apenas ao fim do julgamento
A pedido das famílias, prédio onde funcionava a boate Kiss deve ser demolido apenas ao fim do julgamento para a construção do Memorial (Foto: AVTSM)

 

A entrega das propostas deve ser feita até o dia 2 de abril e a divulgação dos resultados acontece no dia 10 do mesmo mês. Os projetos deverão respeitar o custo estimado de 3 milhões de reais para a execução da obra. Serão cinco vencedores, com prêmios que variam de 3 a 25 mil reais. O primeiro colocado e sua equipe serão contratados para o desenvolvimento dos Projetos Executivos de Arquitetura, Paisagismo e Complementares para o Memorial às Vítimas da Kiss.

 

O concurso é coordenado pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-RS) e tem o apoio da Prefeitura de Santa Maria e do Escritório das Nações Unidas de Serviços para Projetos (UNOPS), braço executivo da Organização das Nações Unidas (ONU).

 

O presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU/RS) e coordenador do concurso, Tiago Holzmann da Silva, destacou no evento de lançamento que este é o primeiro concurso do Brasil totalmente financiado pela comunidade local. A campanha de arrecadação iniciou em agosto do ano passado e atingiu mais de 250 mil reais.

 

“Esperamos que o Memorial seja um espaço de memória, respeito e acolhimento. A realização do concurso permite que seja escolhida a melhor proposta, sempre obedecendo a critérios técnicos, mas que também atenda aos anseios dos pais, familiares e sobreviventes e que sintetize o desejo a comunidade de Santa Maria. Para julgar os projetos, teremos a avaliação técnica de uma Comissão Julgadora formada por cinco membros, todos arquitetos, mas também de uma Comissão de Classificação, composta por cinco familiares de vítimas e seis representantes da sociedade civil”, explicou.

 

MEMORIAL

 

“A gente sabe que não temos como mudar o que aconteceu e trazer nossos filhos de volta. Mas queremos deixar uma lição para o Brasil, de que fizemos algo e que queremos a transformação desse lugar”, destacou Sergio Silva, presidente da Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM).

 

“Pedimos que cada arquiteto coloque, mais do que seu profissionalismo, o seu coração no momento de elaborar este projeto, para que transforme esse lugar de dor em um lugar de amor. Mais do que um slogan, o “Pra que não se repita!” é uma determinação de Governo e queremos que Santa Maria, através desse memorial, dê um recado para o Estado, o país e o mundo”, ressaltou o prefeito de Santa Maria, Jorge Pozzobom.

 

COMISSÃO JULGADORA

 

A Comissão Julgadora é constituída por cinco membros titulares e dois suplentes, todos arquitetos e urbanistas de atuação profissional relevante e qualidade técnica amplamente reconhecida. São eles: Mariano Martin Orlando (Argentina), Cêça Guimarães (RJ), João Diniz (MG), Carlos Eduardo Mesquita Pedone (RS), Estevan Barin (RS). São suplentes Ana Paula Nogueira (RS) e Luis Guilherme Aita Pippi (RS).

 

 

Com informações do CAU/RS, do IAB-RS e da Prefeitura de Santa Maria

Uma resposta

  1. Porque o concurso só foi aberto para arquitetos com pessoa jurídica?? Isso certamente limitou demais o interesse e acesso ao concurso.. Quantas propostas interessantes deixarão de ser analisadas devido a esse critério? Os concursos já são super escassos e qdo ocorrem carregam tais limitações, nada impediria que a proposta vencedora constituísse PJ posteriormente, lamentável.

Os comentários estão desabilitados.

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CIDADES

Conferência das Cidades: espaço para discutir a implementação da política urbana para todo o país

CONCURSOS DE AU

Conselho Nacional de Justiça anuncia concurso público com vaga para profissional de Arquitetura

PRÊMIOS

Prêmio Projeto de Arquitetura reconhecerá obras criadas por arquitetos nacionais

CONCURSOS DE AU

Novacap anuncia Concurso Público com vagas para arquitetos e urbanistas

Pular para o conteúdo