CATEGORIA

Hoje (31/10): último dia para se inscrever no Concurso de Arquitetura para Nova Sede do CAU/BR e IAB/DF

 

 

Atenção: hoje,  dia 31 de outubro de 2016,  encerra-se o prazo para inscrições do Concurso Nacional de Projetos de Arquitetura e Complementares para Nova Sede do CAU/BR e do IAB/DF, a ser construída em Brasília-DF. Este concurso pretender servir como referência para a contratação de obras públicas no Brasil, usando critérios de qualidade e licitando a obra a partir de um projeto completo, com detalhamento de materiais, custos e prazos definidos.

 

Importante: o prazo para a quitação pelos candidatos dos boletos bancários referentes às inscrições foi prorrogado para o dia 01 de novembro de 2016, sem contudo haver alteração do prazo de inscrições. Seguem igualmente inalteradas todas as demais regras doconcurso, conforme cronograma do certame. 

 

O lançamento do concurso aconteceu no dia 22 de setembro, com a participação de todos os conselheiros federais do CAU/BR. Veja no vídeo acima. 

 

“É uma oportunidade significativa de colocarmos em prática o que a categoria de arquitetos e urbanistas tem defendido historicamente. Vamos demonstrar que o melhor caminho é a escolha do projeto pelo critério da melhor técnica, por Concurso Público de Arquitetura, com a obra licitada a partir do projeto completo, com custos e cronograma bem definidos”, afirma o presidente do CAU/BR, Haroldo Pinheiro. “Tenho certeza de que com a sede teremos onde celebrar novas conquistas para a sociedade e a organização da profissão”, diz Matheus Seco, presidente do IAB/DF.

 

Os concorrentes deverão apresentar, para a seleção e julgamento, a primeira etapa do projeto a ser desenvolvido: Estudo Preliminar, com as informações gerais e determinantes da implantação da obra, do sistema construtivo, das instalações prediais e especiais. A empresa vencedora do certame será contratada para realizar o Projeto Executivo de Arquitetura e demais Projetos Complementares (de Interiores com Layout de Mobiliário; de Cálculo Estrutural e Fundações; de Instalações Prediais; de Condicionamento Térmico e Conforto Ambiental; de Comunicação Visual e de Paisagismo; além de Orçamento Final da Obra, Cadernos de Especificações, Coordenação Técnica e Compatibilização dos Projetos. O valor do contrato será de R$ 1.491.982,00 (Um milhão, quatrocentos e noventa e dois mil, novecentos e oitenta e dois reais). As inscrições podem ser feitas até o dia 31/10/2016.

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O EDITAL COMPLETO

 

Além do contrato de prestação de serviços para a equipe vencedora, serão distribuídas as seguintes premiações às equipes classificadas nos cinco primeiros lugares:

 

1º colocado: R$ 70.000,00 (setenta mil reais);
2º colocado: R$ 20.000,00 (vinte mil reais);
3º colocado: R$ 15.000,00 (quinze mil reais);
4° colocado: R$ 10.000,00 (dez mil reais);
5° colocado: R$ 5.000,00 (cinco mil reais).

 

A Nova Sede do CAU/BR e do IAB/DF será localizada no Lote 21 da Quadra 603 do SGAS (Setor de Grandes Áreas Sul), em Brasília-DF. A área útil do edifício projetado deve ter até em 5.000 m² (cinco mil metros quadrados), com mais até 2.500m² (dois mil e quinhentos metros quadrados) de construção em subsolo destinado exclusivamente a estacionamentos, locais técnicos e prumadas de circulação vertical. A verba destinada para a obra é de R$ 14 milhões. Não incluídos neste valor materiais de acabamento dos escritórios do IAB/DF e do CAU/BR, como pisos elevados ou outras pavimentações; forros; aparelhos de iluminação, de eletricidade, de sonorização e do sistema de ar condicionado. No restante do edifício, deverão ser considerados no orçamento todos os acabamentos.

 

Área onde será instalada a nova sede
Área onde será instalada a nova sede do CAU/BR e do IAB/DF

 

Podem participar do concurso as sociedades de prestação de serviços de arquitetura e urbanismo registradas e em situação regular perante o CAU. No ato da entrega das propostas, as empresas deverá indicar os membros da equipe multidisciplinar que ficará responsável pela elaboração dos projetos completo e complementares, caso vença o concurso. Duas ou mais empresas podem formar consórcios para participar do certame. O valor da taxa de inscrição é de R$ 300,00 (trezentos reais).

 

A Coordenação do Concurso ficará a cargo do arquiteto e urbanista Igor Soares Campos, tendo como coordenador-adjunto o arquiteto e urbanista Hermes Romão Campos Júnior. A análise e seleção das propostas será feita por uma Comissão Julgadora composta por cinco arquitetos e urbanistas indicados pelo IAB/DF e pelo CAU/BR, a saber:

 

  • Aleixo Furtado (DF)
  • Bruno Santa Cecília (MG)
  • Bete França (SP)
  • Glauco Campello (PE)
  • Roberto Loeb (SP)

 

As inscrições podem ser feitas por meio do site do concurso, de 26 de setembro a 31 de outubro de 2016. Feita a inscrição, os concorrentes têm até 9 de novembro para entregar as propostas. O resultado final do concurso será divulgado no dia 14 de novembro de 2016. AS consultas sobre a licitação devem ser direcionadas exclusivamente pelo site do concurso.

 

Veja abaixo depoimento do presidente do CAU/BR, Haroldo Pinheiro.

 

E o depoimento do presidente do IAB/DF, Matheus Seco.

 

Saiba mais sobre Concurso Público de Arquitetura da Nova Sede CAU/BR e IAB/DF:

56ª Plenária: CAU/BR e IAB/DF assinam contrato para construção de sede

Plenário do CAU/BR aprova contrato com o IAB/DF para construção da sede

CAU/BR e IAB/DF firmam memorando para construção de suas sedes

 

Matérias relacionadas:

Lei de Licitações: senador defende reinclusão dos concursos de projetos

Seminário de Concursos de Projetos: leia resenha e baixe as apresentações

 

Documentos relacionados:

Memorando de entendimento entre o CAU/BR e o IAB/DF

Contrato de parceria para construção conjunta de sedes do CAU/BR e do IAB/DF

Primeiro termo aditivo do contrato de parceria para construção conjunta de sedes do CAU/BR e do IAB/DF

 

 

Publicado em 21/09/2016

 

MAIS SOBRE: CATEGORIA

53 respostas

  1. Porque um prazo tão curto para se desenvolver as propostas. visto a importância do concurso para a categoria?

  2. Senhor Claudio,
    Não há razão para procrastinas as coisas. Entraremos em período de eleição em 2017. E o melhor é concluir dentro do mandato do Presidente Haroldo.

    1. Prezada Alessandra!
      Não é questão de procrastinar e sim que, 30 dias para se desenvolver uma proposta arquitetônica de nível á pouco tempo sim! Pense que destas propostas sairá o projeto para se construir uma obra de mais de 14 milhões de investimento que saiu do bolso dos contribuintes e dos profissionais! A maioria dos concursos similares dispõe de pelo menos o dobro de prazo entre edital e a entrega do estudo! Nem o portal esta funcionando ainda para se estudar as especificações Técnicas! Se queremos uma proposta de nível para a sede que nos representará temos que dar condição a todos os interessados de participar e não se pode parar um escritório com serviços em andamento para se voltar a um único concurso!

    1. Alex, informamos que o prazo para entrega das propostas é 9/11, portanto são 45 a dias a partir da abertura das inscrições, que será nesta segunda-feira, 26/09.

    1. Olá, minha intenção com a pergunta era levantar um questionamento sobre o quanto comprometido com a mudança esse concurso é de verdade, então, caso meu comentário feito a resposta do CAU/BR não seja publicado gostaria que a pergunta inicial também fosse deletada. Grato

    2. Esta restrição, além de impedir a participação de 80% dos arquitetos urbanistas especificamente para este Concurso de Arquitetura, configura discriminação emblemática e gera um precedente perigoso, pois refere‐se à sede do próprio Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil, instituição que deveria representar a totalidade dos profissionais arquitetos e urbanistas.
      A restrição viola o princípio de que a Arquitetura e Urbanismo é também uma atividade humana e não puramente mercantilista e empresarial, sendo que, o processo técnico, artístico e criativo para elaboração do Projeto de Arquitetura é uma atividade que não pode ser exclusiva de empresa, devendo ser extensiva à partição de profissionais arquiteto e urbanistas autônomos e escritórios de pequeno e médio porte.
      Diante do exposto, vimos solicitar o adiamento do Concurso em referência, publicando‐se novamente o Edital, reabrindo‐se os respectivos prazos, e ampliando‐se a participação para profissionais autônomos, escritórios de pequeno e médio porte, com a participação plena de todos os arquitetos e urbanistas interessados, desde que devidamente registrados no CAU.

  3. Minha pessoa Juridica é Empressario Individual, com cadastro no Municipio, Junta Comercial, Fazenda Federal, FGTS, CAU, etc. No edital não consta esta modalidade de empresa, posso participar como tal?

  4. A lei 8666 estabelece um prazo mínimo de 45 dias da inscrição até a entrega da proposta do projeto, mas o edital usou esse prazo como o máximo. Não é um prazo muito curto pra envergadura do projwto?

  5. Louvável a ideia do concurso, até como exemplo para a sociedade. Infelizmente o tempo entre a divulgação e a data da inscrição e da entrega do projeto é incompatível com a tempo necessário para o desenvolvimento de um anteprojeto com um mínimo de qualidade.
    A lamentar também a exigência de ser através de empresa, eliminando a enorme quantidade de arquitetos autônonomos que existe no país. Poderia ter sido pensada uma formatação que permitisse a participação de toda a categoria.

  6. Isso é uma prova de demonstração de que se os arquitetos são bons o suficientes para apresentar um projeto em 45 dias. Só pode!

  7. É um marco para a história da profissão no qual Haroldo será lembrado pela excelente iniciativa para a classe. Parabéns pela excelente gestão! Enfim o tão sonhado reconhecimento da profissão.

  8. Concordo com as críticas aqui colocadas. Restringir o concurso apenas a empresas é pouco democrático. Exclui parcela significativa dos arquitetos. Não é o que se espera quando ele é oferecido por CAU e IAB. E prazo máximo igual ao mínimo exigido pela lei 8.666, de apenas 45 dias, não sinaliza valorização da qualidade do projeto, ao contrário. Decepção.

    1. A pergunta é simples: porque o CAU/BR decidiu optar pelo caminho da Licitação pela modalidade concurso (onde há exigência de pessoa física), se o CAU/BR é constituído por 80% de profissionais autônomos? Porque não se buscou outro caminho, como o concurso de ideias com posterior contratação do vencedor do certame, através Pessoa Jurídica, por exemplo?

  9. Prezados!
    Quando é que as consultas formuladas serão respondidas no site do concurso, já são mais de 55 postadas no site do concurso? Necessitamos de algumas repostas para desenvolver os estudos!

    1. Valeu Cristiano, você esta certo, obrigado. A data de inicio de respostas as consultas esta prevista para 03/10 conforme o cronograma publicado. Uma semana a menos de prazo para desenvolver as propostas!

  10. A conduta adotada pelo conselho na ediçao deste concurso deixa transparecer seu entendimento sobre a questão profissional no país, ou seja, arquitetura é para poucos, revelando seu total desconhecimento sobre a realidade dos arquitetos que trabalham de forma autónoma. Infelizmente perde-se a oportunidade de realmente valorizar o profissional.

    1. Quanto ao concurso-licitação parece que ele se baseia em uma suposta obrigação de relação do CAU apenas com empresas, ignorando os 80 % dos profissionais autônomos, segundo o censo do próprio CAU/BR.

      Porque então o IAB não faz o concurso como de praxe,
      o que incluiria os autônomos, como foi feito varias vezes?

    2. Aos Arquitetos e Urbanistas Assinem esta petição para o adiamento do concurso de arquitetura da sede IAB/DF e CAU/BR.

      Diante do exposto, vimos solicitar o adiamento do Concurso em referência, publicando‐se novamente o Edital, reabrindo‐se os respectivos prazos, e ampliando‐se a participação para profissionais autônomos, escritórios de pequeno e médio porte, com a participação plena de todos os arquitetos e urbanistas interessados, desde que devidamente registrados no CAU.

      [email protected]/* */
      @arquitetosAcao/Twitter
      https://www.facebook.com/arquitetosindependentes/
      email: [email protected]

  11. Estranho, já fiz a inscrição no concurso, só que não consigo acessar e imprimir o boleto para pagamento do mesmo.

  12. Primeiro o entusiasmo ao receber por email o convite público para participar deste concurso !!!!
    Depois a primeira decepção: Necessidade de CNPJ!!! Que forma mais ainti-colaborativa de incentivar os mais de 90% dos arquitetos autônomos desde pais.
    Depois o balde de água fria: 45 dias para a apresentação da proposta !!!!!! Estímulo desceu por ralo abaixo…
    Como disseram acima, um projeto dessa importância, representação e necessidade, onde serão consumidos quase 1,5 milhão do contribuinte não poderia contar com não menos do que o dobro desse tempo. Ao que se espera dos já tão desgastados e controversos processos de Concursos para Projetos de Arquitetura neste país, me vem o IAB/DF, ratificado pelo CAU, expor uma vez mais o motivo pelo qual milhares de arquitetos andam sem motivação pela carreira.

  13. Vi aqui que alguns colegas estavam apreensivos com as respostas do primeiro bloco. Acredito que não seja necessário esperar as respostas para começar o partido.
    Felizmente as respostas não afetaram meu partido.

    Estou no caminho certo! Acredito eu!

    1. Bom Dia Otávio!
      A minha duvida era quanto à homologação de minha Jurídica, agora já esta resolvida! Bom trabalho!

  14. Sinceramente, com um programa complexo e um prazo muito curto, o CAU repete os mesmos erros comuns aos órgãos públicos. Francamente . . .

  15. Onde estao as especificaçoes tecnicas sobre o terreno,a ficha de inscriçao e outros requisitos para se iniciar uma proposta que contemple as exigencias deste PRE EDITAL?

  16. CAU e IAB tendo atitude mirim como manda a ingenuidade da burocracia que lícita projetos…
    Mais uma oportunidade será desperdiçada com a contratação de um projeto irrelevante, como de costume, dadas as condições de trabalho (prazos, falta de informação) sempre precárias.

  17. Percebo que o prazo está passando e maioria só reclamando. Se empenhassem os mesmos esforços que têm para reclamar, o projeto já estaria quase pronto. Sobre o concurso da nova SEDE do CAU/BR + IAB não uma notícia publicada “ontem”, quem acompanha de fato as publicações que o CAU/BR faz, sabe que era previsto o concurso do projeto da Sede desde 2015. Então, acho os interessados em participar do certame têm que fazer sua parte nessa corrida contra o tempo. É semelhante ao candidato em concurso público no quando almeja uma vaga de um órgão promissor, o mesmo reduz suas horas de sono, cada minuto é precioso nos estudos, planeja ao máximo seu tempo se dedicando aos estudos enfim …
    Isto é, faz sua parte. Por fim, aqueles de fato que quiserem estar entre os cinco projetos premiados deverão fazer sua parte. Boa sorte a todos.

    1. boa parte das reclamações Lidia, referem-se ao fato de o edital só aceitar pessoa jurídica, sendo que mais de 80% dos arquitetos urbanistas no Brasil, são profissionais autônomos, profissionais liberais que desta forma estão alijados da participação, simples assim.

    2. Entendo seu apontamento sobre a aceitação de apenas pessoas jurídicas para concorrerem. No entanto, são normas do Tribunal de Contas da União – TCU a concorrência dessa forma, pois é ele responsável por fiscalizar a aplicação dos recursos públicos. Se fosse um concurso para construi uma obra privada não se aplicaria essas normas. O CAU-BR é uma entidade pública no qual deve se atentar algumas normas e regras estabelecidas pela Constituição Federal, como: Legalidade, Impessoalidade, Moralidade, Publicidade e Eficiência. Alguns entendem o cumprimento dessas regras apenas como um meio de burocratizar a concorrência, mas não. Sugeriria aos colegas dessa classe que se unissem junto a uma pessoa judica e fizessem um acordo de parceria para concorrerem. Sei que entrará para a história a tão sonhada sede dos Arquitetos e Urbanistas, já percorremos vários passos importantes é seria lamentável não contribuir para esses acontecimentos. Então, acho que valeria muito a pena compor esse história e deixar nosso legado no qual é a nossa principal missão que é arquitetar.

  18. Este concurso deve ser aberto a todos os arquitetos! ia não inclusive os que ainda não tem firma!Fomos traídos! e exigimos a nossa participação! este CAU não é nosso! exigimos nosso direitos!

  19. Segunda é o ultimo dia para pagamento do Boleto relativo a inscrição do concurso, e não recebemos nada até agora. O canal de comunicação no site do Concurso já esta finalizado! Por onde podemos nos comunicar com os organizadores para resolver este problema dos boletos?

    1. Olá, também estava com a mesma dúvida quando vi em ‘informes’ para acessar a ‘área restrita’ e imprimir o boleto. No meu caso pelo menos funcionou.

  20. BOM DIA.
    FIZ MINHA INSCRIÇÃO, MAS NÃO VOU PODER CONCORRER, POIS VI UMA INCONGRUÊNCIA NO EDITAL. NO ITEM 10.1 É DESCRITO QUE A LISTA DE DOCUMENTOS DA EMPRESA PRECISA SER ENVIADA JUNTO COM A PROPOSTA. NO ITEM 14, É DITO QUE A DOCUMENTAÇÃO SERÁ EXIGIDA APENAS PARA AS EQUIPES CLASSIFICADAS. COMO TENHO PENDÊNCIAS AINDA EM ABERTO COM A RECEITA, NÃO POSSO ENVIAR A PROPOSTA E QUITAR MEU DÉBITO ANTES DE UMA POSSÍVEL PREMIAÇÃO. ACHEI QUE ISSO FICOU DÚBIO NO EDITAL. PENA.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

ATENDIMENTO E SERVIÇOS

Central de Atendimento do CAU/BR não funcionará na Sexta-feira Santa

ACERVOS

Seminário TOPOS:  CAU/BR e FAU/UnB promovem debate sobre a importância de acervos e arquivos de urbanismo no país 

#MulherEspecialCAU

“Arquiteta, na solidão da sua profissão, seu nome pede valorização!”, defende Tainã Dorea

Assistência Técnica

Mais médicos/Mais arquitetos: mais saúde para o Brasil (artigo de Nadia Somekh no portal do Estadão)

Pular para o conteúdo