Assistência Técnica

Conheça a programação do I Seminário sobre Assistência Técnica do CAU/RJ

A programação do Seminário sobre Assistência Técnica do CAU/RJ, que acontece no dia 7 de abril, já foi definida. O evento é organizado pelas Comissões de Exercício Profissional, Ensino e Formação e Políticas Urbanas do CAU/RJ e será realizado, de 9h às 19h, com credenciamento a partir de 8h30, no auditório da sede do Conselho, na Avenida República do Chile 230, no Centro do Rio. Faça sua pré-inscrição aqui*

 

“Uma das missões do Conselho é restabelecer o papel social do arquiteto e urbanista. E a Assistência Técnica é uma importante contribuição dos arquitetos e urbanistas para melhorar a qualidade de vida nas cidades. Não é à toa que a Assistência Técnica tem sido frequentemente debatida no Conselho e será tema do primeiro seminário em nossa nova sede”, afirmou o presidente do CAU/RJ Jerônimo de Moraes.

 

Para a coordenadora do evento, a Conselheira Marcela Abla, o principal objetivo do Seminário sobre Assistência Técnica é o de reunir profissionais que possam discutir experiências já aplicadas em favelas e ocupações residenciais. “Este seminário é aberto para a comunidade de arquitetos e urbanistas e estudantes visando traçar metodologias de atuação e as bases para um futuro curso de capacitação sobre o tema a ser desenvolvido pelo Conselho”, explicou.

 

Entre os palestrantes confirmados estão nomes como o arquiteto e urbanista Nabil Bonduki; o arquiteto e urbanista Clovis Ilgenfritz, ex-deputado federal que levou o tema da assistência técnica à pauta da Câmara; Angela Gordilho, professora da UFBA; Maria de Lurdes Lopes Fonseca, coordenadora do Movimento Nacional de Luta pela Moradia; Tatiana Terry, professora da PUC-Rio e sócia do escritório ArquiTraço Projetos com expertise em Programas de Urbanização de Favelas; Gilson Paranhos, presidente da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab); Regina Bienenstein, professora de pós-graduação da UFF e coordenadora do núcleo de estudos e projetos habitacionais e urbanos da UFF (Nephu); Sérgio Magalhães, presidente do IAB e Tania Castro do Posto de Orientação Urbanística e Social (Pouso).  

 

Os temas das mesas serão: Contexto da Habitação no Brasil e Assistência Técnica; Residência Profissional e Experiências em Universidades; Panorama da Assistência Técnica no Brasil; Melhorias Habitacionais: Ações e Perspectivas; Assistência Técnica: Aperfeiçoamento Profissional e Capacitação; e Assistência Técnica e Movimentos Sociais.

 

O presidente do CAU/RJ, Jerônimo de Moraes, abordará a experiência do Programa de Aprimoramento Profissional (PAP), desenvolvido pelo Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento Rio de Janeiro, como uma forma de qualificação de arquitetos e urbanistas recém-formados. O programa também será debatido pelas arquitetas e urbanistas Fernanda Bizzo e Helga Santos que participaram do projeto como arquitetas residentes e Laura Elza Gomes e Maurício Campbell, arquitetos orientadores do programa.

 

Em 2017, os CAU/UF vão destinar 2% de seus orçamentos para apoiar projetos de Assistência Técnica para Habitação Social. A assistência técnica pública e gratuita para o projeto e a construção de habitação de interesse social no Brasil é garantida pela Lei 11.888/2008.

 

Confira a programação**:

 

Seminário de Assistência Técnica do CAU/RJ

 

8h30 – Credenciamento

 

9h – Mesa de abertura

 

Jerônimo de Moraes, presidente do CAU/RJ 

 

Haroldo Pinheiro, presidente do CAU/BR     

                              

Sérgio Magalhães, presidente do IAB

 

10h às 11h – Mesa 1: Contexto da Habitação no Brasil e Assistência Técnica

 

Nabil Bonduki, arquiteto e urbanista

 

Mediação: Conselheira Marcela Abla, Coordenadora do Seminário

 

11h às 12h30 – Mesa 2: Residência Profissional e Experiências em Universidades

 

Regina Bienenstein, Nephu/UFF

 

Angela Gordilho, UFBA

 

Mediação: Diretor adjunto financeiro Júlio Bentes, Coordenador da Comissão de Ensino e Formação

 

12h30 – Intervalo

 

14h às 15h30 – Mesa 3: Panorama da Assistência Técnica no Brasil

 

Gilson Paranhos, Codhab

 

Clóvis Ilgenfritz, ex-deputado federal

 

Mediação: Jerônimo de Moraes, presidente do CAU/RJ

 

15h30 às 17h – Mesa 4: Aperfeiçoamento Profissional e Capacitação

 

Maurício Campbell e Laura Elza Gomes, arquitetos orientadores do PAP

 

Fernanda Bizzo e Helga Santos, arquitetas residentes do PAP

 

Mediação: Conselheiro Marat Troina, Coordenador da Comissão de Políticas Urbanas

 

17h às 18h30 – Mesa 5: Experiências Cariocas: Programas Oficiais e Autogestão

 

Maria de Lurdes Fonseca, MNLM

 

Tania Castro, Pouso

 

Tatiana Terry, ArquiTraço

 

Mediação: Diretor Técnico Augusto César Alves, Coordenador da Comissão de Exercício Profissional

 

Fonte: CAU/RJ

Uma resposta

  1. Solicito que informe qual lei o CAU se fundamentou para destinar 2% de seus orçamentos, composto em sua maioria por Anuidades e RRTs, para apoiar projetos de Assistência Técnica para Habitação Social. Além da Lei 11.888/2008 que determina que a garantia à assistência técnica pública e gratuita para o projeto e a construção de habitação de interesse social para sua própria moradia deva ser efetivada mediante o apoio financeiro da União aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios, não é papel do CAU utilizar seus recursos financeiros oriundos de anuidades e RRTs para financiar essas ações. Porque os arquitetos estão sendo obrigados a contribuir financeiramente para esses projetos políticos? Porque não usam o trabalho “Pro Bonno” e a contribuição voluntária como é feito em outros países por exemplo?

Os comentários estão desabilitados.

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

EVENTOS

Patrícia Sarquis Herden é presença confirmada no 3º Fórum Mundial Niemeyer 

EVENTOS

Inscrições abertas para o Fórum Urbano Mundial

EVENTOS

World Architecture Festival (WAF) recebe inscrições com desconto até 28 de março

EVENTOS

Estão abertas as inscrições do 7º Congresso Internacional de Arquitetura da Paisagem

Pular para o conteúdo