CATEGORIA

Conselheiros da Capital Mundial da Arquitetura tomam posse

Os integrantes do Conselho Rio 2020 Capital Mundial da Arquitetura tomaram posse, na terça-feira (11), em cerimônia realizada do Palácio da Cidade. O grupo será responsável por propor iniciativas e coordenar a agenda de atividades do próximo ano, quando o Rio receberá o 27° Congresso Mundial de Arquitetos (UIA2020RIO).

 

Entre os conselheiros estão Luciano Guimarães, presidente do CAU/BR, e Roberto Simon, vice-presidente da UIA para as Américas

O Conselho é formado por entidades internacionais e nacionais como UNESCO, União Internacional de Arquitetos (UIA), Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR), Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro (CAU/RJ), entre outros representantes dos governos federal, estadual e municipal. Ao todo, são 31 integrantes.

 

Cerimônia de posse do Conselho Rio2020. Foto: Mariana Ramos/Prefeitura Rio

 

O Conselho Rio2020 será composto por: Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro, na qualidade de Presidente;  Vice-presidente, a ser nomeado pelo Prefeito, que assumirá as competências do Presidente em caso de sua ausência; três representantes da Secretaria Municipal de Urbanismo; dois representantes da Secretaria Municipal da Casa Civil; um representante da Empresa de Turismo do Município do Rio de Janeiro -RIOTUR; um representante da Secretaria Municipal de Cultura; um representante da Secretaria Municipal de Fazenda; um representante da Agência de Fomento do Município do Rio de Janeiro S/A – Fomenta Rio; Presidente da UIA; Secretário Geral da UIA; Vice-Presidente da Região III da UIA; Tesoureiro da UIA; Presidente do Comitê Conjunto UNESCO-UIA. um delegado da UNESCO; Presidente do Conselho Coordenador do 27º Congresso Mundial de Arquitetos da UIA;  Presidente nacional do Instituto de Arquitetos do Brasil – IAB;  Presidente do IAB/RJ;  dois representantes do IAB.

 

Farão parte do Conselho, mas sem direito a voto: Um representante da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa; um representante da Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Cidadania; Presidente nacional do Conselho de Arquitetura e Urbanismo – CAU; Presidente do CAU/R.

 

O presidente do CAU/RJ, Jeferson Salazar e Isabel Tostes, vice-presidente do Conselho.

Para Jeferson Salazar, presidente do CAU/RJ, a formação do Conselho Rio 2020 é uma estratégia importante para o ano que vem. “O conselho é importante do ponto de vista estratégico para organizar os eventos comemorativos de 2020. Pelo menos no Rio de Janeiro, será um grande aliado na comemoração dos 10 anos do sistema autárquico CAU, já que teremos atividades de arquitetura ao longo do ano todo. O nosso principal desafio, então, é trazer para a sociedade a reflexão de que vivemos e respiramos arquitetura e urbanismo todos os dias. Precisamos tornar esse tema um assunto vivo nas escolas, nas ruas, nas esquinas, nas praças e, principalmente, na casa das pessoas”, afirmou Jeferson.

 

A outorga do título inédito de Capital Mundial da Arquitetura à cidade do Rio de Janeiro foi comemorada pelo presidente do CAU/BR, Luciano Guimarães. Na ocasião, ele também destacou a importância e as responsabilidades da honraria. “A nomeação amplia o espaço de debates democráticos de agendas fundamentais para o futuro na humanidade. Uma delas são os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, que busca tornar cidades e assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis. A outra é a Nova Agenda Urbana, que tem como lema ‘Ninguém será deixado para trás’. O objetivo é um desenvolvimento social, ambiental e econômico sustentável”, comentou Luciano.

 

 

O Rio de Janeiro é a primeira cidade a receber o título de Capital Mundial da Arquitetura. Ao longo de todo o ano de 2020, a cidade será palco de eventos e atividades voltados para arquitetura e urbanismo, a começar com a tradicional queima de fogos da Praia de Copacabana, desfile das escolas de samba, Congresso Mundial de Arquitetos e Fórum das Cidades.

MAIS SOBRE: CATEGORIA

5 respostas

  1. Seria importante nomear as entidades e seus representantes para o conhecimento de todos interessados.

  2. Prezados Colegas,
    Esperamos que, pelo menos assim, o prefeito, com a ajuda do governador, assuma o comando da reforma geral da cidade, dando solução humana e permanente para os moradores de rua, para a limpeza das ruas e praças, para a continuidade das obras inacabadas e, claro, para a segurança da população.

    Que reduza o IPTU para todos aqueles que consertarem as calçadas frontais às suas moradias e pintarem externamente os seus imoveis.

    São os nossos votos !

  3. Também gostaria que fossem divulgados os nomes dos(as) conselheiros (as). Transparência é o lema.

  4. Excelente oportunidade para acelerar para concluir em tempo (3 meses antes) todas as obras viárias que estão sendo executadas pela Prefeitura e também, -embora pareçam menos importantes, as reformas pontuais em parques, praças e jardins. Rever situação de todas as estátuas e monumentos que precisam ser recompostos, reformados, acabados ou simplesmente limpos por equipes com o conhecimento adequado dos métodos e produtos a utilizar.

  5. Por que as marcas de eventos nunca representam a parcela das edificações das cidades produzidas pelos pobres? Parece que as cidades só apresentam edifícios suntuosos no modelo da ‘moda’ de Dubai. A capital mundial da arquitetura é marcada pelas favelas nos morros. E isso é arquitetura! Estão em todas nossas cidades e outras tantas pelo mundo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

ATENDIMENTO E SERVIÇOS

Central de Atendimento do CAU/BR não funcionará na Sexta-feira Santa

ACERVOS

Seminário TOPOS:  CAU/BR e FAU/UnB promovem debate sobre a importância de acervos e arquivos de urbanismo no país 

#MulherEspecialCAU

“Arquiteta, na solidão da sua profissão, seu nome pede valorização!”, defende Tainã Dorea

Assistência Técnica

Mais médicos/Mais arquitetos: mais saúde para o Brasil (artigo de Nadia Somekh no portal do Estadão)

Pular para o conteúdo