CAU/BR

Conselho lança Relatório Marcas da Gestão CAU Brasil 2021-2023. Acesse versão digital !

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU Brasil) lança na semana do Dia do (a)  Arquiteto (a) e Urbanista  o Relatório Marcas da Gestão 2021-2023.  A publicação já está disponível em formato digital  (link abaixo| e será distribuída em versão impressa a partir de 15 de Dezembro.

 

Relatório Marcas da Gestão 2021-2023

 

Segundo Nadia Somekh, presidente do CAU Brasil, é com alegria que acontece a prestação de contas das ações realizadas nos últimos três anos. “Foi um período que teve um momento inicial muito difícil em razão da pandemia da Covid-19, mas que soubemos superar com o uso da tecnologia para nos relacionar e com a valorização do planejamento estratégico como instrumento para construção um trabalho coletivo. Vinculamos nosso planejamento estratégico às necessidades do Brasil e à valorização da Arquitetura e Urbanismo. Essa foi nossa missão no triênio. A gestão conjugou a questão social com a ampliação de um mercado de trabalho para melhorar a vida da população brasileira”.

 

A publicação dividida em 14 capítulos mostra como a Campanha “Mais Arquitetos” conseguiu sensibilizar a sociedade e os gestores públicos sobre a realidade das 25 milhões de moradias precárias existentes no país, das quais 14 milhões precisam de melhorias por colocar a saúde de seus moradores em risco. Com a ajuda de influenciadores digitais a sociedade visualizou a importância do trabalho dos profissionais de Arquitetura e Urbanismo, moradia digna, saúde pública e qualidade de vida nas cidades. Foram mais de 20 milhões de pessoas impactadas com a campanha.

 

Além disso, o intenso trabalho do CAU Brasil para estimular e divulgar a utilização da Lei da Assistência Técnica em Habitação de Interesse Social (ATHIS) – Lei nº 11.888/2088, que neste ano completa 15 anos e desde 2015 está inserida nas diretrizes estratégicas do Conselho com destinação de 2% de seu orçamento para iniciativas no segmento é um marco da gestão. Foram 230 ações de ATHIS e R$ 30 milhões investidos pelo CAU Brasil e CAU/UF.

 

O Relatório mostra também o trabalho institucional do CAU Brasil com o governo federal, emendas parlamentares no Congresso Nacional e ações com prefeitos. A publicação aborda as inovações e atualizações tecnológicas do SICCAU e da Fiscalização.

 

A participação do CAU em eventos internacionais também teve destaque nesta gestão. Além dos encontros internacionais, novas possibilidades para a Arquitetura e profissionais do país foram possíveis com novos acordos firmados pelo CAU Brasil. O lançamento do Portal de Internacionalização foi uma novidade neste período.

 

A questão do patrimônio e das mudanças climáticas foram também enfocadas com o Projeto Amazônia 2040, as Cartas de Patrimônio em São Luís e em Ouro Preto, e também a criação da Câmara Temática do Patrimônio.

 

Lutar pela desprecarização do trabalho das arquitetas e arquitetos e facilitar a relação dos (das) profissionais com o próprio Conselho foram outras iniciativas. A partir do trabalho das Comissões e de uma nova relação com os CAU/UF, com a institucionalização do Fórum de Presidentes na estrutura do CAU Brasil, a gestão conseguiu democratizar o Colegiado de Serviços Compartilhados criando a perspectiva de novos alinhamentos nacionais seguindo o conceito de um CAU Único.

 

Respondendo ao desafio da inclusão, o CAU Brasil estruturou políticas afirmativas que permitiram assegurar suporte a profissionais em início de carreira e maior diversidade e representatividade nos processos eleitorais. Além de colaborar na construção de uma sociedade justa e digna,

 

“Neste percurso, ficou clara a necessidade de formação de profissionais para atuar na área de maneira a dar uma escala para a implantação de programas públicos de melhorias habitacionais e efetivamente ampliar o mercado dos (as) profissionais de Arquitetura e Urbanismo. Num país onde 85% da população ainda não usa os serviços de arquitetos (as), esse é um importante passo para a universalização do acesso à técnica e ao conhecimento dos (as) nossos (as) profissionais”, afirma Nadia Somekh.

 

Diante do avanço desenfreado do ensino EaD, a gestão 2021/2023 também buscou entendimentos com o Ministério da Educação sobre parâmetros para a qualificação do ensino, com incentivo à residência profissional e formação continuada, valorizando nossos trabalhos no Brasil e no mundo. Também lançou o portal de Formação Continuada.

 

Em paralelo ao lançamento do Relatório Marcas da Gestão do CAU Brasil será distribuído um flyer da Ouvidoria do CAU Brasil. O conteúdo tem o objetivo de informar sobre o canal de comunicação e mediação entre o CAU, profissionais de Arquitetura e Urbanismo e cidadãs (ãos) de todo o país. Acesse aqui: Flyer Ouvidoria CAU-BR

 

 

Assista o vídeo CAU Brasil: Marcas da Gestão 2021/2023:

 

 

MAIS SOBRE: CAU/BR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CAU/BR

CAU/BR aponta protagonismo feminino na arquitetura e urbanismo durante 98º ENIC

CAU/BR

Comissões do CAU/BR debatem temas de interesse dos arquitetos e urbanistas

CAU/BR

CAU/BR celebra uma década dos primeiros empregados públicos efetivos

CAU/BR

CAU/BR inaugura Galeria de Presidentes com a presença de três ex-presidentes

Pular para o conteúdo