ÉTICA E DISCIPLINA

Coordenadores das Comissões de Ética e Disciplina se reúnem para fortalecer valores profissionais de arquitetos e urbanistas

 

Os coordenadores das Comissões de Ética e Disciplina dos CAU/UF promoveram a sua reunião anual em Florianópolis, dentro da programação comemorativa dos 10 anos do Código de Ética e Disciplina. No evento, conselheiros federais e estaduais apresentaram suas ações para fortalecer os valores profissionais de arquitetos(as) e urbanistas em todo o Brasil.

 

“A Comissão de Ética me fez ter uma visão diferente não só do CAU, mas da profissão como um todo”, afirmou o coordenador da CED-CAU/BR, Fabrício Santos. “Esses valores expressos no Código de Ética são necessários para defendermos a Arquitetura na cidade e na vida das pessoas.”

 

Segundo Fabrício,  o desafio agora é manter a discussão ética viva nas próximas gestões do CAU. Para o coordenador-adjunto da CED-CAU/BR, Matozalém Santana, a categoria está vivendo um momento especial de reflexão. “O Codigo de Ética é um pacto social da profissão,  que serve para balizar comportamentos sociais e de convivência”, disse.

 

Para Matozalém, o principal desafio da aplicação do Código de Etica está na instrução do processo, na investigação dos fatos e na capitulação dos seus dispositivos. “Que a gente possa aqui fazer os ajustes necessários para termos uma conduta profissional mais adequada, dentro de um consenso sobre o que é melhor para a Arquitetura e Urbanismo do país.”

 

 

A presidente do CAU/SC, Patrícia Sarkis, agradeceu a presença dos coordenadores das CED-CAU/UF. “Vocês fazem uma função muito importante, que é explicar para as próximas gerações a questão da ética. Vocês estão fazendo um trabalho pró-ativo, em cima de fatos concretos do dia a dia”, afirmou.

 

O coordenador da CED-CAU/DF, Ricardo Meira, ressaltou a importância de levar essa discussão aos estudantes de Arquitetura e Urbanismo. “É mais fácil e mais barato ensinar Ética para os estudantes do que para os profissionais formados”, disse. Para o conselheiro Luiz Eduardo Costa, do CAU/MS, a prática dentro da Comissão de Etica e Disciplina exige conhecimento técnico e também jurídico. “O universo jurídico e o universo ético são separados e independentes. Mas existem intersecções”.

 

No fim da reunião, a Comissão de Ética e Disciplina do CAU Brasil apresentou os resultados da Pesquisa Nacional sobre Reserva Técnica, realizada no fim de 2022 com mais de 3.800 arquitetos e urbanistas de todo os estados do país, e falou sobre a revisão de alguns dispositivos do Código de Ética. “Vamos ver quais regras, na sua aplicação prática, ainda não alcançam a coerção de determinados comportamentos. A regra precisa cercar o problema. Tem que ser bem escrita e objetiva”, disse o conselheiro Matozalém Santana.

 

Segundo o coordenador Fabricio Santos, não se trata de uma revisão completa da norma, mas uma verificação de como ela vem respondendo às mudanças do mercado. As discussões sobre esse tema vão continuar o 24º Seminário Regional da CED-CAU/BR, que acontece de quarta a sexta-feira, em Florianópolis, com trabsmissão ao vivo na TV CAU no Youtube.

 

Acompanhe aqui a transmissão ao vivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

ÉTICA E DISCIPLINA

Ética na Arquitetura: Cartilha traz casos reais julgados pelo CAU para orientar o exercício profissional

ÉTICA E DISCIPLINA

Cerimônia de abertura do 4º Seminário Nacional da CED-CAU Brasil traz arquitetos e urbanistas que participaram da criação do Código de Ética e Disciplina

ÉTICA E DISCIPLINA

Comemorações dos 10 Anos do Código de Ética e Disciplina do CAU Brasil impulsionam debates sobre o futuro da Arquitetura e Urbanismo

ÉTICA E DISCIPLINA

Seminário em Brasília marcará encerramento das comemorações dos 10 anos do Código de Ética e Disciplina. Inscreva-se !

Pular para o conteúdo