CAU/BR

Deputado apresenta projeto que oficializa Dia Nacional do Arquiteto e Urbanista

Niemeyer no canteiro de obras da sede do Congresso Nacional, em Brasília, no fim dos anos 1950

 

O arquiteto e deputado Luiz Carlos Busato (PTB-RS) apresentou nesta quarta-feira (15) projeto de lei que oficializa 15 de dezembro como “Dia Nacional do Arquiteto e Urbanista” (PL 2381/2015). A data já é comemorada pela categoria, conforme previsto na Resolução CAU/BR nº 08/2011, mas ainda não está legalmente incluída no calendário cívico nacional. O dia 15 de dezembro marca o nascimento de Oscar Niemeyer e, em homenagem a ele, foi também a data de fundação do CAU, em 2011.

 

O projeto foi apresentado depois de audiência pública da Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara, obrigatória para o processo. A reunião foi realizada no dia 09 de agosto, durante o III Seminário Legislativo de Arquitetura e Urbanismo. A audiência foi igualmente requerida por Busato.

 

(Da esquerda para a direita) Compuseram a mesa da audiência pública o conselheiro federal pelo RJ, Luiz Fernando Janot; o presidente da FNA, Jeferson Salazar; o presidente do CAU/ES, Tito Carvalho; o deputado federal Luiz Carlos Busato (PTB-RS); o presidente do CAU/BR, Haroldo Pinheiro; Jarbas Bezerra Xavier, representante do senador Hélio José (PTB-RS); e Sérgio Magalhães, presidente do IAB (Foto: Vinícius Fernandes – CAU/BR)

 

Na reunião, o presidente do CAU/BR, Haroldo Pinheiro, lembrou que a gestão fundadora decidiu instalar o CAU no dia 15 de dezembro, não medindo esforços para isso, justamente para marcar a data de nascimento do profissional brasileiro mais aclamado mundo afora, Oscar Niemeyer. “Nós fizemos a nossa hora, o momento em que assumiríamos as rédeas de nossa profissão. Nós tivemos intenção, como queria o Lúcio Costa. Por isso peço que aprovem esse dia para que fique na nossa lembrança a data natalícia de Oscar e a lembrança dos conselheiros federais e estaduais que fundaram o CAU, realizando o sonho de gerações de arquitetos que sonharam e tanto lutaram para esse momento. Nós fizemos, nós realizamos, nós tivemos a intenção”.

 

Luiz Carlos Busato lembrou os anos de luta pela criação do CAU no Congresso Nacional. “Eu fui o relator do projeto na Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aqui da Câmara. Fico muito envaidecido de ter participado desse momento. Lutamos bastante e valeu a pena”.

 

Arquiteto e deputado Luiz Carlos Busato (PTB-RS)
(Foto: Vinícius Fernandes – CAU/BR)

 

O presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), Sérgio Magalhães, disse que a data representa um compromisso de avançar nosso diálogo com a sociedade brasileira. “Não será um feriado para nós, não vamos descansar, mas trabalhar muito mais para dizer ao Brasil que nossas cidades precisam ser planejadas, com um desenho compartilhado com todos os cidadãos, para que elas correspondam aos nossos sonhos e às exigências democráticas do século XXI”.

 

Jeferson Salazar, presidente da Federação Nacional dos Arquitetos (FNA), reforçou as palavras do colega: “Dia 15 de dezembro é dia de debate e reflexão sobre o papel da Arquitetura e do Urbanismo, da função social do arquiteto e urbanista, e o que isso pode representar para a criação de cidades mais justas e inclusivas”.

 

“É a importância de um profissional que coaduna o domínio da ciência e da técnica, mas sem arte não há Arquitetura, sensibilidade artística e social. Esse projeto de lei com certeza será aprovado por aclamação no Congresso Nacional”, afirmou o arquiteto e deputado Edmílson Rodrigues (PSOL-PA).

 

 

Publicado em 15/07/2015.

MAIS SOBRE: CAU/BR

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CAU/BR

CAU/BR aponta protagonismo feminino na arquitetura e urbanismo durante 98º ENIC

CAU/BR

Comissões do CAU/BR debatem temas de interesse dos arquitetos e urbanistas

CAU/BR

CAU/BR celebra uma década dos primeiros empregados públicos efetivos

CAU/BR

CAU/BR inaugura Galeria de Presidentes com a presença de três ex-presidentes

Pular para o conteúdo