ELEIÇÕES DO CAU

Eleições do CAU: Nova votação acontecerá nos dias 16 e 17 de outubro. Não perca!

 

O Plenário do CAU Brasil aprovou a nova data da votação das Eleições do CAU: 16 e 17 de outubro. Votação será feita em dois dias para evitar congestionamentos no sistema. Na última terça-feira, 10 de outubro, a votação foi cancelada em razão do Sistema de Votação “VotaOnline”, disponibilizado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO), ter registrado instabilidade a partir das 8h da manhã.

 

Processo de votação seguirá as mesmas regras, porém com um plano de emergência: o TRE-TO vai enviar por e-mail aos(às) arquitetos(as) e urbanistas senhas exclusivas para a votação. Será  disponibilizada ainda uma central de atendimento exclusiva para responder às dúvidas dos profissionais de Arquitetura e Urbanismo. Votação começa às 0h do dia 16 e segue até as 23h59 do dia 17 de outubro.

 

Clique aqui para acessar a área de votação

 

Em reunião com a Comissão Eleitoral Nacional (CEN) e a presidente do CAU Brasil, Nadia Somekh, o TRE assegurou a viabilidade técnica do sistema VotaOnline. “Participei da reunião da CEN com o TRE para sentir confiança nas soluções que nos foram apresentadas”, afirmou a presidente do CAU Brasil.

 

Presidente do CAU Brasil, Nadia Somekh, e a coordenadora da Comissão Eleitoral Nacional, Cristina Evelise, com os conselheiros do CAU Brasil

 

VOTAÇÃO SERÁ 100% REFEITA

Os votos já registrados na terça-feira serão cancelados, infelizmente. Ou seja, quem conseguiu votar no dia 10 de outubro terá que votar novamente. Trata-se de uma questão técnica. A Auditoria Externa contratada pelo CAU Brasil  disse que não seria seguro nem confiável aproveitar esses votos. 

 

Quem não conseguir votar nos dias 16 e 17 de outubro poderá justificar sua ausência por meio do SICCAU, até 31 de dezembro de 2023. Não serão exigidos atestados, declarações ou qualquer documento para efetuar a justificativa. 

 

“Não é possível ter um recorte da votação com um intervalo na computação dos votos, isso iria fragilizar a segurança do resultado”, afirmou a coordenadora da CEN, a arquiteta e urbanista Cristina Evelise. “Na reunião com o TRE-TO, destacamos que precisamos de uma solução segura, uma garantia de que o que aconteceu não vai se repetir.”

 

MAIS SEGURANÇA

Para garantir que todos(as) os(as) arquitetos(as) e urbanistas exerçam seu direito ao voto, haverá uma segunda possibilidade de acesso à área de votação, caso o(a) profissional não consiga entrar pela plataforma gov.br. A pedido, o TRE-TO vai disponibilizar aos(às) arquitetos(as) e urbanistas uma senha exclusiva para a votação, que será enviada por e-mail ou SMS.

 

“Estamos mantendo uma postura cooperativa com o TRE-TO. Não contratamos nem pagamos por esse sistema, é um Acordo de Cooperação Técnica,  não é um contrato de prestação de serviços”, afirmou Cristina. A presidente do CAU Brasil, Nadia Somekh, ressaltou que o sistema VotaOnline foi indicado pelo Tribunal Superior Eleitoral(TSE), como o mais seguro e confiável para se realizar as Eleições do CAU.

 

“Esse sistema de votação, aprovado em Plenário, trazia uma inovação. Nesta gestão, nos pautamos por inovação e melhorias tecnológicas, como fizemos com o SICCAU”, disse Nadia.

 

Com a nova data das Eleições do CAU, as chapas candidatas podem continuar fazendo campanha até o fim da votação, às 23h59 do dia 17. Os resultados serão divulgados na quarta-feira, 18 de outubro. 

 

Confira a decisão na íntegra

 

Veja a Reunião Plenária Extraordinária ao vivo:

 

MAIS SOBRE: ELEIÇÕES DO CAU

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

ELEIÇÕES DO CAU

Eleições do CAU: Arquitetos(as) e urbanistas que pagaram multa após participarem de votação anulada já podem pedir ressarcimento

ELEIÇÕES DO CAU

Eleições do CAU: Arquitetos(as) e urbanistas com votos anulados no dia 10 de outubro terão multas anistiadas

ELEIÇÕES DO CAU

Gestão 2024/2026: conheça os(as) novos(as) conselheiros(as) federais que tomam posse dia 15 de dezembro. Assista ao vivo!

ELEIÇÕES DO CAU

Eleições CAU 2023: confira o resultado homologado em 24 de novembro e o relatório conclusivo

Pular para o conteúdo