ARQUITETOS EM DESTAQUE

Eloísa Vicari e Liana Godoy: Juntas elas são mais fortes

Abrir um escritório em sociedade já é uma prática comum para profissionais de diversas áreas e na arquitetura não seria diferente. As arquitetas e urbanistas Eloísa Vicari e Liana Godoy se uniram há 23 anos para atuar na área de arquitetura de interiores, se tornando referência no mercado sul-mato-grossense. Elas são parte das 97 mil arquitetas do país e 1.660 do Estado.

 

Eloísa é gaúcha, formada pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos, e veio para o Estado com apenas um ano de formada. “Nada foi fácil, a maioria dos escritórios existentes eram constituídos por homens e existia muito preconceito com mulher em obra. Porém, com muito trabalho, determinação, dedicação e amor à profissão fui em frente, firme e forte”, lembra.

 

Liana é graduada pela Uniderp. Juntas, elas têm mais de 50 anos de carreira e já criaram centenas de projetos em residências, edificações comerciais e de serviços, além de ambientes em mostras de arquitetura de interiores. “A partir do momento em que a mulher se impõe, as pessoas deixam de ver o sexo feminino e passam a ver a profissional”, afirma Liana.

 

Liana Godoy e Eloísa Vicari são referência em arquitetura de interiores

Segundo as arquitetas, a arquitetura de interiores é uma área dominada pelas mulheres, e a conquista de outras áreas da profissão é inevitável. “Caminhamos em direção aos grandes empreendimentos, isso é questão de tempo”, considera Eloísa. Liana percebe que ainda há uma resistência de profissionais da mão de obra ao verem uma arquiteta liderando. “Como as mulheres estão cada vez mais participando da obra, seja como arquiteta ou mão de obra especializada, a tendência é que essa barreira caia de vez”.

 

Como em várias profissões, a postura profissional é o que garante o respeito. Liana acredita que “a competência, determinação, talento e empreendedorismo não tem relação com o sexo da pessoa, se a postura for profissional e tiver o domínio técnico”. Para isso, elas se mantêm atualizadas sobre o mercado, novas técnicas e tendências buscando conhecimento diariamente. “A graduação é apenas o início de uma longa e ininterrupta busca de conhecimento. Cursos, estágios, feiras e viagens fazem parte desse aprendizado constante” explica Eloísa.

 

Realizadas com a arquitetura e urbanismo, as profissionais avaliam positivamente a carreira. “Não poderia ter escolhido fazer outra coisa, apesar dos altos e baixos do mercado e da profissão. Meu sonho é trabalhar mais pela valorização profissional”, diz Eloísa, que tem orgulho do escritório, por ter sido um dos primeiros formados por mulheres. “Arquitetura é o que sei fazer e faço com amor e dedicação e, dessa forma, o resultado só pode ser bom”, diz Liana.

 

 

 

Por Stephanie Ribas – CAU/MS

 

Veja mais histórias de arquitetas e urbanistas brasileiras

MAIS SOBRE: DIA DA MULHER

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

ARQUITETOS EM DESTAQUE

Arquiteto surdo conclui graduação com projeto de clínica especializada para PcDs

ARQUITETOS EM DESTAQUE

Dia Nacional da Consciência Negra: CAU Brasil promove ações para equidade

ARQUITETOS EM DESTAQUE

David Mangin expõe em palestra planejamento urbano de metrópoles

ARQUITETOS EM DESTAQUE

Morre o arquiteto e urbanista e professor Mauro Ribeiro Viegas, aos 103 anos

Skip to content