CATEGORIA

Estúdio Guto Requena recebe Prix Versailles por Pavilhão da Rio 2016

Pavilhão Dançante, elaborado para a Rio 2016 (Foto: Estúdio Guto Requena/Divulgação)

 

O escritório do arquiteto e urbanista brasileiro Guto Requena recebeu o Prix Versailles pelo Pavilhão Dançante, construído para as Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016. O projeto recebeu o Prêmio Especial de Exteriores na categoria “Restaurantes”.

 

Situado no Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro, o Pavilhão Dançante foi criado para abrigar festas e apresentações. A estrutura tinha sensores espalhados no salão que captavam a música e a agitação das pessoas dançando, controlando motores para movimentar espelhos na fachada.

 

O Prix Versailles teve duas etapas: regional e mundial. O trabalho de Requena foi eleito o melhor nas Américas e, posteriormente, o melhor do mundo. O resultado foi anunciado na sede da UNESCO, em Paris, no dia 12 de maio.

 

Apoiado pela primeira vez pela União Internacional dos Arquitetos (UIA), o Prix Versailles é promovido pela UNESCO. Ao todo, 70 projetos ao redor do mundo são premiados anualmente.

 

Premiados do Prix Versailles 2017 (Foto: UIA)

 

Confira a lista completa de premiados na etapa mundial:

 

Categoria Lojas
Prêmio Principal – Dior Miami (Miami, EUA), do escritório BarbaritoBancel Architects (França)
Prêmio Especial Interior – Hangzhou Zhongshuge (Hangzhou, China), do escritório chinês X+Living
Prêmio Especial Exterior – Chanel temporary store (Amsterdã, Holanda), do escritório MVRDV

 

Categoria Shoppings
Prêmio Principal – Tokyo Plaza Ginza (Tóquio, Japão), de Nikken Sekkei (Japão)
Prêmio Especial Interior – ARG Shopping Mall (Teerã, Irã), do escritório arsh4d studio (Irã)
Prêmio Especial Exterior – Lideta Mercato (Addis Ababa, Etiópia), do escritório espanhol Vilalta Arquitectura

 

Categoria Hotéis
Prêmio Principal – Chablé – Yucatan Peninsula (Chocholá, México), de Jorge Borja and Paulina Morán (México)

Prêmio Especial Interior – Spedition (Tune, Suíça), do escritório Stylt, Trampoli (Suécia)
Prêmio Especial Exterior – Mar Adentro (San José del Cabo, México), de Miguel Ángel Aragonés (México)

 

Categoria Restaurantes
Prêmio Principal – Illusion (Doha, Qatar), assinado pelo Rockwell Group (EUA)

Prêmio Especial Interior – Shukufuku Japanese Bento (Melbourne, Austrália), do escritório autraliano Rptecture Architects (Austrália)
Prêmio Especial Exterior – Pavilhão Dançante (Rio de Janeiro, Brasil), do escritório Estúdio Guto Requena (Brasil)

 

 

Com informações da UIA

MAIS SOBRE: CATEGORIA

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CATEGORIA

Fórum de Presidentes do CAU/BR cumpre extensa pauta em Belo Horizonte (MG)

ATENDIMENTO E SERVIÇOS

Central de Atendimento do CAU/BR não funcionará na Sexta-feira Santa

ACERVOS

Seminário TOPOS:  CAU/BR e FAU/UnB promovem debate sobre a importância de acervos e arquivos de urbanismo no país 

#MulherEspecialCAU

“Arquiteta, na solidão da sua profissão, seu nome pede valorização!”, defende Tainã Dorea

Pular para o conteúdo