Edifício Comercial – Level Cowork Business Center

Edifício Comercial - Level Cowork Business Center

Florianópolis, Santa Catarina
Projeto: Augusto Corrêa e Castro;
Ronaldo Matos Martins, Augusto Corrêa e Castro, Vinicius Coutinho Pereira, Eduardo Flores Martins, Alisson Pazetto de Oliveira, Claudia Leal de Souza Martins.

O projeto foi contratado para o desenvolvimento de edifício modular vertical off-site com implantação em um terreno localizado em Tubarão/SC, foi elaborado através da tecnologia de engenharia simultânea e contrato integrado, onde todas as disciplinas utilizaram ferramentas BIM para o seu desenvolvimento.

Desde o início dos trabalhos, a equipe de arquitetos e engenheiros trabalhou em paralelo com o grupo Brasil ao Cubo que, com seu processo de fabricação e know how, auxiliou no desenvolvimento dos módulos.

O edifício como um todo, que conta com oito pavimentos estruturados um sobre o outro e 3.121,69m², é composto por 73 módulos de tamanhos variados, indo desde aqueles menores planificados de 3,75×7,50m, até tridimensionais maiores de 3,75×15,0x4,20m. Produzidos no galpão da empresa antes do transporte até o terreno, onde a previsão de montagem foi de 100 dias.

Além de ser um produto altamente tecnológico, que faz uso de sistemas como o de placas fotovoltaica, o partido arquitetônico utilizou estratégias bioclimáticas através de desenhos que aumentam a performance do edifício. Neste caso, através dos brises para sombrear as fachadas e do atrium central que possibilita o efeito chaminé de ventilação. A integração das placas fotovoltaicas foi feita até mesmo na fachada, onde estas ajudam a bloquear a incidência da luz solar direta.

A arquitetura de interior também foi integrada ao conceito industrial empregado, sempre utilizando elementos contrastantes, como o uso da madeira, da programação visual e do paisagismo, os quais humanizaram os espaços que abrigarão as empresas.

No térreo, funcionará um café e loja de conveniências da Rede Premier, junto com um posto de gasolina já existente no terreno, o qual integramos ao conjunto através da arquitetura, e que funcionará como uma praça de recebimento dos usuários e contribuindo com a fachada ativa do lote, conferindo vida ao entorno urbano.

Comentários

mood_bad
  • Ainda não há comentários.
  • Adicionar um comentário