CAU/UF

Fiscalização do CAU/AP notifica Prefeituras e realiza vistoria na Capital

 

O CAU/AP vem intensificando seu plano de fiscalização de 2015 com diversas vistorias em residenciais na capital Macapá e nas obras do município de Mazagão. Distante cerca de 34km da capital Macapá, o município de Mazagão foi visitado pela fiscalização do CAU/AP no último dia 12 de agosto. Na oportunidade foi protocolizado na Prefeitura o Minuta de Termo de Cooperação Técnica, e a Notificação sobre as atribuições privativas da Resolução 51.

 

Continuando com as ações da fiscalização, no último dia 19 de agosto, foi vistoriado o Residencial Portal do Sol, localizado na Rodovia Juscelino Kubitschek, 4440 – Universidade. Onde os principais problemas encontrados foram ausência de Placa com as informações de Responsável Técnico de projeto/execução, o que caracteriza inconformidade com a com a Resolução CAU/BR n°75, art. 6, § 1°.

 

Como parte do planejamento, foram protocoladas as notificações sobre a Resolução 51 nas Prefeituras de Santana, Mazagão, Macapá, além da Secretária Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitacional de Macapá – SEMDUH, no CREA/AP e no Governo do Estado do Amapá.

 

 

AÇÕES FUTURAS

Estão previstas ainda para esse mês de agosto o protocolo da notificação da Resolução 51 nas Prefeituras de Laranjal do Jarí e Vitória do Jarí, localizadas ao sul do Estado do Amapá, além da continuação das vistorias n0s residencias e loteamentos da Capital.

 

Para a Vice-Presidente Danielle Guimarães, essa é a oportunidade da fiscalização do CAU/AP fortalecer sua atuação em defesa da sociedade e buscando a valorização profissional, combatendo o exercício irregular da Profissão de Arquiteto e Urbanista.

 

Publicado em 01/09/2015

 

Fonte: CAU/AP

MAIS SOBRE: fiscalização

2 respostas

  1. Na minha cidade existe um grande problema que vem se arrastando a anos … “desenhista conhecido como cadista” , vendem projeto! Estes que são assinado por “profissionais ” que simplesmente também vende suas assinaturas.
    Hoje temos quase uma cidade inteira de construção assinada pelo mesmo profissional, que dúvido que o mesmo conhece a cidade. Infelizmente não posso citar nomes . Mas se um dia esse profissional for investigado e perguntarem para ele sobre essa cidade , sei que nada ele saberá responder porque ninguém sabe quem é o tal “Engenheiro de placas” que nunca mostra a cara.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

ASSESSORIA PARLAMENTAR

NOTA OFICIAL: Esclarecimentos sobre o PL 2081/2022

CAU/UF

Profissionais debatem os desafios das arquitetas e arquitetos negros

CAU/UF

CAU Brasil e coordenação do Fórum de Presidentes do CAU/UF discutem ações conjuntas

Atividades privativas

CAU dos Estados e do DF apoiam repúdio do CAU Brasil à Resolução Nº 205/2022 do Conselho Federal dos Técnicos (CFT)

Skip to content