CATEGORIA

FPAA quer ampliar a participação de arquitetos em Programa da ONU

Da esquerda para a direita: o staff do Programa de Cidades da ONU, Rodolpho Feijó; o presidente da FPAA, João Virmond Suplicy Neto; a vice-presidente internacional do Programa de Cidades da ONU, Elizabeth Ryan; e a representante do Programa de Cidades da ONU, Rosane de Souza.
Da esquerda para a direita: o staff do Programa de Cidades da ONU, Rodolpho Feijó; o presidente da FPAA, João Virmond Suplicy Neto; a vice-presidente internacional do Programa de Cidades da ONU, Elizabeth Ryan; e a representante do Programa de Cidades da ONU, Rosane de Souza.

 

O presidente da Federação Pan-Americana de Arquitetos (FPAA), João Virmond Suplicy Neto, se reuniu nesta quarta-feira (26) com a vice-presidente internacional do Programa de Cidades da ONU, a australiana Elizabeth Ryan. O encontro ocorreu na sede do CAU/PR, em Curitiba, com o objetivo de ampliar a participação dos arquitetos e urbanistas nesse programa das Nações Unidas. “Demos um passo adiante no acordo de entendimentos que temos com o Programa de Cidades Sustentáveis da ONU. Estamos criando os termos para uma aliança global, já que a FPAA é a única entidade de arquitetos que está dentro do Programa. Há muitos caminhos a serem seguidos para alcançarmos os 17 objetivos do milênio e é necessário trazer à classe esse conhecimento aberto”, disse o presidente da FPAA, instituição que congrega 32 associações de arquitetos em toda a América.

 

Já a vice-presidente internacional do Programa de Cidades da ONU, Elizabeth Ryan, destacou o seminário internacional “HABITAT III + COP 21 e suas inserções na política urbana” que será realizado nesta quinta e sexta-feira (dias 27 e 28), no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba (saiba mais).

 

Elizabeth fará a palestra de abertura do evento. “Vou ressaltar os desdobramentos da Habitat III, a Terceira Conferência das Nações Unidas sobre Moradia e Desenvolvimento Urbano Sustentável que ocorreu na semana passada, em Quito. Acredito que as decisões globais de lá podem se conectar com as iniciativas locais e tudo isso deve caminhar num sentido único”, finalizou.

 

A reunião na Sala João Batista Vilanova Artigas ainda teve a presença da representante do Programa de Cidades da ONU, Rosane de Souza, e do staff do Programa de Cidades da ONU, Rodolpho Feijó.

 

 

FONTE: CAU/PR

MAIS SOBRE: CATEGORIA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

ATENDIMENTO E SERVIÇOS

Central de Atendimento do CAU/BR não funcionará na Sexta-feira Santa

ACERVOS

Seminário TOPOS:  CAU/BR e FAU/UnB promovem debate sobre a importância de acervos e arquivos de urbanismo no país 

#MulherEspecialCAU

“Arquiteta, na solidão da sua profissão, seu nome pede valorização!”, defende Tainã Dorea

Assistência Técnica

Mais médicos/Mais arquitetos: mais saúde para o Brasil (artigo de Nadia Somekh no portal do Estadão)

Pular para o conteúdo