PATRIMÔNIO CULTURAL

Incêndio na Notre Dame: UNESCO oferece ajuda ao governo francês

A UNESCO (Organização da Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) manifestou sua profunda emoção frente ao dramático incêndio que destruiu no dia 15 de abril de 2019 parte da Catedral de Notre Dame, em Paris, inscrita em 1991 na lista dos bens considerados  Patrimônio Mundial da Humanidade.

 

O incêndio destruiu o teto e a torre central da Catedral. Foto Patrick Anidjar (AFP)

 

A diretoria da organização, Audrey Auzoulay, disse que a agência acompanha de perto a situação do incêndio e ofereceu ajuda para o governo francês recuperar “essa herança inestimável”.

 

A edificação que começou a ser construída em 1163 passou por diversas intervenções e reformas mas atualmente estava em um avançado estado de degradação, conforme alerta recente da Amigos da Notre-Dame, instituição criada 2107 para levantar recursos para uma reforma extensa que ainda não tinha sido iniciada. Cinco dias antes 16 das estátuas que ficavam no topo da catedral haviam sido removidas e enviadas para restauro. O vídeo abaixo mostra o momento do colapso da icônica torre central (popularmente conhecida como “agulha”) do prédio gótico de 850 anos.

 

Momento em que a torre central da Catedral colapsou

 

Em declaração oficial, o presidente da União Internacional dos Arquitetos, Thomas Vonier, manifestou-se sobre a tragédia. “Como presidente da União Internacional de Arquitetos, e pessoalmente, é animador receber tantas expressões de profunda tristeza pela devastação de Notre Dame. A catástrofe pode dar uma nova vida e um novo significado a um lugar que veio do tempo e durará através do tempo. A UIA acompanhará de perto os meios pelos quais os que desejarem podem contribuir para a reconstrução da Catedral, e os manteremos  informados sobre o que aprendemos”. 

 

O presidente da UIA completou a declaração com uma citação da obra “O Corcunda de Notre-Dame”, do escritor francês Victor Hugo: “Cada rosto, cada pedra, deste monumento venerável é uma página não só da história do país, mas da história da ciência e da arte… uma sinfonia em pedra.”

 

 

 

Imagem feita por drone da polícia parisiense

 

O teto, uma das relíquias da carpintaria parisiente, ruiu. O governo francês informou que a estrutura principal foi “salva e preservada”.

                                               O teto da catedral era uma das mais preciosas obras de carpintaria de Paris

 

 

NOTRE DAME EM IMAGENS

 

Quando os arquitetos da Catedral de Notre-Dame começaram a trabalhar há 850 anos, seus objetivos declaradamente  ambiciosos. O santuário da igreja, decretaram, deveria ser mais alto do que qualquer outro construído anteriormente. A nave subiria 108 pés, e as duas torres de 223 pés de altura lançariam uma sombra de longo alcance sobre os telhados de Paris. O século XII acabara de entrar na segunda metade e, para alcançar novas alturas, os construtores fizeram uso inicial de suportes externos conhecidos como arcobotantes.

 

Veja mais sobre sua história em galeria de fotos históricas do New York Times

 

 

Notre Dame por volta de 1900 (foto Roger Viollet)

 

 

Trabalho na Catedral por volta de 1900 (foto Getty Images)

 

 

Clique no link para acessar no site da Notre Dame descritivo da arquitetura da catedral.

 

Ao receber anualmente cerca de 12 milhões de visitantes, Notre Dame é o monumento mais visitado da França. A torre Eifel tem a metade.

 

Veja também:

 

França anuncia concurso para reconstruir torre da Notre-Dame

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

PATRIMÔNIO CULTURAL

Plenário do CAU/BR define novos membros da Câmara Temática de Patrimônio, com representantes da sociedade civil

PATRIMÔNIO CULTURAL

Nadia Somekh assume cadeira no Conselho Consultivo do IPHAN

PATRIMÔNIO CULTURAL

CAU Brasil e IPHAN assinam acordo para expandir atuação de arquitetos(as) e urbanistas em sítios históricos

PATRIMÔNIO CULTURAL

Presidente Nadia Somekh vai participar do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural

Pular para o conteúdo