CATEGORIA

Laudo Técnico de Inspeção Predial – Manutenção em prol da saúde das edificações

A 19ª edição do programa Uma Tarde no CAU/RS com transmissão pela Rádio Arquitetura debateu sobre manutenção predial. Estiveram presentes os arquitetos e urbanistas Ednezer Flores, do IAB RS, Geraldo da Rocha Ozio, presidente do Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia (IBAPE/RS), e José Miguel Cabral, sócio do escritório Cabral Arquitetos.
 

Ednezer Flores, José Miguel Cabral, Alexandre Sebold, Geraldo da Rocha Ozio e Gabriela Belnhak na 19ª edição do Uma Tarde no CAU/RS.

 

O Laudo Técnico de Inspeção Predial (LTIP) é o guarda-chuva de uma manutenção preditiva e pode apontar a necessidade de manutenção corretiva quando algum problema na edificação é detectado. José Miguel destacou o aspecto cultural que faz com que as pessoas procurem a solução dos problemas depois que eles acontecem, visando muito mais a correção do que a prevenção. “Do mesmo jeito que a gente cuida da nossa saúde, a gente deve cuidar dos prédios da cidade. Cabe a todos a preocupação de se informar e procurar profissionais que tenham a capacidade de desenvolver esse trabalho nas edificações”, comentou.

 

Geraldo Ozio ressaltou a importância da atuação do profissional, responsável por realizar um diagnóstico completo dos sistemas que compõem uma edificação e verificar a necessidade de outros elementos, como Laudo de Marquise e projeto de Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI) adequados. “A Inspeção Predial contempla anomalias construtivas e falhas de manutenção, então ela deve ser feita desde o princípio do uso e depois periodicamente, aumentando a vida útil da edificação”, avaliou o presidente do IBAPE/RS.

 

O LTIP indica como o proprietário e o gestor vai atuar, pois aponta o que determinada edificação precisa para se manter saudável. “A orientação para quem trabalha ou quer trabalhar nesse métier é avaliar como qualificar e melhorar o seu serviço, tentando fazer o máximo completo, para ganhar credibilidade no mercado, se colocar como profissional confiável e, ao mesmo tempo, dar segurança no fornecimento dos documentos que o gestor necessita”, finalizou Ednezer Flores.

 

Ouça o programa e acompanhe o debate que também incluiu temas como responsabilidade e competências da Prefeitura e necessidade de desenvolvimento de sistemas de informação eficientes nos órgãos públicos.

 

Também participaram desta edição o programador, locutor e sócio da Rádio Arquitetura, Alexandre Sebold, e a jornalista do CAU/RS, Gabriela Belnhak.

 

FONTE: CAU/RS

 

Publicado em 26/08/2016

MAIS SOBRE: CATEGORIA

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

ATENDIMENTO E SERVIÇOS

Central de Atendimento do CAU/BR não funcionará na Sexta-feira Santa

ACERVOS

Seminário TOPOS:  CAU/BR e FAU/UnB promovem debate sobre a importância de acervos e arquivos de urbanismo no país 

#MulherEspecialCAU

“Arquiteta, na solidão da sua profissão, seu nome pede valorização!”, defende Tainã Dorea

Assistência Técnica

Mais médicos/Mais arquitetos: mais saúde para o Brasil (artigo de Nadia Somekh no portal do Estadão)

Pular para o conteúdo