ARQUITETOS EM DESTAQUE

Livro aborda direito à moradia e proteção ambiental na capital acreana

O livro “Quando a Rua Vira Rio: Vulnerabilidade Socioambiental Urbana”, escrito pela conselheira federal do CAU/BR e professora da Universidade Federal do Acre (Ufac), Josélia Alves, fala sobre os moradores da região da bacia hidrográfica do igarapé Fundo, em Rio Branco (AC). 

 

 

Lançada em 2017 a obra ganha relevância diante das recentes cheias no Acre. A publicação é resultado do doutorado em Geografia na Universidade Federal Fluminense (UFF), aborda o conflito entre o direito à moradia e a proteção ambiental, que se materializa por meio da ocupação irregular de áreas legalmente protegidas em diversas áreas urbanas do País, especialmente pela multiplicação de comunidades nas margens dos rios e córregos urbanos.

 

O estudo analisa as situações de vulnerabilidade e risco ambiental a que estão expostas as populações que vivem nessas ocupações precárias, tendo como estudo de caso a Bacia Hidrográfica do Igarapé Fundo, na cidade de Rio Branco, capital do estado do Acre, mediante a construção de indicadores ambientais que representem as dimensões dessa vulnerabilidade em termos de pobreza e privação social, bem como do risco de degradação ambiental.

 

A autora 

 

Professora da Ufac há mais de 20 anos e conselheira federal do CAU/BR, a acreana Josélia Alves fez parte da equipe técnica que revisou o Plano Diretor de Rio Branco. É doutora em Geografia pela UFF e mestre em Urbanismo pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ,1998). Formou-se em 1985 em Arquitetura e Urbanismo nas Faculdades Integradas Bennet (RJ) e se especializou em Planejamento e Meio Ambiente na Ufac (1993) e em Urbanismo, na UFRJ (1989).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CAU/BR

CAU/BR aponta protagonismo feminino na arquitetura e urbanismo durante 98º ENIC

CAU/BR

Comissões do CAU/BR debatem temas de interesse dos arquitetos e urbanistas

CAU/BR

CAU/BR celebra uma década dos primeiros empregados públicos efetivos

CIDADES

Iniciadas Convocações para a 6ª Conferência Nacional das Cidades

Pular para o conteúdo