EXERCÍCIO PROFISSIONAL

“Mais trabalho para arquitetos e urbanistas é o foco de 2023”, diz presidente do CAU Brasil

O CAU Brasil abriu seus trabalhos de 2023 na sua 132ª Reunião Plenária Ordinária, realizada em Brasília nos dias 24 e 25 de janeiro. “É um dia especial. Estamos nos reorganizando nas comissões para, neste nosso último ano de gestão, ter clareza das entregas possíveis, das condições possíveis”, afirmou a presidente do CAU Brasil, Nadia Somekh. Na sua fala inicial, ela destacou para os conselheiros os objetivos pactuados por meio do planejamento estratégico, elaborado em conjunto com os CAU/UF.

 

“Nossa prioridade é ampliar o trabalho de arquitetos e urbanistas, monitorar como o nosso manifesto ‘O Brasil precisa de mais Arquitetura e Urbanismo’ está sendo apropriado pelo Governo Federal e pelo Congresso Nacional”, disse Nadia, lembrando do conteúdo divulgado durante as eleições de 2022 e das reuniões promovidas já em 2023 com o Ministério das Cidades e com o Ministério do Desenvolvimento Regional.

 

O manifesto ‘O Brasil precisa de mais Arquitetura e Urbanismo‘ foi lançado pelo CAU Brasil e pelo Colegiado das Entidades Nacionais de Arquitetos e Urbanistas (CEAU) em maio de 2022. Contém 20 propostas para embasar políticas públicas capazes de impactar questões estruturais no território brasileiro. Trata-se de uma contribuição dos arquitetos e urbanistas do país para o aprimoramento das nossas cidades.

 

Segundo o texto, o Brasil necessita de mais Arquitetura e Urbanismo; moradia digna é saúde pública; direito à cidade é justiça social; e planejamento urbano Integrado é qualidade de vida. “Nossa missão é o estabelecimento do Sistema Único de Cidades, que se articula ao SUS para criar uma rede de apoio de arquitetos e urbanistas para melhorar o território e a vida da população brasileira”, afirmou a presidente do CAU Brasil.

 

No mês que vem, o conselheiro Jefferson Navolar, coordenador da Comissão de Relações Institucionais (CRI) do CAU Brasil, participará da posse dos novos parlamentares do Congresso Nacional para defender as pautas de interesse dos arquitetos e urbanistas. “O Brasil é o país foco dos investimentos em sustentabilidade. É uma oportunidade de melhorar o nosso território através da participação de arquitetos nos municípios, construindo uma rede”, disse Nadia.

 

Em paralelo, o CAU Brasil está negociando a assinatura de um acordo de cooperação com a Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento de São Paulo para promover um programa-piloto que vai colocar arquitetos e urbanistas nas 37 subprefeituras da cidade e desenvolver formação específica sobre Arquitetura e Urbanismo para gestores públicos.

 

“Estamos fazendo nesta semana o planejamento das comissões”, explicou a presidente. “Objetivo é ter clareza não só do que nós vamos fazer até o fim do ano, mas como vamos rever o nosso planejamento para os próximos dez anos, para deixar um legado”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

EXERCÍCIO PROFISSIONAL

FNDE vai contratar 21 arquitetos(as) e urbanistas para atuar em projetos educacionais

EXERCÍCIO PROFISSIONAL

Conselhos de Arquitetura e Urbanismo recorrem de decisão judicial que restringe atribuições de arquitetos e urbanistas

EXERCÍCIO PROFISSIONAL

CAU estuda criação de certidão para viabilizar participação de empresas de arquitetura e urbanismo em licitações

EXERCÍCIO PROFISSIONAL

III Encontro da Comissão de Exercício Profissional envolve conselheiros e técnicos na construção do Plano Nacional de Fiscalização

Pular para o conteúdo