CATEGORIA

Mobilidade internacional para arquitetos do Mercosul começa em 2016

Da direita para a esquerda: Anderson Fioreti Menezes,George Marques, Fernando Diniz Moreira e Roberto Rodrigues Simon.

Arquitetos e urbanistas do Mercosul terão mais facilidade para trabalhar nos cinco países que compõem o bloco comercial: Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela. A partir de janeiro de 2016, o intercâmbio de profissionais de Arquitetura e Urbanismo poderá ser feito a partir de um site específico que vai organizar e distribuir os pedidos de registro profissional temporário.

 

A acordo-marco da Comissão para Integração da Agrimensura, Agronomia, Arquitetura, Geologia e Engenharia do Mercosul unifica as regras para registro temporário de profissionais de outros países do bloco, ou seja, os requisitos serão os mesmos para todos os países. A aprovação do pedido continua sendo responsabilidade do conselho profissional de cada nação, mas o acordo de reciprocidade, com regras claras e comuns a todos, vai facilitar e agilizar o processo.

 

Esse foi o principal assunto da reunião realizada entre o CAU/BR e o Ministério das Relações Exteriores (MRE), no dia 10 de setembro. Os arquitetos e urbanistas que fazem parte da Comissão de Relações Internacionais apresentaram ao chefe da Divisão de Negociação de Serviços do Ministério das Relações Internacionais, George Marques, as negociações que vêm sendo realizadas no âmbito do Mercosul e com outros países, como a Espanha.

 

“Mostramos um panorama geral da atuação internacional do CAU e as implicações do acordo-marco do Mercosul, que busca a integração econômica entre os países”, afirma o coordenador da Comissão de Relações Internacionais, Fernando Diniz.

 

Publicado em 11/09/2015

MAIS SOBRE: CATEGORIA

11 respostas

  1. Estou na formando em arquitetura e queria saber como estar o mercado para arquitetos na argentina?

  2. Queria saber como ficou o acordo com Portugal. O convênio foi bombardeado com protestos e nada mais se divulgou.
    Agora que estamos numa retração de trabalho, quero ver como o Conselho de Arquitetos de Portugal, vai reagir ao interesse ao registro profissional nas Terras Lusitanas.

    1. Marcos, o acordo com a Ordem dos Arquitectos de Portugal permanece em vigor, sem alterações.

  3. E esses paises do Mercosul tem o QUE para oferecer a Arquitetos Brasileiros?

    Como toda a ideia do Mercosul, TODOS ENCOSTADOS no Brasil.
    Mas nenhum desses tem qualquer vantagem que dira mercado , para Arquitetos brasileiros.

    Agora que os Argentinos vao invadir!

    1. Comentário infeliz, vai ler um pouquinho sobre o mercado de arquitetura nos outros países do Mercosul e depois vc fala alguma coisa aqui.

  4. Muito bom que arquitetos e urbanistas por meio de intercambio possam atuar profissionalmente nos 5 paises do bloco do Mercosul.
    Parabéns aos membros e ao coordenador da comissão de Relações Internacionais por essa iniciativa.

  5. Estou com planos de ir embora pra Argentina em 2017. Como devo proceder para atuar como Arquiteto no país? Meu diploma e registro profissional CAU-SP tem validade lá? ou tenho que validar?

    Agradeço pelos esclarecimentos.

    1. Eustaquio, boa tarde,
      sou um ARQUITETO Argentino,que atualmente moro aqui por que tenho minha familia aqui em SP.
      Mas estou ja iniciando a documentação para regularizar y continuar trabalhando em Brasil.
      Tambem fiquei feliz por que este MERCOLSUL proporciona possibilidades e oportunidades em outros países.
      No que puder te ajudar com contatos em Argetnina, por favor estou a disposição, como para qualquer outro Arquiteto que esteja com planes de ir para Argentina.
      Obrigado

    2. Alejandro García Mazzei, SP
      Oi Alejandro, tudo bem?
      Estamos em lugares opostos.
      Eu moro na Argentina ja faz 2 anos e nao sei muito bem como faco pra regularizar minha documentacao aqui.
      Se voce pudesse me ajudar de agradeceria.
      Gracias

  6. PARABÉNS AOS MENBROS DA COMISSÃO!MNUITO IMPORTANTE OPORTUNIZAR A REALIZAÇÃO DE TRABALHOS AOS PROFISSIONAIS EM OUTROS PAÍSES, BEM COMO O TROCA DE EXPERIÊNCIAS PROFISSIONAIS NA ÁREA DE PROJETOS ARQUITETÔNICOS E SISTEMAS CONSTRUTIVOS. PARABÉNS!!

Os comentários estão desabilitados.

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

ATENDIMENTO E SERVIÇOS

Central de Atendimento do CAU/BR não funcionará na Sexta-feira Santa

ACERVOS

Seminário TOPOS:  CAU/BR e FAU/UnB promovem debate sobre a importância de acervos e arquivos de urbanismo no país 

#MulherEspecialCAU

“Arquiteta, na solidão da sua profissão, seu nome pede valorização!”, defende Tainã Dorea

Assistência Técnica

Mais médicos/Mais arquitetos: mais saúde para o Brasil (artigo de Nadia Somekh no portal do Estadão)

Pular para o conteúdo