Assistência Técnica

Mercado de trabalho: Veja oportunidades para arquitetos e urbanistas em todo o país

 

Atualizado em 21/02/2022

 

Confira as novas oportunidades de trabalho para arquitetos e urbanistas nos CAUs e nos estados. Estão disponíveis oportunidades em SP, GO, BA, PR, MA, AP, SE e MT.  

*EDITAIS E SELEÇÕES NO CAU

 

CAU BRASIL 

Inscrições até 7 de março 

 

O CAU Brasil está desenvolvendo um Banco de Dados Interativo para a Comissão de Ensino e Formação. Objetivo será a coleta, sistematização e o uso qualitativo e quantitativo de dados sobre a formação, ensino, pesquisa e atividades de extensão em Arquitetura e Urbanismo.

 

Para desenvolver a tecnologia, o CAU Brasil lançou uma licitação de modalidade especial para contratação de uma startup de desenvolvimento de software. Valor estimado é de R$ 100.000.

 

Período de inscrições se encerra às 18h do dia 07 de março. Podem participar empresas enquadradas como startups nos termos do artigo 4º da Lei Complementar nº 182/2021, em fase de execução ou superior.

 

A equipe técnica deverá ser formada por profissionais que apresentem diferentes habilidades nas seguintes áreas: Gerencial, Tecnológica, Informação e Comunicação, Programação e Design. Ao menos um(a) arquiteto(a) e urbanista com experiência deverá integrar o time. As inscrições serão realizadas exclusivamente pelo e-mail [email protected], ao qual deverá ser anexada a proposta preenchida em formato digital. O modelo está disponível no edital.

 

CAU/MT 

 

Inscrições até 18 de março 

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Mato Grosso torna público a realização de um concurso público para provimento de vagas e formação de cadastro de reserva em empregos de nível superior e médio do Conselho. Foram abertas vagas para Agente de Fiscalização e Assistente Administrativo. A lotação será na cidade de Tangará da Serra.

 

O concurso prevê 1 vaga efetiva para agente de fiscalização, com 25 vagas para cadastro reserva. A remuneração do cargo é de R$ 7.436,57 + benefícios, com carga horária semanal de 30h. Para o cargo de assistente administrativo está previsto 1 vaga efetiva, com 50 vagas para cadastro reserva. A remuneração é de R$ 2.850,09 + benefícios, com carga horária semanal de 30h.

 

As fases do concurso serão realizadas em Cuiabá/MT, que consistirão em questões objetivas e discursivas, ambas de caráter eliminatório e classificatório

 

CAU/AL 

Inscrições até 11 de março 

 

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Alagoas – CAU/AL lança nesta segunda-feira, 31, o edital de Seleção Pública Simplificada – *SPS N. 01/2022, *objetivando a contratação de projetos técnicos de arquitetura e atividades complementares, a nível de anteprojeto, a serem desenvolvidos por profissionais habilitados – Pessoa Física – PF ou Pessoa Jurídica – PJ para atuar na modalidade de Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social – ATHIS em Arapiraca e região.

 

O processo de Seleção Pública Simplificada – SPS será constituído, por análise curricular de Pessoa Física ou do Responsável Técnico indicado pela Pessoa Jurídica, em caráter meramente classificatório para intervenção no âmbito da Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social, conforme Formulário de Inscrição anexado ao edital.

 

A contratação de Pessoa Física ou Pessoa Jurídica está baseada no artigo 24, inciso V, da Lei 8.666/93 e as atividades a serem desenvolvidas por profissionais habilitados devem estar de acordo com os princípios da Lei de Assistência Técnica nº 11.888/08 e com o previsto no anexo I do edital.

 

As inscrições para a Seleção Pública Simplificada – SPS serão realizadas na sede da Defensoria Pública em Arapiraca entre os dias 08 e 11 de março. A sede da DPE/AL em Arapiraca está localizado na R. Pedro Nunes de Albuquerque, 457 – Centro, Arapiraca – AL, 57300-590

 

CAU/SE

Inscrições até 25 de março 

 

O Edital do CAU/SE premiará trabalhos acadêmicos de Athis das universidades sergipanas. O edital busca fomentar o ensino, a pesquisa e a extensão universitária para o tema da Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social (ATHIS) e promover o conhecimento da Lei Federal Nº 11.888/2008 (Lei de ATHIS). 

 

O Edital premiará 02 (dois) trabalhos acadêmicos que desenvolvam atividades práticas em comunidades de famílias com baixa renda (até 03 salários mínimos). Os trabalhos acadêmicos podem envolver projeto urbanístico e/ou arquitetônico, de reforma de 01 (uma) ou mais moradias, equipamentos urbanos, como praças e parques, projetos de acessibilidade, atividades de regularização fundiária de habitação de interesse social, entre outras possibilidades aderentes ao tema central. 

 

A inscrição para participar do edital vai de 08 de fevereiro a 25 de março. O período de submissão dos trabalhos será entre 16 a 25 de maio e a divulgação das equipes vencedoras em 06 de junho de 2022. 

 

CAU/GO

 

Patrocínio Cultural 

 

Inscrições até 25 de março 

Estão abertas as inscrições de projetos para o edital de patrocínio a projetos culturais. O CAU/GO apoiará publicações, produções audiovisuais, exposições, seminários e iniciativas diversas que promovam a Arquitetura e o Urbanismo. 
 
Não precisa ser arquiteto e urbanista para participar. 
 

A soma total disponibilizada para o edital de projetos culturais deste ano é de R$ 150 mil:

* R$ 35 mil, para projetos de âmbito regional;
* R$ 45 mil, para projetos de âmbito nacional;
* R$ 70 mil, para projetos de âmbito internacional.

Inscrição: 10/02 a 25/03/2022
Divulgação dos habilitados: 11/04/2022
Divulgação dos projetos selecionados: 19/04/2022
Prazo recursal: 20 a 26/04/2022
Envio: Somente por correios
Endereço: Av. Eng. Eurico Viana, 25, ed. Concept Office, 3º andar, Vila Maria José, Goiânia – GO, 74.815-465

Contato para dúvidas:
Maria Ester de Souza, assessora de Relações Institucionais: (62) 3095-3908 e e-mail: [email protected]

 

ATHIS

Inscrições até 25 de março  

O edital de ATHIS do CAU/GO tem como objetivo apoiar projetos para construção ou reforma de habitações destinadas a famílias de baixa renda, ou ainda projetos de urbanismo ou paisagismo. É necessário que o proponente tenha em seu quadro arquitetos e urbanistas em dia com o CAU/GO. 

Para o edital de habitação social, o valor total é de R$ 60 mil. E a cota máxima para cada projeto é de R$ 30 mil.

 

Inscrição: 10/02 a 25/03/2022
Divulgação dos habilitados: 11/04/2022
Divulgação dos projetos selecionados: 19/04/2022
Prazo recursal: 20 a 26/04/2022
Prazo para assinatura do Termo de Fomento: 02/05/2022
Período de execução dos projetos: 2 de maio a 30 de novembro
Envio: Somente por correios
Endereço: Av. Eng. Eurico Viana, 25, ed. Concept Office, 3º andar, Vila Maria José, Goiânia – GO, 74.815-465

Contato para dúvidas:
Maria Ester de Souza, assessora de Relações Institucionais: (62) 3095-3908 e e-mail: [email protected]

 

*EDITAIS e SELEÇÕES EXTERNAS

 

2º Concurso de Fotografia CIALP

Inscrições até 17 de março   

 

Estão abertas as inscrições para a 2ª edição do concurso de fotografia do Conselho Internacional de Arquitetos da Língua Portuguesa (CIALP).
 
As fotografias submetidas ao concurso deverão seguir a temática “Ser Sustentável no Espaço Lusófono”.
 
O concurso possui duas categorias: uma direcionada para arquitetos e urbanistas formados e outra voltada para os profissionais em formação. As inscrições podem ser realizadas até o dia 17 de março.
 

 

EBSERH – Concurso Público 01/2022 – Hospital Universitário da Universidade Federal do Amapá – HU-UNIFAP

Inscrições até 21 de fevereiro 

 

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH) está com inscrições abertas para o Concurso Público 01/2022 para provimento de vagas e formação de cadastro de reserva com lotação no Hospital Universitário da Universidade Federal do Amapá. Há uma vaga para arquiteto e urbanista com remuneração: R$ 10.754,11 e carga Horária de 40 horas semanais⁣⁣⁣⁣⁣⁣⁣. 

 

Parque Urbano Igarapé São Joaquim (PA)

Inscrições até 27 de fevereiro 

 

A Prefeitura de Belém (PA), em parceria com o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), abriu as inscrições para concurso público de instalação do Parque Urbano Igarapé São Joaquim, na bacia do rio Una.

 

O Projeto, objeto do concurso em nível de projeto preliminar, é para a requalificação urbana, ambiental e paisagística da área do entorno do Igarapé São Joaquim, para criar o Parque Igarapé São Joaquim.

 

O concurso permite a participação de arquitetos e urbanistas de qualquer lugar do Brasil.

 

➡As inscrições podem ser feitas até o dia 27 de fevereiro no site concursoparquedoigarape.com.br

 

Prefeitura de Franca (SP)

Inscrições até 10/02

 

A Prefeitura de Franca vai realizar concurso público para formação de cadastro reserva. Os candidatos serão avaliados mediante a prova objetiva prevista para ser aplicada no dia 6 de março de 2022. O conteúdo programático será composto por questões de língua portuguesa, matemática, conhecimentos gerais e específicos. Os contratados terão remuneração de R$ 4.250,28, para 40h semanais. 

 

Prefeitura de Piratininga (SP)

Inscrições até 16 de março

A Prefeitura de Piratininga/SP abriu a Chamada Pública nº 02/22 para a seleção de empresa da construção civil para a apresentação de projeto destinado à produção de, no mínimo, 140 unidades habitacionais de interesse social, no âmbito do programa Casa Verde e Amarela, a ser contratada pela Caixa Econômica Federal (CEF), com vistas a atender famílias de baixa renda.

 

As habitações serão construídas em terreno de propriedade do município de Piratininga/SP, localizado no prolongamento da Rua Dr. José Lisboa.

 

A terraplanagem da área destinada ao empreendimento será executada pela empresa selecionada, assim como todas as obras de infraestrutura e de melhoramentos públicos necessários à implantação das unidades habitacionais.

 

Pelo Edital, no mínimo 5% do total das unidades habitacionais deverão ser adaptadas e equipadas para uso por pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida nos termos da NBR 9050.

 

Além disso, o regime de construção será o de empreitada por preço global, no qual a empresa responsável deverá fornecer materiais, mão de obra especializada, todos os equipamentos e serviços necessários.

 

Prefeitura de Santana do Parnaíba (SP)

Inscrições até 15 de fevereiro 

 

A Prefeitura de Santana do Parnaíba está com inscrição aberta para o concurso público 02/2022 que tem vaga de cadastro reserva para arquiteto e urbanista. A remuneração é de R$ 7.244,49 para 40 horas semanais⁣⁣⁣⁣⁣⁣⁣. 

 

Assembleia Legislativa do Maranhão (MA)

 

Inscrições até 14/02 

 

A ALEMA selecionará dois profissionais de arquitetura e urbanismo para atuarem como técnicos de gestão administrativa, com remuneração de R$ 7.249,59 e jornada de trabalho de 30h/semana. A taxa de inscrição é de R$ 140 e a prova deve ser realizada no dia 24 de abril, somente no Estado do Maranhão. A prova objetiva terá questões de português, legislação, informática, conhecimentos específicos e conhecimentos do cargo.

 

Parque Tecnológico Itaipu (PR)

 

Inscrições até 24/02 

 

A Fundação Parque Tecnológico Itaipu Brasil divulgou edital para realização de processo seletivo com formação de cadastro reserva para arquiteto e urbanista. O pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 81,80 deve ser efetuado até o dia 25 de janeiro. A prova objetiva está prevista para o dia 27 de março de 2022, a ser realizada nos municípios de São Paulo, Brasília, Recife, Curitiba e Foz do Iguaçu, além de prova discursiva. O arquiteto admitido irá desempenhar função em 44 horas semanais e terá salário de R$ 10.300,87.

 

 

Secretaria de Estado da Infraestrutura do Estado do Rio Grande do Norte (RN)

 Secretaria de Estado da Infraestrutura do Estado do Rio Grande do Norte – SIN – divulgou avisos de licitação nas modalidades: concorrência e tomada de preços.

Confira:

➡️- Execução de construção do IERN em Alexandria

https://www.caurn.gov.br/wp-content/uploads/2022/01/SEI_SEARH-12637930-Aviso.pdf

➡️- Execução de construção do IERN em Umarizal

https://www.caurn.gov.br/wp-content/uploads/2022/01/SEI_SEARH-12638045-Aviso.pdf

➡️- Execução de construção do Complexo de Perícia Criminal

https://www.caurn.gov.br/wp-content/uploads/2022/01/SEI_SEARH-12754043-Aviso.pdf

➡️- Obras de recuperação estrutural e alargamento da Ponte do Caldeirão

https://www.caurn.gov.br/wp-content/uploads/2022/01/SEI_SEARH-12821931-Aviso.pdf

➡️- Execução de adequações físicas e elétricas para instalação do Banco de Leite no Hospital Dr. Mariano Coelho

https://www.caurn.gov.br/wp-content/uploads/2022/01/SEI_SEARH-12823017-Aviso.pdf

➡️- Execução de melhorias na estrutura física da Primeira Unidade Regional de Tributação – 1ªURT

https://www.caurn.gov.br/wp-content/uploads/2022/01/SEI_SEARH-12889194-Aviso.pdf

 

Prefeitura de Barreiras (BA)


Inscrições até 11/03

 

A Prefeitura de Barreiras publicou, nesta quinta-feira, 20, o edital com a abertura de inscrições para o Concurso Regional em Arquitetura e Urbanismo para elaboração de projetos de restauração e modernização de prédios/monumentos históricos e espaços públicos do município. O Edital completo e as tratativas do documento podem ser conferidos no Portal da Transparência ou pelo link https://portaldatransparencia.barreiras.ba.gov.br/licitacoes/ 

 

O Concurso será de âmbito regional e ocorrerá em etapa única. As inscrições iniciam já na próxima segunda-feira, 24, e segue até 11 de março, será gratuita e aberta às pessoas físicas e jurídicas com ou sem fins lucrativos, necessariamente de arquitetura e urbanismo. Os interessados devem realizar as inscrições e encaminhar o projeto até meio-dia do dia 11 de março pelo site smecelbarreiras.webnode.com e e-mail [email protected] 

 

Poderão participar deste Concurso todos os arquitetos que estejam em situação regular perante o Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) e os estudantes que estejam no penúltimo período ou semestre do Curso de Arquitetura e Urbanismo, na região, desde que sob a orientação de um professor.

 

A Comissão de Avaliação, composta por cinco representantes do CREA, CAU, IFBA, Prefeitura Municipal de Barreiras e um historiador representante da Sociedade Civil Organizada, avaliará os trabalhos segundo valores arquitetônicos em atendimento ao Edital. O vencedor em primeiro lugar ganhará R$ 5.000,00 (Cinco Mil Reais), o 2º Lugar R$ 3.000,00 (Três Mil Reais) e o 3º Lugar receberão também placas alusivas ao resultado alcançado no concurso.

 

 

 

 

Atualizado em 14/02/2022

89 respostas

  1. Excelente iniciativa do CAU/BR.Continuem trabalhando nessa direção. Ampliem a ideia incorporando as oportunidades nos diversos Estados, via CAUs das Unidades da Federação. Sugiro abrir espaço aos municípios brasileiros, centralizando no site CAU/BR. Talvez fosse interessante abrir um LINK PERMANENTE nos “Serviços ON LINE DO CAU/BR” ou abrir um Título Específico, exemplo: OPORTUNIDADES PROFISSIONAIS.
    De qualquer forma, parabéns…

  2. A iniciativa de divulgação é ótima. Há um problema nos concursos. São concursos entre empresas de projeto, o que desfigura o arquiteto como sujeito. A exigência de disputar enquanto empresa, tem tá alguns de nós da disputa.

  3. mas é daqueles concursos de brasilia onde um mesmo escritório de curitiba ganha em primeiro lugar dois concursos seguidos ?

  4. Faço coro com o colega Dirceu Trindade, que os concursos oferecidos não tem propiciado aos arquitetos pessoas físicas a participação efetiva na modalidade.Levando em conta o potencial financeiro do arquiteto pessoa física em comparação com a pessoa jurídica, creio ser importante trabalharem modalidades específica para os profissionais liberais.

    1. Procure se informar sobre o MEI… Você tem a possibilidade de ter seu próprio CNPJ.

    2. Já tentei me informar quanto a isso e o que me foi repassado é que Arquiteto e Urbanista não se enquadra no MEI. Tive que optar pelo Alvará de autônoma.

  5. DESEJO TRABALHAR COM MORADIA POPULAR E DE INTERESSE SOCIAL, ATRAVÉS DO PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA GRATUITA, NA GRANDE VITORIA -ES.

  6. Infelizmente esses concursos que definem a necessidade de um CNPJ nao valorizam o arquiteto recem formado que esta comecando sua carreira, so dificulta a participacao desses profissionais. O CNPJ faz com que apenas escritorios ja consolidados no mercado possam participar. Uma tristeza.

    1. Roger vocÊ pode fazer uma MEI para você e ter seu próprio CNPJ sem ter escritório. Dê uma olhada nessa possibilidade. Eu fiz dessa forma, fora os custos que são menores.

  7. O CAU deveria fazer pressão para que arquitetos pudessem se enquadrar na MEI, para que assim fosse mais fácil, e barato, obter um CNPJ para participar desses concursos.

  8. Sujiro que o CAU negocie com empresas de software de projetos para um contrato coletivo onde os arquitetos e empresas possam usar programas de projeto, orçamento, planejamento, sketchup, revit, autocad, office 365, etc, em nuvem. O investimento é alto para usos eventuais destes softwares. Deste modo haveria redução do custo de projeto beneficiando a categoria profissional.Entendo que pequena parcela das anuidades e RRTs possam viabilizar um contrato nestes moldes.

    1. Concordo com o Cesar, as parcerias são poucas. Quando o CAU fará parceria também com a autodesk, office e google drive?

    2. Concordo, é conhecimento de todos os programas que mais utilizamos e necessitamos de parceria: Autodesk, office, pacote Adobe e etc…

  9. A profissão de Arquiteto e Urbanista realmente não é algo que a sociedade e nem os Arquitetos deem o devido valor. Imagine se existe outra profissão que várias pessoas se dispõe a trabalhar de graça para uma banca de “sabidos” escolha o melhor…isso é um tapa na cara. Imagine outras profissões com o mesmo pensamento…ninguém iria aceitar. Engenharia Agronômica (um concurso para ver quem consegue a maior produção em terras do governo – todo mundo planta e um só vai ganhar)…Medicina (um concurso para ver qual perna de motoboy quebrada fica melhor depois das operações – são 1.000 pernas de motoboys para consertar, qual ficar melhor leva)…Advogados (são 1.000 causas iguais – quem conseguir o melhor resultado financeiro leva o concurso)…TRABALHO É TRABALHO E DEVE SER PAGO!!!!!

    1. Marcos, o CAU/BR, o IAB, FNA, AsBEA, ABEA, ABAP e FeNEA consideram o concurso público a melhor forma para contratação de obras públicas pelos seguintes motivos:

      – O concurso público de projetos é a modalidade mais ágil para licitação de projetos de Arquitetura e Complementares de Engenharia

      – Em 45 dias após a publicação do Edital, o contratante já tem o estudo preliminar com as definições gerais do projeto

      – É a única modalidade de licitação de projetos que permite ao contratante conhecer a proposta antes de contratá-la

      – Nas demais modalidades, o administrador público contrata um problema ainda a ser resolvido

      – Democratização do acesso ao trabalho, com reflexos positivos no desenvolvimento científico e tecnológico da área

      – Melhoria dos espaços públicos pela soma de obras escolhidas por critério de qualidade

      Saiba mais em https://caubr.gov.br/seminario-de-concursos-de-projetos-leia-resenha-e-baixe-as-apresentacoes/

    2. Penso exatamente da mesma forma. E mais, quem julga os projetos? Como saber se não tem “conhecidos” participando. Fora que, mesmo que ninguém incorra em nenhum tipo de corrupção, julgamento de projeto é algo totalmente subjetivo.
      Quanto às colocações dos argumentos do CAU e demais órgãos, como tudo que vem dessas autarquias, é bom para eles, razoável para quem ganha, pois demanda um tempo precioso para fazer algo bem feito que ninguém sabe se receberá alguma remuneração para sequer arcar com os custos de impressões, e terrível para quem não consegue ganhar nada.
      Mas, enfim, participa quem quer…

    3. Concordo plenamente. O CAUBR deveria promover nossa profissao e ninca incentivar esse tipo de evento que apenas fixa a ideia de desqualificar o valor do nosso trabalho. Imagina um concurso de tortas, com confeiteiros do Brasil inteiro fazendo tortas pra uma banca de SABIDOS escolher qual torta comprar.

      Essas entidades de arquitetura que apoiam concursos sao compostas de arquitetos wue nao nos representam e nao atusm no mercado, dai fica facil propor isso …

      1. José, informamos que o CAU/BR promove diversas ações objetivando a valorização da Arquitetura e do Urbanismo no Brasil, por meio de campanhas publicitárias, diálogo institucional com o Governo Federal e Congresso Nacional, eventos nacionais e agora também ações de apoio à Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social. O Código de Ética, a Tabela de Honorários, Resolução sobre Atribuições Privativas dos Arquitetos e Urbanistas e Resolução de Direitos Autorais também são ações que visam valorizar a profissão e estabelecer as regulações básicas da Arquitetura e Urbanismo.

        O CAU/BR produziu o programa de rádio Arquitetura para a Vida, transmitido três vezes por semana em 39 emissoras, de 20 estados brasileiros. Ouça em https://caubr.gov.br/arquitetura-para-vida-programa-do-cau-br-impacta-242-000-pessoas-em-todo-brasil/. A campanha do Dia do Arquiteto foi vista por mais de 100 milhões de pessoas. É realizada anualmente em TV aberta, rádio, jornais, internet e mobiliário urbano. Saiba mais em https://caubr.gov.br/estreia-campanha-do-dia-do-arquiteto-e-urbanista-2018/

        O CAU/BR também oferece aos arquitetos e urbanistas e aos possíveis clientes de todo o Brasil a plataforma ACHE UM ARQUITETO, com informações sobre profissionais atuantes em todo o Brasil. É possível encontrar profissionais e empresas por nome, município, estado ou número de registro. Confira em https://acheumarquiteto.caubr.gov.br/

        Sobre as vantagens dos concursos de Arquitetura e Urbanismo, realizados em todo o mundo, saiba mais em https://caubr.gov.br/seminario-de-concursos-de-projetos-leia-resenha-e-baixe-as-apresentacoes/

  10. Boa tarde,
    lendo alguns dos comentários, alguns mencionam a possibilidade de Arquiteto e Urbanista ter MEI. Poderiam me explicar se a possibilidade já está aberta ou se existe ainda a possibilidade e quando?
    Obrigada.

    1. Também gostaria de saber! Acho que seria valido o conselho lutar por esta possibilidade, visto que alguns arquitetos possuem renda anual dentro do valor do MEI, e para abrir empresa como ME onera muito!

    2. NÃO , SOMOS PROFISSIONAIS LIBERAIS , MÉDICO , ADVOGADOS , ENGENHEIROS NÃO PODEM TER M.E.I.

  11. o problema que vemos está n obrigatoriedade da instituição de uma pessoa física o que acarreta custos e onera os escritórios.

  12. Gostaria de saber se o CAU disponibiliza relação de vagas em escritórios de engenharia e arquitetura para quem está procurando trabalho.

  13. Concordo com os colegas, JAMAIS trabalharei de graça! querem projetos?paguem. Ah mais é a melhor forma de…bla bla bla….continuam querendo projetos gratuitos. Façam provas com um conteúdo de acordo com o tipo de projeto, chamem as 10 melhores notas e paguem um valor razoável para iniciarem um projeto. Aí sim, escolham o melhor e premiem.Ah,mas fazer concurso tem custo, sim, arquitetos tem custos e pagam suas contas com DINHEIRO.
    Trabalhar de graça, é ruim hein!!!!!

    1. em relação a resposta do CAU para a Bia. entendo que, ao custearmos tempo, dinheiro e idéias para um concurso, sem perspectiva de contratação, torna-se um trabalho gratuito para os contratantes.

  14. O CAU disponibiliza relação de vagas em construtoras, escritórios de engenharia e arquitetura que precisem de arquiteto?

  15. Os concursos públicos de projeto são bem vindos desde que idôneos. se forem contratação disfarçada de concurso ai se torna igual a qualquer outra manobra do estado para contratar ilegalmente. acrescente-se a isso o fato de não remunerar os participantes. fiz muitas proposta de trabalho – não projeto de concurso – para empresas serias e sempre fui remunerado por isso. nenhum projeto participante deve ser descartado, todos devem ser contratados, com os devidos ajustes para outras públicas similares, quando possível. temos que lutar para evitar a “industria dos concursos” (basta os da concursocracia brasileira).

    1. E quanto ao nosso mirrado salário no serviço público, estou cansado de ter que honrar com 100% da Anuidade do CAU e também 100% da inscrição municipal e receber um bocado menos que a metade para 8 horas descrito na lei, quando esse racismo vai acabar?

      1. Alex, agradecemos a atenção e informamos que a fiscalização é realizada pelos CAU/UF, conforme determina a Lei 12.378/2010. Ao CAU/BR cabe promover as normas gerais de fiscalização e analisar possíveis recursos de processos já julgados pelo CAU/UF.

        Saiba mais como funciona a fiscalização dos CAU/UF em https://caubr.gov.br/cartadeservicos/

        Para fazer uma denúncia, por favor clique em https://siccau.caubr.gov.br/app/view/sight/externo.php?form=CadastrarDenuncia

  16. Moro em Tubarão SC, e aqui o trabalho do Arquiteto Urbanista também não é valorizado, muitas, mas muitas pessoas te perguntam quando voce está apresentando o trabalho para um cliente “QUEM É O ENGENHEIRO QUE ASSINA TEU TRABALHO”, ACHO QUE A CAU DEVERIA FAZER CAMPANHAS NO ESTADO ESCLARECENDO SOBRE NOSSAS ATRIBUIÇÕES SOBRE O TRABALHO DO ARQUITETO, ACHO MUITO HUMILHANTE OUVIR ISSO DE POIS DE TANTOS ANOS ESTUDANDO E PERDENDO NOITES DE SONO. NA VERDADE TEM MUITOS DESENHISTAS QUE SE DIZEM ARQUITETOS E TEM UM ENGENHEIRO PARA ASSINAR. DAI FALTA FISCALIZAÇÃO…SE A FISCALIZAÇÃO VISITASSE SÓ AS FABRICAS DE MOVEIS, FECHARIA MAIS DA METADE…TRABALHAM SEM PROFISSIONAL HABILITADO

    1. Paulo, informamos que o CAU/BR promove diversas ações objetivando a valorização da Arquitetura e do Urbanismo no Brasil, por meio de campanhas publicitárias, diálogo institucional com o Governo Federal e Congresso Nacional, eventos nacionais e agora também ações de apoio à Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social. O Código de Ética, a Tabela de Honorários, Resolução sobre Atribuições Privativas dos Arquitetos e Urbanistas e Resolução de Direitos Autorais também são ações que visam valorizar a profissão e estabelecer as regulações básicas da Arquitetura e Urbanismo.

      O CAU/BR produziu o programa de rádio Arquitetura para a Vida, transmitido três vezes por semana em 39 emissoras, de 20 estados brasileiros. Ouça em https://bit.ly/2IH8YRY. A campanha do Dia do Arquiteto foi vista por mais de 100 milhões de pessoas. É realizada anualmente em TV aberta, rádio, jornais, internet e mobiliário urbano. Saiba mais em https://bit.ly/2SlgW3F

      O CAU/BR também oferece aos arquitetos e urbanistas e aos possíveis clientes de todo o Brasil a plataforma ACHE UM ARQUITETO, com informações sobre profissionais atuantes em todo o Brasil. É possível encontrar profissionais e empresas por nome, município, estado ou número de registro. Confira em https://acheumarquiteto.caubr.gov.br/

    2. Simples… exigência da carteira profissional, a fiscalização deixaria de ser sobre o profissional, os órgãos públicos , etc. seriam informados da necessidade d apresentação da carteira do conselho (s) CARTEIRA PROFISSIONAL pra que? Se onde se faz necessário a presença do profissional fosse exigida a identidade profissional… a coisa ia mudar… os picaretas de plantão não teriam vez, e como tem…

  17. Todos os concursos de projeto abertos (excetuando o que é para os estudantes….) não são abertos aos profissionais liberais, só escritórios (e similares) podem participar…

    Os concursos (vaga de trabalho), só vão beneficiar quem poderia ter acesso aos locais de provas…

    Realmente está complicado…

    1. Euller, vamos publicando por aqui todas as oportunidades que aparecerem em todo o Brasil. Os CAU/UF publicam todos os anos editais de Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social.

  18. Boa noite.
    Sou arquiteta formada há muitos anos e atualmente me surgiu o interesse de fazer concursos.
    Analisei dezenas de editais até o momento e verifico que a defasagem e não cumprimento da lei sobre a base salarial do arquiteto não é cumprida no setor privado e nem no próprio setor público!
    Como o CAU atua nesse caso? Ou, como nós, arquitetos, podemos proceder diante de absurdos e baixos salários oferecidos? Estudamos e batalhamos durante anos para atuarmos como arquiteto, pagamos anuidades como é obrigatório, mas é difícil permanecer na profissão quando vemos o quão é defasada a remuneração do arquiteto.
    Nesse caso específico, como o CAU pode proceder?

    1. Irian, informamos que a fiscalização é realizada pelos CAU/UF, conforme determina a Lei 12.378/2010. Ao CAU/BR cabe promover as normas gerais de fiscalização e analisar possíveis recursos de processos já julgados pelo CAU/UF.

      Saiba mais como funciona a fiscalização dos CAU/UF em https://caubr.gov.br/cartadeservicos/

      Para fazer uma denúncia, por favor clique em https://siccau.caubr.gov.br/app/view/sight/externo.php?form=CadastrarDenuncia

      para saber mais sobre o salário mínimo profissional, consulte o Manual do Arquiteto e Urbanista em https://caubr.gov.br/wp-content/uploads/2017/09/MANUAL_DO_AU_2016.pdf

    2. Sinceramente o Cau, o qual pagamos bem caro por sinal, não faz nada! Na minha cidade Porto Alegre o salário de um arquiteto é de 2.000,00 parece mentira, mas não é, vários escritórios pagam isso para um arquiteto formado, falta de valorização da nossa profissão, tão linda e q faz parte da vida de todos!!!

      1. Lorenzo, agradecemos a atenção e informamos que a fiscalização é realizada pelos CAU/UF, conforme determina a Lei 12.378/2010. Ao CAU/BR cabe promover as normas gerais de fiscalização e analisar possíveis recursos de processos já julgados pelo CAU/UF.

        Para fazer uma denúncia, por favor clique em https://bit.ly/2C2zxhH

    3. Realmente, aqui na minha cidade Porto Alegre o Cau faz não sei o q!!! Os escritórios estão pagando o salário de 2.000,00 para os arquitetos! Somos obrigados a aceitar porque se não, não trabalhamos!!! Total descaso com o nosso piso salarial!!!

      1. Lorenzo, agradecemos a atenção e informamos que a fiscalização é realizada pelos CAU/UF, conforme determina a Lei 12.378/2010. Ao CAU/BR cabe promover as normas gerais de fiscalização e analisar possíveis recursos de processos já julgados pelo CAU/UF.

        Para fazer uma denúncia, por favor clique em https://bit.ly/2C2zxhH

  19. Já não bastasse os inúmeros concursos de PROJETOS DE ARQUITETURA DE PAVILHÕES,MONUMENTOS E ETC. A nova moda agora é concursos de habitações residenciais. Ou seja, é o exercício da prostituição do arquiteto que têm que elaborar um projeto gratuito para poder concorrer a uma competição! Não seria mais digno para nós profissionais que houvesse a contratação primeiramente para que depois fosse elaborado o projeto?. A falta de respeito que nós profissionais somos submetidos é surreal! O CAU parece incentivar esse “modus operandi” que já perpetua a muito tempo. Esse tipo de iniciativa é louvável para estudantes, por acaso um engenheiro faz um cálculo estrutural de graça? Se vcs fossem mais atentos, deveriam também verificar os salários insignificantes disponíveis na internet que são oferecidos aos ARQUITETOS. Que inclusive é o dever de vocês fiscalizarem isso.

    1. Andréa, o CAU/BR defende a realização de concursos pelos seguintes motivos:

      – O concurso público de projetos é a modalidade mais ágil para licitação de projetos de Arquitetura e Complementares de Engenharia

      – Em 45 dias após a publicação do Edital, o contratante já tem o estudo preliminar com as definições gerais do projeto

      – É a única modalidade de licitação de projetos que permite ao contratante conhecer a proposta antes de contratá-la

      – Nas demais modalidades, o administrador público contrata um problema ainda a ser resolvido

      – Democratização do acesso ao trabalho, com reflexos positivos no desenvolvimento científico e tecnológico da área

      – Melhoria dos espaços públicos pela soma de obras escolhidas por critério de qualidade

      Saiba mais em https://caubr.gov.br/seminario-de-concursos-de-projetos-leia-resenha-e-baixe-as-apresentacoes/

  20. Verifiquei que o valor a ser pago ao contrato para o desenvolvimento do projeto a que se refere o concurso da Weefor, não chega nem perto dos valores indicados pela tabela de honorários do CAU, sem contar que o valor da premiação será descontado do valor total do contrato. As entidades deveriam primar pelo cumprimento dos valores da tabela que elas próprias desenvolvem.

    1. Muito bem observado Adriano,

      Realmente os valores presentado são uma VERGONHA para nossa classe e para o CAU

      Interessante que esta foi a ÚNICA resposta não respondida pelo CAU.

      Gostaria muito de ser qual é a posição de nosso conselho sobre este assunto, e também saber qual é a proposta para valorizar os profissionais de arquitetura.

      1. Informamos que a Tabela de Honorários de Serviços de Arquitetura e Urbanismo é um referencial básico para os serviços e valores relativos aos projetos de arquitetura e urbanismo e serviços correlatos. Ele está dentro dos parâmetros legais, normas técnicas comerciais e éticas do exercício profissional, visando o equilíbrio nas relações contratuais. Acesse em http://honorario.caubr.gov.br/auth/login

        Possui duas modalidades de remuneração: Percentual sobre o Custo da Obra e Cálculo pelo Custo do Serviço. São mais de 200 tipos de serviços, e os arquitetos podem cotar os serviços como de alta, média ou baixa complexidade. Caso o valor estimado para o custo da obra supere muito a realidade local, é possível ajustar este valor e aplicar apenas os percentuais e fatores de complexidade definidos diretamente sobre o custo ajustado. Para ver como operar as tabelas, acesse http://www.fna.org.br/e-book/#/slide1

        Informamos que não existe o tabelamento do preço do serviço no Brasil. As informações fornecidas pelas Tabelas de Honorário são referências. Elas ajudam a coibir a concorrência desleal de preços e assegurar um padrão de qualidade dos serviços.

  21. Bom dia, é importante que o CAU, assim como outras entidades facilitem o surgimento/participação de concursos de projetos, a fim de reintroduzir no mercado, profissionais que não conseguiram se estabelecer ou se manter no mercado através das inumeras crises financeiras que nosso pais atravessa. Sou arquiteto formado há 16 anos onde sempre trabalhei como empregado e no ano passado resolvi ser PJ a fim de oferecer meus serviços com mais solidez e tentar sair da informalidade. É um fato que o CAU deve participar de forma ativa quanto aos honorários fictícios em suas tabelas e reduzir os encargos de PJ, pois pagar duas anuidades para um serviço com baixissimo retorno é uma afronta a todos nós…

    1. Maria, agradecemos a atenção e informamos que a fiscalização é realizada pelos CAU/UF, conforme determina a Lei 12.378/2010. Ao CAU/BR cabe promover as normas gerais de fiscalização e analisar possíveis recursos de processos já julgados pelo CAU/UF. Publicamos todos os dias ações de fiscalização dos CAU/UF aqui no Face. Acompanhe!

      Saiba mais como funciona a fiscalização dos CAU/UF em https://bit.ly/2kTOUyT

      Para fazer uma denúncia, por favor clique em https://bit.ly/2C2zxhH

      Nesta semana, a Prefeitura de Niterói retificou o Edital 01/2019, após pedido de impugnação feito pelo CAU/RJ no dia 6 de janeiro. Pelo novo edital, publicado na sexta-feira, 10 de janeiro, arquitetos e urbanistas poderão concorrer ao cargo de fiscal de obras. O salário destinado ao cargo de arquiteto e urbanista também foi reajustado. Saiba mais em https://www.caurj.gov.br/prefeitura-de-niteroi-altera-edital-apos-pedido-de-impugnacao-do-cau-rj/

  22. CAU/BR, Colegas que administram esta organização, até parece que são contra os ARQUITETOS E URBANISTAS, porque não tem uma posição digna representativa… A anuidade já é maior que a entidade onde se crio… o valor do RRT já naceu mais valorado que da entidade donde se crió… melhor serviço – NADA; melhor fiscalização-NADA…SOMOS RIDÍCULOS de continuar apoiarnos na outra entidade de onde saímos dezendo que seriamos donos do nosso nariz e fariamos melhor as coisas… meus caros colegas do CAU-BR e estaduais… se não houver uma fiscalização EFICIENTE E ENCIMA DA OBRA… O ARQUITETO VAI MORER NA PRAIA AGARRADO DO SEU CANUDO…PORQUE O MESTRE DE OBRA, PEDREIRO E MEIA COULHER ESTÃO FAZENDO O QUE QUER NAS OBRAS AONDE O PROFISSIONAL DE ARQUITETURA DEVERIA ESTAR FAZENDO A DIFERENCIA… MEUS QUERIDOS REPRESENTANTES TIREM ESSA BUNDA DA CADEIRA E SAI DO AR CONDICIONADO E DEIXA DE TOMAR CAFEZINHO A NOSSAS CUSTAS… VÁ VER NO QUARTEIRAM AONDE VOCÊ ESTA QUE TEM UM MONTE DE OBRA SEM FISCALIZAR !!!!!!!!!!!!

    1. Adrian, informamos que a fiscalização é realizada pelos CAU/UF, conforme determina a Lei 12.378/2010. Ao CAU/BR cabe promover as normas gerais de fiscalização e analisar possíveis recursos de processos já julgados pelo CAU/UF. Publicamos todos os dias ações de fiscalização dos CAU/UF aqui no Face. Acompanhe!

      Saiba mais como funciona a fiscalização dos CAU/UF em https://bit.ly/2kTOUyT

      Para fazer uma denúncia, por favor clique em https://bit.ly/2C2zxhH

  23. Para vocês souver… já fiz varias denuncias de obras irregulares…na cidade de JARAGUÁ DO SUL com 200 mil habitantes… a fiscalização não veio porque a base do CAU-SC da região se encontra a 60KM na cidade de Joinville… motivo! NÃO tinha veiculo para fiscalização chegar ao local da obra irregular!!!

  24. Uma gota de água não mata a sede de ninguém, muito menos faz estragos… Agora muitas gotas e ou milhares mata sede de muitas pessoas, de cidades !!!ou até tem poder de destruição como uma enchente!!! ASSIM uma fiscalização não faz a diferença como uma só RRT … agora muita fiscalização dará em milhares de RRTs que fará a diferença para todos… os profissionais, os cidadãos se sentiram mais protegidos porque seus pratrimonios seram de melhor qualidade e mais… as leis serám cumpridas por todos… eliminando os espertinhos que sempre vivem de furar a fila da legalidade e nossa entidade CAU será forte como sempre sonhamos que fosse!!!!!!

    1. Adrian, agradecemos a atenção e informamos que a fiscalização é realizada pelos CAU/UF, conforme determina a Lei 12.378/2010. Ao CAU/BR cabe promover as normas gerais de fiscalização e analisar possíveis recursos de processos já julgados pelo CAU/UF. Publicamos todos os dias ações de fiscalização dos CAU/UF aqui no Face. Acompanhe!

      Saiba mais como funciona a fiscalização dos CAU/UF em https://bit.ly/2kTOUyT

      Para fazer uma denúncia, por favor clique em https://bit.ly/2C2zxhH

  25. Boa tarde colegas.
    Gostaria de saber se existe um caminho para que o Arquiteto possa intermediar e ter em seus escritório convênio com a caixa federal,nos financiamentos da casa própria, encaminhando a documentação para a caixa junto com um
    modelo de projeto,sem que o cliente tenha que primeiro aprovar o financiamento, para depois fazer o projeto ou
    procurar algo pronto.

    1. Olá você pode ser o agente de incorporação e financiamento da casa própria do seu cliente.

  26. Minha empresa perdeu o prazo para envio da documentação referente ao credenciamento com a CAIXA por uma demora e enrolada do CAU/MA, pense numa coisa chata!!

    1. Em primeiro lugar meu nome não é Ricardo e em segundo lugar não vou ligar porque não voltará no tempo e tampouco resolverá algo. Sinceramente não vejo muita vantagem no CAU, pago as coisas porque sou obrigado.

      1. Carlos, informamos que a autorregulação profissional acontece em todo mundo, com organizações e ordens de arquitetos como o Instituto Americano de Architetos (AIA), o Instituto Real de Architetos Britânicos (RIBA) e a Sociedade de Arquitetos da China fazendo o registro e a fiscalização da profissão.

        O CAU/BR e os CAU/UF foram criados pela Lei 12.378/2010, que regulamenta o exercício da Arquitetura e Urbanismo no Brasil. Pesquisa Datafolha confirmou que as funções institucionais do CAU/BR e dos CAU/UF são bastante reconhecidas entre arquitetos e urbanistas. Cerca de 81% conhecem e se sentem informados sobre a Lei 12.378/2010, que regula o exercício da Arquitetura e Urbanismo no Brasil e criou o CAU, contra apenas 19% que dizem desconhecer a lei ou sentem-se pouco informados sobre ela. Os profissionais também entendem as diferenças de funções do CAU/BR e dos CAU/UF: 74% sabem que ao CAU/BR cabe editar normas referente ao exercício profissional, e 73% sabem que é função dos CAU/UF fiscalizar as atividades relacionadas à profissão.

        Conheça a Lei 12.378 em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2010/Lei/L12378.htm

        CAU/BR e CAU/UF já criaram o SICCAU, Tabela de Honorários, Código de Ética, Resolução sobre Direitos Autorais, Site Ache um Arquiteto, desenvolveu campanhas nacionais de valorização profissional e têm lutado no Congresso Nacional pelo planejamento correto de nossas cidades, entre outras ações.

        O CAU/BR promove ainda diversas ações objetivando a valorização da Arquitetura e do Urbanismo no Brasil, por meio de campanhas publicitárias, diálogo institucional com o Governo Federal e Congresso Nacional, eventos nacionais e agora também ações de apoio à Assistência Técnica para Habitação de Interesse Social.

        Arquitetos e urbanistas mostraram um alto índice de satisfação com os serviços oferecidos pelo CAU/BR e pelos CAU/UF. De nove serviços avaliados pelos profissionais, sete foram avaliados com nota média superior a 7, em uma escala de zero a 10. Essas e muitas outras informações fazem parte da Pesquisa de Avaliação do CAU realizada pelo Instituto Datafolha em maio, com 1.500 arquitetos e urbanistas e 500 empresas de Arquitetura e Urbanismo entrevistados por telefone, para aferir a efetividade dos canais de comunicação do Conselho com os profissionais e sociedade, além levantar informações para subsidiar ações que garantam o acesso às informações da entidade.

        No geral, o índice de satisfação com o CAU/BR com notas médias de 6,2 entre profissionais e 5,3 entre empresas. Os CAU/UF, por sua vez, tiveram notas médias de 6,3 e 5,5. Pesquisa também captou algumas percepções dos arquitetos e urbanistas sobre as ações que o CAU deve priorizar. 42% das empresas e 34% dos profissionais apontam a promoção de campanhas publicitárias como a principal ação que o CAU deve tomar para auxiliar os arquitetos a conquistarem novos clientes.

        Em dezembro de 2019, a campanha do Dia do Arquiteto foi vista por mais de 90 milhões de pessoas. A campanha do Dia do Arquiteto é realizada todos os anos desde 2013, sempre em TV aberta, rádio, jornais, internet e mobiliário urbano. Saiba mais em http://www.caubr.gov.br/todos

        O programa Arquitetura para a Vida, produzido pelo CAU/BR, está sendo transmitido três vezes por semana, em rede nacional nas rádios CBN e BandNews, com mais de 480.000 ouvintes por dia. Veja em https://caubr.gov.br/vida/

        Essas ações de valorização da profissão tem ajudado o crescimento do mercado de Arquitetura e Urbanismo do Brasil. Em 2018, os profissionais registrados no CAU realizaram 5,4% mais atividades que no ano anterior. Os estados que mais contribuíram para o crescimento do mercado foram São Paulo – 9% mais atividades – e Santa Catarina – 7% mais atividades.

        Destaque-se o crescimento cada vez maior das atividades ligadas à Execução de Obras: houve um crescimento de 6,3% em 2018 – o que representa 30.000 execuções de obras a mais que no ano anterior. Em 2017, esse tipo de atividade também cresceu mais que 6% – o dobro da média nacional naquele ano.

        Confira essas e muitas outras informações no Anuário de Arquitetura e Urbanismo 2019.

        https://caubr.gov.br/anuario2019/

  27. Qual a orientação do CAU para os casos de Editais de Concursos públicos que ofertam vagas para arquitetos e urbanistas com salário abaixo do piso da categoria?

    encontrei alguns relatos que alegam ser inconstitucional fixar o piso salarial de uma categoria com base no “Salário Minimo” (Segundo o Artigo VII da Constituição Federal é VEDADA a vinculação do salário mínimo como parâmetro e vinculação salarial, a fim de se evitar o crescimento da inflação.)

    Neste caso como proceder??

    Não seira o caso de ajustar a legislação (Lei Nº 4950-A/66). fixando o Piso salarial em outro índice que não seja o S.M. para então não “ferir” a constituição?

  28. Gostaria de saber quando será publicado o edital do processo seletivo pela empresa Soma para vagas no CAU/BR.

    1. Pode me informar como devo acompanhar, uma vez que o site da Soma não é de fácil acompanhamento e contém informações que não são atualizadas.

  29. Quando o CAU vai disponibilizar cursos EAD para aperfeiçoamento na área aos estudantes universitários?

  30. O que o Cau/BR e o CAU/PA fizeram em relação ao concurso público 01/2020 da Prefeitura Municipal de Belém que pretende pagar ao arquiteto um salário R$1.655,74. Isso é uma humilhação com nós profissionais que passamos 5 anos em uma Universidade, pagamos um valor alto de anuidade, temos que fazer vários cursos para se aprimorar nas ferramentas digitais, comprar os programas para desenvolvimento de projetos, pra quem estudou em uma instituição particular esse salário não paga nem uma mensalidade. E mesmo com várias denúncias nao fizeram absolutamente nada, eu desisti de me inscrever por causa do salário baixo e já estou quase desistindo de ser arquiteto aqui no Brasil, ja que não temos amparo da instituição que nós mantemos com essas anuidades absurdas.

    1. Augusto, informamos que a fiscalização é realizada pelos CAU/UF, conforme determina a Lei 12.378/2010. Ao CAU/BR cabe promover as normas gerais de fiscalização e analisar possíveis recursos de processos já julgados pelo CAU/UF.

      Saiba mais como funciona a fiscalização dos CAU/UF em https://bit.ly/2kTOUyT

      Para fazer uma denúncia, por favor clique em https://bit.ly/2C2zxhH

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

CONCURSOS DE AU

Conselho Nacional de Justiça anuncia concurso público com vaga para profissional de Arquitetura

CAU/BR

CAU/BR aponta protagonismo feminino na arquitetura e urbanismo durante 98º ENIC

CONCURSOS DE AU

Novacap anuncia Concurso Público com vagas para arquitetos e urbanistas

CAU/BR

Comissões do CAU/BR debatem temas de interesse dos arquitetos e urbanistas

Pular para o conteúdo